Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

NÍVEL DE CONHECIMENTO DOS PROFISSIONAIS ENFERMEIROS SOBRE A SAÚDE DO HOMEM NO MUNICÍPIO DE CAJAZEIRAS-PB.

Palavra-chaves: SAÚDE DO HOMEM, AÇÕES DE ENFERMAGEM, ATENÇÃO PRIMÁRIA Tema Livre (TL) Enfermagem
"2014-04-09 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 5118
    "edicao_id" => 17
    "trabalho_id" => 809
    "inscrito_id" => 588
    "titulo" => "NÍVEL DE CONHECIMENTO DOS PROFISSIONAIS ENFERMEIROS SOBRE A SAÚDE DO HOMEM NO MUNICÍPIO DE CAJAZEIRAS-PB."
    "resumo" => "A saúde do homem não era considerada um fator de grande relevância para as políticas públicas de saúde, mas com o surgimento de altas taxas de morbimortalidade na população masculina, passou a ser umas das prioridades dos governantes nos últimos anos. Pensando em dar uma maior atenção à saúde do homem o Ministério da Saúde elaborou a Política Nacional de Atenção Integral a Saúde do Homem (PNAISH). Diante disto, objetivou-se conhecer as ações desenvolvidas pelo enfermeiro na promoção da saúde do homem. A pesquisa foi do tipo exploratória de campo com abordagem quantitativa. O estudo foi realizado no município de Cajazeiras – PB. A população da pesquisa foi constituída por 16 enfermeiros que trabalham nas unidades de Saúde do Município. Foram considerados critérios de inclusão referente aos enfermeiros, que trabalham há pelo menos seis meses na unidade de saúde e aceitam participar da pesquisa. Assim a amostra foi composta por 14 profissionais sendo, pois, 87,5% da população total. O instrumento utilizado para a coleta de dados foi de um questionário semi–estruturado. A coleta de dados foi realizada entre nos meses de Março e Abril de 2013. Inicialmente, serão apresentados os dados referentes a questões sócio–demográficos dos enfermeiros, onde 100% apresentam mais de 24 anos de idade, sendo 93% do sexo feminino e 7% do sexo masculino. Quanto a formação complementar, 79% possuem pós-graduação. Em relação ao tempo de atuação 86% possuem mais de um ano de trabalho na área. A classificação quanto ao nível de conhecimento profissional com o cliente e assistência mostrou que 93% dos profissionais entrevistados afirmam que a PNAISH é uma política voltada exclusivamente para a saúde do homem, apresentando certa deficiência de conhecimentos acerca da mesma. Embora 100% afirmem que a política apresente ações de promoção e prevenção de doenças e agravos da saúde do homem.  A forma de realização do atendimento revelou que 65% dos entrevistados promovem um atendimento de forma humanizada e integral. Porém, 71% dos profissionais enfermeiros desenvolvem suas ações de enfermagem individual e coletivamente. Durante as consultas de enfermagem, 50% dos entrevistados, prestam assistência à saúde de forma individual e coletiva através de ações de promoção da saúde e prevenção de doenças. Apesar de 100% dos profissionais enfermeiros afirmarem que promovem um atendimento de forma humanizada, nem sempre isso acontece, pelo fato da presença do modelo biomédico ainda prevalecer entre os profissionais da saúde. Segundo os profissionais que participaram do nosso estudo, 50% dos pacientes que vão ao serviço de saúde, já apresentam a patologia, como diabetes e hipertensão, passando a ser somente acompanhados pelo profissional enfermeiro quando vão buscar os medicamentos. Considera-se que a ESF é uma política que tem como finalidade atender as necessidades de saúde da população, sem distinção de raça, cor, sexo, idade e gênero. O processo de trabalho do enfermeiro na ESF no município de Cajazeiras - PB, frente às ações de promoção da saúde do homem sugeridas pelo PNAISH, mostrou-se fragilizado, apesar de existir algumas práticas que atendam a essa população."
