Artigo Anais III CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

A EXPERIÊNCIA DA DOR NA PERSPECTIVA PSICANALÍTICA

Palavra-chaves: PSICANÁLISE, DOR, LUTO Comunicação Oral (CO) AT-13: Psicologia
"2018-06-13 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 40594
    "edicao_id" => 88
    "trabalho_id" => 697
    "inscrito_id" => 1578
    "titulo" => "A EXPERIÊNCIA DA DOR NA PERSPECTIVA PSICANALÍTICA"
    "resumo" => "A dor é um tema que permeia toda a obra de Sigmund Freud (1856 – 1939) e que foi considerado como algo de difícil manejo na clínica, já que não há interpretação possível para este afeto. Embora Freud não tenha feito um estudo sistemático da experiência da dor, nem tenha se empenhado em integra-la ao conjunto de sua teoria psicanalítica, é inegável que, sob as mais variadas formas, a dor foi objeto de suas reflexões durante todo o desenvolvimento de sua obra. Ele fez uma trajetória durante a elaboração da Teoria da Metapsicologia da dor, tanto na sua dimensão física quanto psíquica. Isto posto, propomos neste trabalho fazer uma reflexão encima do afeto da dor. No decorrer do texto realizamos um levantamento bibliográfico para apontar a evolução do pensamento de Freud sobre a questão da dor e do sofrimento. Procuramos, também, discorrer sobre as diversas formas de lidar com estes sentimentos. Logo em seguida, pensamos qual o lugar do analista na clínica da dor e as possíveis intervenções que este pode ofertar para amparar a angustia do analisando. Para tal, apresentamos um caso clínico do psicanalista francês J-D. Nasio."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-13: Psicologia"
    "palavra_chave" => "PSICANÁLISE, DOR, LUTO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV108_MD1_SA13_ID1578_21052018185306.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:25"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:35:31"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "HEUTHELMA RIBEIRO BRAGA SANTOS"
    "autor_nome_curto" => "HEUTHELMA RIBEIRO"
    "autor_email" => "heuthelmabraga@hotmail.co"
    "autor_ies" => ""
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iii-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais III CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "III Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a0164e65af_16022020235844.png"
    "edicao_capa" => "5f1844cf3c5b5_22072020105319.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-06-13 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 40594
    "edicao_id" => 88
    "trabalho_id" => 697
    "inscrito_id" => 1578
    "titulo" => "A EXPERIÊNCIA DA DOR NA PERSPECTIVA PSICANALÍTICA"
    "resumo" => "A dor é um tema que permeia toda a obra de Sigmund Freud (1856 – 1939) e que foi considerado como algo de difícil manejo na clínica, já que não há interpretação possível para este afeto. Embora Freud não tenha feito um estudo sistemático da experiência da dor, nem tenha se empenhado em integra-la ao conjunto de sua teoria psicanalítica, é inegável que, sob as mais variadas formas, a dor foi objeto de suas reflexões durante todo o desenvolvimento de sua obra. Ele fez uma trajetória durante a elaboração da Teoria da Metapsicologia da dor, tanto na sua dimensão física quanto psíquica. Isto posto, propomos neste trabalho fazer uma reflexão encima do afeto da dor. No decorrer do texto realizamos um levantamento bibliográfico para apontar a evolução do pensamento de Freud sobre a questão da dor e do sofrimento. Procuramos, também, discorrer sobre as diversas formas de lidar com estes sentimentos. Logo em seguida, pensamos qual o lugar do analista na clínica da dor e as possíveis intervenções que este pode ofertar para amparar a angustia do analisando. Para tal, apresentamos um caso clínico do psicanalista francês J-D. Nasio."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-13: Psicologia"
    "palavra_chave" => "PSICANÁLISE, DOR, LUTO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV108_MD1_SA13_ID1578_21052018185306.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:25"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:35:31"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "HEUTHELMA RIBEIRO BRAGA SANTOS"
    "autor_nome_curto" => "HEUTHELMA RIBEIRO"
    "autor_email" => "heuthelmabraga@hotmail.co"
    "autor_ies" => ""
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iii-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais III CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "III Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a0164e65af_16022020235844.png"
    "edicao_capa" => "5f1844cf3c5b5_22072020105319.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-06-13 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 13 de junho de 2018

Resumo

A dor é um tema que permeia toda a obra de Sigmund Freud (1856 – 1939) e que foi considerado como algo de difícil manejo na clínica, já que não há interpretação possível para este afeto. Embora Freud não tenha feito um estudo sistemático da experiência da dor, nem tenha se empenhado em integra-la ao conjunto de sua teoria psicanalítica, é inegável que, sob as mais variadas formas, a dor foi objeto de suas reflexões durante todo o desenvolvimento de sua obra. Ele fez uma trajetória durante a elaboração da Teoria da Metapsicologia da dor, tanto na sua dimensão física quanto psíquica. Isto posto, propomos neste trabalho fazer uma reflexão encima do afeto da dor. No decorrer do texto realizamos um levantamento bibliográfico para apontar a evolução do pensamento de Freud sobre a questão da dor e do sofrimento. Procuramos, também, discorrer sobre as diversas formas de lidar com estes sentimentos. Logo em seguida, pensamos qual o lugar do analista na clínica da dor e as possíveis intervenções que este pode ofertar para amparar a angustia do analisando. Para tal, apresentamos um caso clínico do psicanalista francês J-D. Nasio.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.