Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

QUANDO DINÂMICAS GRUPAIS RESGATAM UM ENVELHECIMENTO ATIVO: UMA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA RESSIGNIFICANDO O SABER TRADICIONAL DE PLANTAS MEDICINAIS

Palavra-chaves: PLANTAS MEDICINAIS, ENVELHECIMENTO, CONHECIMENTO Pôster (PO) Psicologia
"2014-04-09 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 5191
    "edicao_id" => 17
    "trabalho_id" => 184
    "inscrito_id" => 336
    "titulo" => "QUANDO DINÂMICAS GRUPAIS RESGATAM UM ENVELHECIMENTO ATIVO: UMA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA RESSIGNIFICANDO O SABER TRADICIONAL DE PLANTAS MEDICINAIS"
    "resumo" => "RESUMOIntrodução: As dinâmicas permitem partilhar informações, pensamentos, conceitos, interagir com o outro, lembrar do passado, poder entender o presente e, muitas vezes até conjeturar o futuro. No ser humano, em especial atenção nos idosos, impregna pensamentos, sonhos, intermedia as relações e é responsável pela formação, transformação e transmissão do conhecimento. Objetivo: Investigar a partir de um grupo de extensão da comunidade Malvinas do município de Campina Grande – PB as nuances inerentes ao processo do envelhecimento e os fatores importantes na determinação do discurso do/com o idoso, tendo em vista a participação dos mesmos, quando ao discutirmos sobre as formas de consumo, cultivo, armazenamento, higiene, preparo e uso das plantas medicinais. Metodologia: Essa proposta tem como base a experiência de um grupo de extensão considerando a importância da dinâmica e da comunicação na interação dos idosos em seu contexto social. Para tanto, partimos de uma perspectiva sócio-histórica, bem como uma leitura cultural do envelhecimento, embasados em uma pesquisa de cunho qualitativo, descritivo e exploratório, que, nesses aspectos caracterizam, diferenciam, aproximam, qualificam, (re)cobrem, circunscrevem o fenômeno a ser investigado. Resultados: O grupo de extensão era composto por um publico fixo, contendo dos seus 10 participantes, 6 com idade superior a 60 anos, no encontro se discutia questões pertinentes as formas de consumo, cultivo, armazenamento, higiene, preparo e uso das plantas medicinais, e para que houvesse uma maior apreensão dos assuntos foram utilizados dinâmicas de interesse e muitas vezes do conhecimento dos idosos, além das atividades serem estimulantes e impulsionantes da necessidade e o desejo de comunicar algo a alguém, num ambiente permissivo e desafiador. Com as dinâmicas o entorno do grupo se mostrava menos inibido e a interação mais efetiva e vigorosa. Conclusão: Se percebe que nos momentos em que aconteciam os encontros se compartilhava experiências vividas com as plantas medicinais, e com isso, somando conhecimentos as relações são fortalecidas e os pensamentos criativos se mostram como soluções e ideias novas, reflexões e observações sem perder a consciência do dinamismo do tempo, dos valores, contextos e mudanças sociais."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "Psicologia"
    "palavra_chave" => "PLANTAS MEDICINAIS, ENVELHECIMENTO, CONHECIMENTO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_4datahora_12_03_2014_11_14_29_idinscrito_336_e59884d258615b3de764c0664f3dbce2.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:08:38"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ELIZAMA LEAL DE MELO LIMA"
    "autor_nome_curto" => "ELIZAMA MELO"
    "autor_email" => "e.lizama.melo@hotmail.com"
    "autor_ies" => ""
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-conacis"
    "edicao_nome" => "Anais CONACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conacis/2014"
    "edicao_logo" => "5e48b0ffd111d_16022020000327.png"
    "edicao_capa" => "5f183ea35f5aa_22072020102659.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-04-09 00:00:00"
    "publicacao_id" => 15
    "publicacao_nome" => "Revista CONACIS"
    "publicacao_codigo" => "2358-0186"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 5191
    "edicao_id" => 17
    "trabalho_id" => 184
    "inscrito_id" => 336
    "titulo" => "QUANDO DINÂMICAS GRUPAIS RESGATAM UM ENVELHECIMENTO ATIVO: UMA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA RESSIGNIFICANDO O SABER TRADICIONAL DE PLANTAS MEDICINAIS"
    "resumo" => "RESUMOIntrodução: As dinâmicas permitem partilhar informações, pensamentos, conceitos, interagir com o outro, lembrar do passado, poder entender o presente e, muitas vezes até conjeturar o futuro. No ser humano, em especial atenção nos idosos, impregna pensamentos, sonhos, intermedia as relações e é responsável pela formação, transformação e transmissão do conhecimento. Objetivo: Investigar a partir de um grupo de extensão da comunidade Malvinas do município de Campina Grande – PB as nuances inerentes ao processo do envelhecimento e os fatores importantes na determinação do discurso do/com o idoso, tendo em vista a participação dos mesmos, quando ao discutirmos sobre as formas de consumo, cultivo, armazenamento, higiene, preparo e uso das plantas medicinais. Metodologia: Essa proposta tem como base a experiência de um grupo de extensão considerando a importância da dinâmica e da comunicação na interação dos idosos em seu contexto social. Para tanto, partimos de uma perspectiva sócio-histórica, bem como uma leitura cultural do envelhecimento, embasados em uma pesquisa de cunho qualitativo, descritivo e exploratório, que, nesses aspectos caracterizam, diferenciam, aproximam, qualificam, (re)cobrem, circunscrevem o fenômeno a ser investigado. Resultados: O grupo de extensão era composto por um publico fixo, contendo dos seus 10 participantes, 6 com idade superior a 60 anos, no encontro se discutia questões pertinentes as formas de consumo, cultivo, armazenamento, higiene, preparo e uso das plantas medicinais, e para que houvesse uma maior apreensão dos assuntos foram utilizados dinâmicas de interesse e muitas vezes do conhecimento dos idosos, além das atividades serem estimulantes e impulsionantes da necessidade e o desejo de comunicar algo a alguém, num ambiente permissivo e desafiador. Com as dinâmicas o entorno do grupo se mostrava menos inibido e a interação mais efetiva e vigorosa. Conclusão: Se percebe que nos momentos em que aconteciam os encontros se compartilhava experiências vividas com as plantas medicinais, e com isso, somando conhecimentos as relações são fortalecidas e os pensamentos criativos se mostram como soluções e ideias novas, reflexões e observações sem perder a consciência do dinamismo do tempo, dos valores, contextos e mudanças sociais."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "Psicologia"
    "palavra_chave" => "PLANTAS MEDICINAIS, ENVELHECIMENTO, CONHECIMENTO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_4datahora_12_03_2014_11_14_29_idinscrito_336_e59884d258615b3de764c0664f3dbce2.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:08:38"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ELIZAMA LEAL DE MELO LIMA"
    "autor_nome_curto" => "ELIZAMA MELO"
    "autor_email" => "e.lizama.melo@hotmail.com"
    "autor_ies" => ""
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-conacis"
    "edicao_nome" => "Anais CONACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conacis/2014"
    "edicao_logo" => "5e48b0ffd111d_16022020000327.png"
    "edicao_capa" => "5f183ea35f5aa_22072020102659.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-04-09 00:00:00"
    "publicacao_id" => 15
    "publicacao_nome" => "Revista CONACIS"
    "publicacao_codigo" => "2358-0186"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