    "modalidade" => "Tema Livre (TL)"
    "area_tematica" => "Enfermagem"
    "palavra_chave" => "SAÚDE DO HOMEM, AÇÕES DE ENFERMAGEM, ATENÇÃO PRIMÁRIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_2datahora_24_03_2014_22_44_30_idinscrito_588_f2690982ddb3fe4aa5e19d6520668e8d.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:08:38"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ANTONIO JOSÉ BARBOSA NETO"
    "autor_nome_curto" => "BARBOSA NETO"
    "autor_email" => "ajbneto_@hotmail.com"
    "autor_ies" => "FACULDADE SANTA MARIA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-conacis"
    "edicao_nome" => "Anais CONACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conacis/2014"
    "edicao_logo" => "5e48b0ffd111d_16022020000327.png"
    "edicao_capa" => "5f183ea35f5aa_22072020102659.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-04-09 00:00:00"
    "publicacao_id" => 15
    "publicacao_nome" => "Revista CONACIS"
    "publicacao_codigo" => "2358-0186"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 5118
    "edicao_id" => 17
    "trabalho_id" => 809
    "inscrito_id" => 588
    "titulo" => "NÍVEL DE CONHECIMENTO DOS PROFISSIONAIS ENFERMEIROS SOBRE A SAÚDE DO HOMEM NO MUNICÍPIO DE CAJAZEIRAS-PB."
    "resumo" => "A saúde do homem não era considerada um fator de grande relevância para as políticas públicas de saúde, mas com o surgimento de altas taxas de morbimortalidade na população masculina, passou a ser umas das prioridades dos governantes nos últimos anos. Pensando em dar uma maior atenção à saúde do homem o Ministério da Saúde elaborou a Política Nacional de Atenção Integral a Saúde do Homem (PNAISH). Diante disto, objetivou-se conhecer as ações desenvolvidas pelo enfermeiro na promoção da saúde do homem. A pesquisa foi do tipo exploratória de campo com abordagem quantitativa. O estudo foi realizado no município de Cajazeiras – PB. A população da pesquisa foi constituída por 16 enfermeiros que trabalham nas unidades de Saúde do Município. Foram considerados critérios de inclusão referente aos enfermeiros, que trabalham há pelo menos seis meses na unidade de saúde e aceitam participar da pesquisa. Assim a amostra foi composta por 14 profissionais sendo, pois, 87,5% da população total. O instrumento utilizado para a coleta de dados foi de um questionário semi–estruturado. A coleta de dados foi realizada entre nos meses de Março e Abril de 2013. Inicialmente, serão apresentados os dados referentes a questões sócio–demográficos dos enfermeiros, onde 100% apresentam mais de 24 anos de idade, sendo 93% do sexo feminino e 7% do sexo masculino. Quanto a formação complementar, 79% possuem pós-graduação. Em relação ao tempo de atuação 86% possuem mais de um ano de trabalho na área. A classificação quanto ao nível de conhecimento profissional com o cliente e assistência mostrou que 93% dos profissionais entrevistados afirmam que a PNAISH é uma política voltada exclusivamente para a saúde do homem, apresentando certa deficiência de conhecimentos acerca da mesma. Embora 100% afirmem que a política apresente ações de promoção e prevenção de doenças e agravos da saúde do homem.  A forma de realização do atendimento revelou que 65% dos entrevistados promovem um atendimento de forma humanizada e integral. Porém, 71% dos profissionais enfermeiros desenvolvem suas ações de enfermagem individual e coletivamente. Durante as consultas de enfermagem, 50% dos entrevistados, prestam assistência à saúde de forma individual e coletiva através de ações de promoção da saúde e prevenção de doenças. Apesar de 100% dos profissionais enfermeiros afirmarem que promovem um atendimento de forma humanizada, nem sempre isso acontece, pelo fato da presença do modelo biomédico ainda prevalecer entre os profissionais da saúde. Segundo os profissionais que participaram do nosso estudo, 50% dos pacientes que vão ao serviço de saúde, já apresentam a patologia, como diabetes e hipertensão, passando a ser somente acompanhados pelo profissional enfermeiro quando vão buscar os medicamentos. Considera-se que a ESF é uma política que tem como finalidade atender as necessidades de saúde da população, sem distinção de raça, cor, sexo, idade e gênero. O processo de trabalho do enfermeiro na ESF no município de Cajazeiras - PB, frente às ações de promoção da saúde do homem sugeridas pelo PNAISH, mostrou-se fragilizado, apesar de existir algumas práticas que atendam a essa população."
