Artigo Anais II CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

RELAÇÃO ENTRE DEPENDÊNCIA FUNCIONAL E SÍNDROME METABÓLICA EM IDOSOS RESIDENTES EM FLORIANÓPOLIS – SC

Palavra-chaves: IDOSO, ENVELHECIMENTO, SÍNDROME METABÓLICA Pôster (PO) AT 02: Doenças Biopsicossociais no Processo de Envelhecimento
"2018-11-21 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 50430
    "edicao_id" => 102
    "trabalho_id" => 216
    "inscrito_id" => 624
    "titulo" => "RELAÇÃO ENTRE DEPENDÊNCIA FUNCIONAL E SÍNDROME METABÓLICA EM IDOSOS RESIDENTES EM FLORIANÓPOLIS – SC"
    "resumo" => "Introdução: A síndrome metabólica (SM) tem alta prevalência no Brasil. Estudos apontam relação da SM com o sedentarismo, inatividade física e elevação da faixa etária. O objetivo foi testar a associação entre dependência funcional e a síndrome metabólica em idosos estratificado por sexo. Métodos: Estudo transversal, de base populacional e domiciliar, conduzido com 593 idosos (≥60 anos), de ambos os sexos, de Florianópolis, realizado em 2013/2014. A SM foi classificada pela presença de pelo menos três dos cinco componentes: circunferência da cintura aumentada (homens:≥102 cm, e mulheres:≥88 cm), glicemia de jejum aumentada (>100mg/dL), baixos níveis de HDL (homens:40mg/dL, e mulheres:50mg/dL), hipertrigliceridemia (>150mg/dL) e pressão arterial elevada (≥130/85mmHg). A dependência funcional foi classificada em ausência (dependência ≤3 atividades) e presença (dependência ≥4 atividades), avaliada pelo Questionário Brasileiro de Avaliação Funcional Multidimensional. Utilizou-se regressão logística multivariável ajustada por grupo etário, escolaridade, renda, trabalho, estratificado por sexo. Resultados: A prevalência de SM e dependência funcional de foi de 54,6% (IC95%:46,3-62,7) e de 17,8% (IC95%:11,3-26,9), no sexo masculino, e de 55,7% (IC95%:48,1-63,1) e de 29,6% (IC95%:22,7-37,5) no sexo feminino, respectivamente. Na análise bruta, as idosas com dependência funcional apresentaram 3,85 (IC95%:2,02-7,32) mais chances de ter SM, e na multivariável, 3,95 (IC95%:2,12-7,27). Para o sexo masculino, não houve associação. Conclusão: A dependência funcional dos idosos apresentou relação com a presença da SM em mulheres idosas. Deve-se dar atenção especial a esse grupo visto que tanto a dependência funcional quanto a SM tendem a aumentar com o envelhecimento."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT 02: Doenças Biopsicossociais no Processo de Envelhecimento"
    "palavra_chave" => "IDOSO, ENVELHECIMENTO, SÍNDROME METABÓLICA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV114_MD4_SA2_ID624_31102018162819.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:37"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:07:05"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "VANESSA PEREIRA CORRÊA"
    "autor_nome_curto" => "VANESSA"
    "autor_email" => "nessaaacorrea@gmail.com"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais II CNEH"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2018"
    "edicao_logo" => "5e49f6503c6b5_16022020231128.png"
    "edicao_capa" => "5f183e545df20_22072020102540.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-11-21 23:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 50430
    "edicao_id" => 102
    "trabalho_id" => 216
    "inscrito_id" => 624
    "titulo" => "RELAÇÃO ENTRE DEPENDÊNCIA FUNCIONAL E SÍNDROME METABÓLICA EM IDOSOS RESIDENTES EM FLORIANÓPOLIS – SC"
    "resumo" => "Introdução: A síndrome metabólica (SM) tem alta prevalência no Brasil. Estudos apontam relação da SM com o sedentarismo, inatividade física e elevação da faixa etária. O objetivo foi testar a associação entre dependência funcional e a síndrome metabólica em idosos estratificado por sexo. Métodos: Estudo transversal, de base populacional e domiciliar, conduzido com 593 idosos (≥60 anos), de ambos os sexos, de Florianópolis, realizado em 2013/2014. A SM foi classificada pela presença de pelo menos três dos cinco componentes: circunferência da cintura aumentada (homens:≥102 cm, e mulheres:≥88 cm), glicemia de jejum aumentada (>100mg/dL), baixos níveis de HDL (homens:40mg/dL, e mulheres:50mg/dL), hipertrigliceridemia (>150mg/dL) e pressão arterial elevada (≥130/85mmHg). A dependência funcional foi classificada em ausência (dependência ≤3 atividades) e presença (dependência ≥4 atividades), avaliada pelo Questionário Brasileiro de Avaliação Funcional Multidimensional. Utilizou-se regressão logística multivariável ajustada por grupo etário, escolaridade, renda, trabalho, estratificado por sexo. Resultados: A prevalência de SM e dependência funcional de foi de 54,6% (IC95%:46,3-62,7) e de 17,8% (IC95%:11,3-26,9), no sexo masculino, e de 55,7% (IC95%:48,1-63,1) e de 29,6% (IC95%:22,7-37,5) no sexo feminino, respectivamente. Na análise bruta, as idosas com dependência funcional apresentaram 3,85 (IC95%:2,02-7,32) mais chances de ter SM, e na multivariável, 3,95 (IC95%:2,12-7,27). Para o sexo masculino, não houve associação. Conclusão: A dependência funcional dos idosos apresentou relação com a presença da SM em mulheres idosas. Deve-se dar atenção especial a esse grupo visto que tanto a dependência funcional quanto a SM tendem a aumentar com o envelhecimento."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT 02: Doenças Biopsicossociais no Processo de Envelhecimento"
    "palavra_chave" => "IDOSO, ENVELHECIMENTO, SÍNDROME METABÓLICA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV114_MD4_SA2_ID624_31102018162819.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:37"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:07:05"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "VANESSA PEREIRA CORRÊA"
    "autor_nome_curto" => "VANESSA"
    "autor_email" => "nessaaacorrea@gmail.com"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais II CNEH"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2018"
    "edicao_logo" => "5e49f6503c6b5_16022020231128.png"
    "edicao_capa" => "5f183e545df20_22072020102540.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-11-21 23:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 21 de novembro de 2018