RESUMOIntrodução: As dinâmicas permitem partilhar informações, pensamentos, conceitos, interagir com o outro, lembrar do passado, poder entender o presente e, muitas vezes até conjeturar o futuro. No ser humano, em especial atenção nos idosos, impregna pensamentos, sonhos, intermedia as relações e é responsável pela formação, transformação e transmissão do conhecimento. Objetivo: Investigar a partir de um grupo de extensão da comunidade Malvinas do município de Campina Grande – PB as nuances inerentes ao processo do envelhecimento e os fatores importantes na determinação do discurso do/com o idoso, tendo em vista a participação dos mesmos, quando ao discutirmos sobre as formas de consumo, cultivo, armazenamento, higiene, preparo e uso das plantas medicinais. Metodologia: Essa proposta tem como base a experiência de um grupo de extensão considerando a importância da dinâmica e da comunicação na interação dos idosos em seu contexto social. Para tanto, partimos de uma perspectiva sócio-histórica, bem como uma leitura cultural do envelhecimento, embasados em uma pesquisa de cunho qualitativo, descritivo e exploratório, que, nesses aspectos caracterizam, diferenciam, aproximam, qualificam, (re)cobrem, circunscrevem o fenômeno a ser investigado. Resultados: O grupo de extensão era composto por um publico fixo, contendo dos seus 10 participantes, 6 com idade superior a 60 anos, no encontro se discutia questões pertinentes as formas de consumo, cultivo, armazenamento, higiene, preparo e uso das plantas medicinais, e para que houvesse uma maior apreensão dos assuntos foram utilizados dinâmicas de interesse e muitas vezes do conhecimento dos idosos, além das atividades serem estimulantes e impulsionantes da necessidade e o desejo de comunicar algo a alguém, num ambiente permissivo e desafiador. Com as dinâmicas o entorno do grupo se mostrava menos inibido e a interação mais efetiva e vigorosa. Conclusão: Se percebe que nos momentos em que aconteciam os encontros se compartilhava experiências vividas com as plantas medicinais, e com isso, somando conhecimentos as relações são fortalecidas e os pensamentos criativos se mostram como soluções e ideias novas, reflexões e observações sem perder a consciência do dinamismo do tempo, dos valores, contextos e mudanças sociais.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.