Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

QUANDO DINÂMICAS GRUPAIS RESGATAM UM ENVELHECIMENTO ATIVO: UMA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA RESSIGNIFICANDO O SABER TRADICIONAL DE PLANTAS MEDICINAIS

Palavra-chaves: PLANTAS MEDICINAIS, ENVELHECIMENTO, CONHECIMENTO Pôster (PO) Psicologia Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

RESUMOIntrodução: As dinâmicas permitem partilhar informações, pensamentos, conceitos, interagir com o outro, lembrar do passado, poder entender o presente e, muitas vezes até conjeturar o futuro. No ser humano, em especial atenção nos idosos, impregna pensamentos, sonhos, intermedia as relações e é responsável pela formação, transformação e transmissão do conhecimento. Objetivo: Investigar a partir de um grupo de extensão da comunidade Malvinas do município de Campina Grande – PB as nuances inerentes ao processo do envelhecimento e os fatores importantes na determinação do discurso do/com o idoso, tendo em vista a participação dos mesmos, quando ao discutirmos sobre as formas de consumo, cultivo, armazenamento, higiene, preparo e uso das plantas medicinais. Metodologia: Essa proposta tem como base a experiência de um grupo de extensão considerando a importância da dinâmica e da comunicação na interação dos idosos em seu contexto social. Para tanto, partimos de uma perspectiva sócio-histórica, bem como uma leitura cultural do envelhecimento, embasados em uma pesquisa de cunho qualitativo, descritivo e exploratório, que, nesses aspectos caracterizam, diferenciam, aproximam, qualificam, (re)cobrem, circunscrevem o fenômeno a ser investigado. Resultados: O grupo de extensão era composto por um publico fixo, contendo dos seus 10 participantes, 6 com idade superior a 60 anos, no encontro se discutia questões pertinentes as formas de consumo, cultivo, armazenamento, higiene, preparo e uso das plantas medicinais, e para que houvesse uma maior apreensão dos assuntos foram utilizados dinâmicas de interesse e muitas vezes do conhecimento dos idosos, além das atividades serem estimulantes e impulsionantes da necessidade e o desejo de comunicar algo a alguém, num ambiente permissivo e desafiador. Com as dinâmicas o entorno do grupo se mostrava menos inibido e a interação mais efetiva e vigorosa. Conclusão: Se percebe que nos momentos em que aconteciam os encontros se compartilhava experiências vividas com as plantas medicinais, e com isso, somando conhecimentos as relações são fortalecidas e os pensamentos criativos se mostram como soluções e ideias novas, reflexões e observações sem perder a consciência do dinamismo do tempo, dos valores, contextos e mudanças sociais.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.