Artigo Anais XIII CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

AS IMPLICAÇÕES DA ASSOCIAÇÃO DOS COMPORTAMENTOS LINGUÍSTICOS À GENITÁLIA DE SEUS FALANTES: PROBLEMATIZANDO A METODOLOGIA SOCIOLINGUÍSTICA VARIACIONISTA COM FOCO NA VARIÁVEL “SEXO”

Palavra-chaves: SOCIOLINGUÍSTICA, GÊNERO, IDENTIDADE DE GÊNERO, SEXO Comunicação Oral (CO) GT 07 – Gênero, Sexualidades e Produção do conhecimento
"2018-07-13 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 42086
    "edicao_id" => 89
    "trabalho_id" => 316
    "inscrito_id" => 524
    "titulo" => "AS IMPLICAÇÕES DA ASSOCIAÇÃO DOS COMPORTAMENTOS LINGUÍSTICOS À GENITÁLIA DE SEUS FALANTES: PROBLEMATIZANDO A METODOLOGIA SOCIOLINGUÍSTICA VARIACIONISTA COM FOCO NA VARIÁVEL “SEXO”"
    "resumo" => "O presente trabalho objetiva problematizar o “sexo” enquanto uma variável utilizada em trabalhos que analisam o comportamento linguístico, realizados com base na Sociolinguística (variacionista). Estes estudos são realizados desde o surgimento da disciplina recém citada até os dias atuais, desconsiderando o fato de que a identidade de gênero do falante nada tem a ver com o seu sexo biológico. Este trabalho faz parte do projeto “A língua na diversidade: um estudo sociolinguístico de gays pernambucanos”, que procura observar a diversidade linguística em comunidades formadas pelas consideradas “minorias”, como a comunidade homossexual, por exemplo, cuja descrição dos usos linguísticos não é contemplada nos estudos sociolinguísticos. Fruto desse projeto, a presente pesquisa pretende apontar, a partir do embasamento teórico dos estudos de Tarallo (2007), de Labov (2008) e os estudos de Eckert & McConnel-Ginet (2010), diversas problemáticas que surgem dentro de alguns estudos sociolinguísticos variacionistas, a partir do movimento de resumir os comportamentos linguísticos dos seres humanos, até certo ponto, à sua genitália. Espera-se contribuir para a construção do estudo sobre a heterogeneidade dos usos da língua por uma parcela de falantes do Português, a priori excluída dos estudos tradicionais na linguística, abrangendo comunidades de fala antes marginalizadas e que, a nosso ver, refletem também uma realidade linguística no Brasil, partindo de sua diversidade."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 07 – Gênero, Sexualidades e Produção do conhecimento"
    "palavra_chave" => "SOCIOLINGUÍSTICA, GÊNERO, IDENTIDADE DE GÊNERO, SEXO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV112_MD1_SA8_ID524_11052018230755.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:26"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:15:38"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DEIVID LUIZ DE SOUZA FERRAZ"
    "autor_nome_curto" => "DEIVID FERRAZ"
    "autor_email" => "deivferraz@gmail.com"
    "autor_ies" => "UFRPE/UAST"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-xiii-conages"
    "edicao_nome" => "Anais XIII CONAGES"
    "edicao_evento" => "XIII Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conages/2018"
    "edicao_logo" => "5e4d919238165_19022020165042.png"
    "edicao_capa" => "5e4d91923461c_19022020165042.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-07-13 00:00:00"
    "publicacao_id" => 16
    "publicacao_nome" => "Revista CONAGES"
    "publicacao_codigo" => "2177-4781"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 42086
    "edicao_id" => 89
    "trabalho_id" => 316
    "inscrito_id" => 524
    "titulo" => "AS IMPLICAÇÕES DA ASSOCIAÇÃO DOS COMPORTAMENTOS LINGUÍSTICOS À GENITÁLIA DE SEUS FALANTES: PROBLEMATIZANDO A METODOLOGIA SOCIOLINGUÍSTICA VARIACIONISTA COM FOCO NA VARIÁVEL “SEXO”"
    "resumo" => "O presente trabalho objetiva problematizar o “sexo” enquanto uma variável utilizada em trabalhos que analisam o comportamento linguístico, realizados com base na Sociolinguística (variacionista). Estes estudos são realizados desde o surgimento da disciplina recém citada até os dias atuais, desconsiderando o fato de que a identidade de gênero do falante nada tem a ver com o seu sexo biológico. Este trabalho faz parte do projeto “A língua na diversidade: um estudo sociolinguístico de gays pernambucanos”, que procura observar a diversidade linguística em comunidades formadas pelas consideradas “minorias”, como a comunidade homossexual, por exemplo, cuja descrição dos usos linguísticos não é contemplada nos estudos sociolinguísticos. Fruto desse projeto, a presente pesquisa pretende apontar, a partir do embasamento teórico dos estudos de Tarallo (2007), de Labov (2008) e os estudos de Eckert & McConnel-Ginet (2010), diversas problemáticas que surgem dentro de alguns estudos sociolinguísticos variacionistas, a partir do movimento de resumir os comportamentos linguísticos dos seres humanos, até certo ponto, à sua genitália. Espera-se contribuir para a construção do estudo sobre a heterogeneidade dos usos da língua por uma parcela de falantes do Português, a priori excluída dos estudos tradicionais na linguística, abrangendo comunidades de fala antes marginalizadas e que, a nosso ver, refletem também uma realidade linguística no Brasil, partindo de sua diversidade."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 07 – Gênero, Sexualidades e Produção do conhecimento"
    "palavra_chave" => "SOCIOLINGUÍSTICA, GÊNERO, IDENTIDADE DE GÊNERO, SEXO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV112_MD1_SA8_ID524_11052018230755.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:26"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:15:38"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DEIVID LUIZ DE SOUZA FERRAZ"
    "autor_nome_curto" => "DEIVID FERRAZ"
    "autor_email" => "deivferraz@gmail.com"
    "autor_ies" => "UFRPE/UAST"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-xiii-conages"
    "edicao_nome" => "Anais XIII CONAGES"
    "edicao_evento" => "XIII Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conages/2018"
    "edicao_logo" => "5e4d919238165_19022020165042.png"
    "edicao_capa" => "5e4d91923461c_19022020165042.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-07-13 00:00:00"
    "publicacao_id" => 16
    "publicacao_nome" => "Revista CONAGES"
    "publicacao_codigo" => "2177-4781"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 13 de julho de 2018