Resumo

Introdução: A síndrome metabólica (SM) tem alta prevalência no Brasil. Estudos apontam relação da SM com o sedentarismo, inatividade física e elevação da faixa etária. O objetivo foi testar a associação entre dependência funcional e a síndrome metabólica em idosos estratificado por sexo. Métodos: Estudo transversal, de base populacional e domiciliar, conduzido com 593 idosos (≥60 anos), de ambos os sexos, de Florianópolis, realizado em 2013/2014. A SM foi classificada pela presença de pelo menos três dos cinco componentes: circunferência da cintura aumentada (homens:≥102 cm, e mulheres:≥88 cm), glicemia de jejum aumentada (>100mg/dL), baixos níveis de HDL (homens:40mg/dL, e mulheres:50mg/dL), hipertrigliceridemia (>150mg/dL) e pressão arterial elevada (≥130/85mmHg). A dependência funcional foi classificada em ausência (dependência ≤3 atividades) e presença (dependência ≥4 atividades), avaliada pelo Questionário Brasileiro de Avaliação Funcional Multidimensional. Utilizou-se regressão logística multivariável ajustada por grupo etário, escolaridade, renda, trabalho, estratificado por sexo. Resultados: A prevalência de SM e dependência funcional de foi de 54,6% (IC95%:46,3-62,7) e de 17,8% (IC95%:11,3-26,9), no sexo masculino, e de 55,7% (IC95%:48,1-63,1) e de 29,6% (IC95%:22,7-37,5) no sexo feminino, respectivamente. Na análise bruta, as idosas com dependência funcional apresentaram 3,85 (IC95%:2,02-7,32) mais chances de ter SM, e na multivariável, 3,95 (IC95%:2,12-7,27). Para o sexo masculino, não houve associação. Conclusão: A dependência funcional dos idosos apresentou relação com a presença da SM em mulheres idosas. Deve-se dar atenção especial a esse grupo visto que tanto a dependência funcional quanto a SM tendem a aumentar com o envelhecimento.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.