Artigo Anais II CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

CORRELAÇÃO DOS ANOS DE ESCOLARIDADE COM O ESTADO COGNITIVO EM IDOSAS

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO, PESSOA IDOSA, COGNIÇÃO Pôster (PO) AT 15: Envelhecimento e Interdisciplinaridade
"2018-11-22 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 50314
    "edicao_id" => 102
    "trabalho_id" => 39
    "inscrito_id" => 584
    "titulo" => "CORRELAÇÃO DOS ANOS DE ESCOLARIDADE COM O ESTADO COGNITIVO EM IDOSAS"
    "resumo" => "O objetivo desta pesquisa foi verificar a relação dos anos de escolaridade com estado cognitivo de idosas. Este estudo é do tipo transversal quantitativo, com amostra de 544 idosas participantes do Departamento do Idoso da Fundação ProAmor de Ponta Grossa, Paraná - Brasil. O instrumento utilizado foi o Mini Mental State (FOLSTEIN,1975) adicionado a questão “tempo de estudo em anos”. Foi realizada a análise descritiva e regressão linear com significância de p≤0,05, por meio do programa SPSS 24.0. Dentre os resultados obtidos a maioria das idosas (28,1%) tem 4 anos de estudo, e 24,8 % das idosas apresentam comprometimento cognitivo. A correlação de Person apresentou magnitude média (r=0,382 para p≤0,00) o que indica haver relação da escolaridade com o estado cognitivo, sendo o estado cognitivo explicado por 14,4 % da variação dos anos de escolaridade. Segundo os resultados estatísticos, a cada ano de estudo, o valor do teste do Mini Mental State é aumentado em 0,415, indicando que a escolaridade interfere positivamente no estado mental do idoso, e consequentemente em sua cognição. Os resultados encontrados demonstram a necessidade das políticas públicas aumentarem os investimentos para educação da pessoa idosa, melhorando assim a questão cognitiva desta população."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT 15: Envelhecimento e Interdisciplinaridade"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO, PESSOA IDOSA, COGNIÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV114_MD4_SA15_ID584_27092018000607.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:37"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:07:05"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "FABIO RICARDO HILGENBERG GOMES"
    "autor_nome_curto" => "FABIO"
    "autor_email" => "frblan@msn.com"
    "autor_ies" => "FACULDADE SANTANA/ UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais II CNEH"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2018"
    "edicao_logo" => "5e49f6503c6b5_16022020231128.png"
    "edicao_capa" => "5f183e545df20_22072020102540.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-11-22 00:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 50314
    "edicao_id" => 102
    "trabalho_id" => 39
    "inscrito_id" => 584
    "titulo" => "CORRELAÇÃO DOS ANOS DE ESCOLARIDADE COM O ESTADO COGNITIVO EM IDOSAS"
    "resumo" => "O objetivo desta pesquisa foi verificar a relação dos anos de escolaridade com estado cognitivo de idosas. Este estudo é do tipo transversal quantitativo, com amostra de 544 idosas participantes do Departamento do Idoso da Fundação ProAmor de Ponta Grossa, Paraná - Brasil. O instrumento utilizado foi o Mini Mental State (FOLSTEIN,1975) adicionado a questão “tempo de estudo em anos”. Foi realizada a análise descritiva e regressão linear com significância de p≤0,05, por meio do programa SPSS 24.0. Dentre os resultados obtidos a maioria das idosas (28,1%) tem 4 anos de estudo, e 24,8 % das idosas apresentam comprometimento cognitivo. A correlação de Person apresentou magnitude média (r=0,382 para p≤0,00) o que indica haver relação da escolaridade com o estado cognitivo, sendo o estado cognitivo explicado por 14,4 % da variação dos anos de escolaridade. Segundo os resultados estatísticos, a cada ano de estudo, o valor do teste do Mini Mental State é aumentado em 0,415, indicando que a escolaridade interfere positivamente no estado mental do idoso, e consequentemente em sua cognição. Os resultados encontrados demonstram a necessidade das políticas públicas aumentarem os investimentos para educação da pessoa idosa, melhorando assim a questão cognitiva desta população."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT 15: Envelhecimento e Interdisciplinaridade"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO, PESSOA IDOSA, COGNIÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV114_MD4_SA15_ID584_27092018000607.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:37"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:07:05"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "FABIO RICARDO HILGENBERG GOMES"
    "autor_nome_curto" => "FABIO"
    "autor_email" => "frblan@msn.com"
    "autor_ies" => "FACULDADE SANTANA/ UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais II CNEH"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2018"
    "edicao_logo" => "5e49f6503c6b5_16022020231128.png"
    "edicao_capa" => "5f183e545df20_22072020102540.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-11-22 00:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 22 de novembro de 2018

Resumo

O objetivo desta pesquisa foi verificar a relação dos anos de escolaridade com estado cognitivo de idosas. Este estudo é do tipo transversal quantitativo, com amostra de 544 idosas participantes do Departamento do Idoso da Fundação ProAmor de Ponta Grossa, Paraná - Brasil. O instrumento utilizado foi o Mini Mental State (FOLSTEIN,1975) adicionado a questão “tempo de estudo em anos”. Foi realizada a análise descritiva e regressão linear com significância de p≤0,05, por meio do programa SPSS 24.0. Dentre os resultados obtidos a maioria das idosas (28,1%) tem 4 anos de estudo, e 24,8 % das idosas apresentam comprometimento cognitivo. A correlação de Person apresentou magnitude média (r=0,382 para p≤0,00) o que indica haver relação da escolaridade com o estado cognitivo, sendo o estado cognitivo explicado por 14,4 % da variação dos anos de escolaridade. Segundo os resultados estatísticos, a cada ano de estudo, o valor do teste do Mini Mental State é aumentado em 0,415, indicando que a escolaridade interfere positivamente no estado mental do idoso, e consequentemente em sua cognição. Os resultados encontrados demonstram a necessidade das políticas públicas aumentarem os investimentos para educação da pessoa idosa, melhorando assim a questão cognitiva desta população.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.