Resumo

O presente trabalho objetiva problematizar o “sexo” enquanto uma variável utilizada em trabalhos que analisam o comportamento linguístico, realizados com base na Sociolinguística (variacionista). Estes estudos são realizados desde o surgimento da disciplina recém citada até os dias atuais, desconsiderando o fato de que a identidade de gênero do falante nada tem a ver com o seu sexo biológico. Este trabalho faz parte do projeto “A língua na diversidade: um estudo sociolinguístico de gays pernambucanos”, que procura observar a diversidade linguística em comunidades formadas pelas consideradas “minorias”, como a comunidade homossexual, por exemplo, cuja descrição dos usos linguísticos não é contemplada nos estudos sociolinguísticos. Fruto desse projeto, a presente pesquisa pretende apontar, a partir do embasamento teórico dos estudos de Tarallo (2007), de Labov (2008) e os estudos de Eckert & McConnel-Ginet (2010), diversas problemáticas que surgem dentro de alguns estudos sociolinguísticos variacionistas, a partir do movimento de resumir os comportamentos linguísticos dos seres humanos, até certo ponto, à sua genitália. Espera-se contribuir para a construção do estudo sobre a heterogeneidade dos usos da língua por uma parcela de falantes do Português, a priori excluída dos estudos tradicionais na linguística, abrangendo comunidades de fala antes marginalizadas e que, a nosso ver, refletem também uma realidade linguística no Brasil, partindo de sua diversidade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.