    "modalidade" => "Tema Livre (TL)"
    "area_tematica" => "Enfermagem"
    "palavra_chave" => "SAÚDE DO HOMEM, AÇÕES DE ENFERMAGEM, ATENÇÃO PRIMÁRIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_2datahora_24_03_2014_22_44_30_idinscrito_588_f2690982ddb3fe4aa5e19d6520668e8d.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:08:38"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ANTONIO JOSÉ BARBOSA NETO"
    "autor_nome_curto" => "BARBOSA NETO"
    "autor_email" => "ajbneto_@hotmail.com"
    "autor_ies" => "FACULDADE SANTA MARIA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-conacis"
    "edicao_nome" => "Anais CONACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conacis/2014"
    "edicao_logo" => "5e48b0ffd111d_16022020000327.png"
    "edicao_capa" => "5f183ea35f5aa_22072020102659.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-04-09 00:00:00"
    "publicacao_id" => 15
    "publicacao_nome" => "Revista CONACIS"
    "publicacao_codigo" => "2358-0186"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

A saúde do homem não era considerada um fator de grande relevância para as políticas públicas de saúde, mas com o surgimento de altas taxas de morbimortalidade na população masculina, passou a ser umas das prioridades dos governantes nos últimos anos. Pensando em dar uma maior atenção à saúde do homem o Ministério da Saúde elaborou a Política Nacional de Atenção Integral a Saúde do Homem (PNAISH). Diante disto, objetivou-se conhecer as ações desenvolvidas pelo enfermeiro na promoção da saúde do homem. A pesquisa foi do tipo exploratória de campo com abordagem quantitativa. O estudo foi realizado no município de Cajazeiras – PB. A população da pesquisa foi constituída por 16 enfermeiros que trabalham nas unidades de Saúde do Município. Foram considerados critérios de inclusão referente aos enfermeiros, que trabalham há pelo menos seis meses na unidade de saúde e aceitam participar da pesquisa. Assim a amostra foi composta por 14 profissionais sendo, pois, 87,5% da população total. O instrumento utilizado para a coleta de dados foi de um questionário semi–estruturado. A coleta de dados foi realizada entre nos meses de Março e Abril de 2013. Inicialmente, serão apresentados os dados referentes a questões sócio–demográficos dos enfermeiros, onde 100% apresentam mais de 24 anos de idade, sendo 93% do sexo feminino e 7% do sexo masculino. Quanto a formação complementar, 79% possuem pós-graduação. Em relação ao tempo de atuação 86% possuem mais de um ano de trabalho na área. A classificação quanto ao nível de conhecimento profissional com o cliente e assistência mostrou que 93% dos profissionais entrevistados afirmam que a PNAISH é uma política voltada exclusivamente para a saúde do homem, apresentando certa deficiência de conhecimentos acerca da mesma. Embora 100% afirmem que a política apresente ações de promoção e prevenção de doenças e agravos da saúde do homem. A forma de realização do atendimento revelou que 65% dos entrevistados promovem um atendimento de forma humanizada e integral. Porém, 71% dos profissionais enfermeiros desenvolvem suas ações de enfermagem individual e coletivamente. Durante as consultas de enfermagem, 50% dos entrevistados, prestam assistência à saúde de forma individual e coletiva através de ações de promoção da saúde e prevenção de doenças. Apesar de 100% dos profissionais enfermeiros afirmarem que promovem um atendimento de forma humanizada, nem sempre isso acontece, pelo fato da presença do modelo biomédico ainda prevalecer entre os profissionais da saúde. Segundo os profissionais que participaram do nosso estudo, 50% dos pacientes que vão ao serviço de saúde, já apresentam a patologia, como diabetes e hipertensão, passando a ser somente acompanhados pelo profissional enfermeiro quando vão buscar os medicamentos. Considera-se que a ESF é uma política que tem como finalidade atender as necessidades de saúde da população, sem distinção de raça, cor, sexo, idade e gênero. O processo de trabalho do enfermeiro na ESF no município de Cajazeiras - PB, frente às ações de promoção da saúde do homem sugeridas pelo PNAISH, mostrou-se fragilizado, apesar de existir algumas práticas que atendam a essa população.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.