Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

Visualizações: 261
CORRELAÇÃO DA INSUFICIÊNCIA RENAL E ANEMIA EM PACIENTES NORMOGLICEMICOS E HIPERGLICEMICOS EM UM LABORATÓRIO DA CIDADE DE JUAZEIRO DO NORTE, CE

Palavra-chaves: GLICOSE, CREATININA, HEMOGLOBINA Tema Livre (TL) Bioquímica Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

A diabetes é uma doença crônica que possui umas das maiores importâncias na atualidade, tanto pelos elevados custos que traz a saúde pública, como pelo que acarreta ao organismo dos pacientes. Uma das suas principais complicações está na sua associação com a insuficiência renal, e por serem os rins responsáveis pela produção da eritropoietina, ainda pode haver anemia nesses pacientes. Diante destas complicações, este trabalho teve como objetivo analisar os níveis de glicose, creatinina e hemoglobina para assim avaliar sua prevalência na diabetes. Este trabalho trata-se de um estudo descritivo de caráter documental, com abordagem qualitativa e quantitativa. Os dados analisados foram obtidos a partir de um laboratório anexo à Faculdade Leão Sampaio. Esta pesquisa foi submetida à resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde. Os dados foram tabulados no Microsoft Office Excel 2010 e submetidos a análise estatística no Statistical Package of the Social Science (SPSS) versão 2.0. Do total de 269 exames analisados, 70,26% foram do sexo feminino e 29,74% do sexo masculino. A faixa etária foi dividida em grupos: crianças, adultos e idosos. Em relação à glicemia, observou-se que a maior parte estava dentro dos parâmetros, assim como a creatinina e hemoglobina. Alguns dos pacientes apresentaram glicose e creatinina aumentadas, outros apenas glicose, confirmando que a creatinina apenas é elevada na diabetes com o passar do tempo, podendo estas pessoas estarem na fase inicial da doença. Dos pacientes com creatinina elevada, 37,5% apresentaram anemia, mostrando assim que há uma relação entre os níveis de creatinina e hemoglobina. Embora haja algumas limitações, como não conhecimento da clinica dos pacientes e exames complementares, este estudo apresentou um panorama sobre o comportamento da glicose em relação aos níveis de creatinina e hemoglobina. Porém, ainda cabem outras investigações e futuros estudos que trabalhem com amostras especificas, para que se possa estabelecer uma relação mais clara entre estes testes laboratoriais.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.