Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 205
INTERDISCIPLINARIDADE E PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO NO BRASIL

Palavra-chaves: INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR, INTERDISCIPLINARIDADE, PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO Comunicação Oral (CO) GT 02 - Didática, Currículo e Política Educacional Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

As mudanças ocorridas no contexto mundial têm fomentado uma série de reflexões sobre a universidade, seja no contexto da graduação ou de pós-graduação. As instituições de ensino superior tem a competência de formar indivíduos capazes de exercerem uma consciência crítica e não somente prover conhecimento para o mercado de trabalho. Para cumprir com este proposito a universidade não deve centrar-se no paradigma cartesiano, que dissocia o pensamento da ação, devendo refletir sobre suas práticas a partir da interdisciplinaridade. Dessa forma, este estudo objetivou identificar o número de Programas de Pós-Graduação Interdisciplinar no Brasil, bem como tecer uma reflexão sobre a interdisciplinaridade no espaço acadêmico. Para a realização deste trabalho, utilizou-se como procedimento metodológico a pesquisa qualitativa quando se elaborou uma revisão teórica e na análise de documentos. Ao trabalhar com os dados compilados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), abordou-se o método quantitativo. Para a coleta de dados utilizou-se a ferramenta disponível pela CAPES conhecida como Sistema de Informações Georreferenciadas (GeoCAPES). Os resultados mostraram que o crescente número de programas de pós-graduação no Brasil está relacionado aos investimentos em educação, na formação de pesquisadores em universidades brasileiras, públicas e privadas, dialogando com as demandas da sociedade. Apesar dos números indicarem um elevado desenvolvimento da educação brasileira, destaca-se ainda uma assimetria na distribuição regional. A interdisciplinaridade de fato teve um avanço quantitativo em todo o país, liderando as áreas de avaliação, sendo a modalidade com maior número de cursos stricto sensu do País. Constata-se que esse crescimento também foi qualitativo, haja vista que a última Avaliação Quadrienal da CAPES, esta área foi a que teve mais cursos avaliados, e, apesar da grande quantidade de programas descredenciados, a grande maioria pode ser reconsiderados. Conclui-se que os 335 cursos de pós-graduação interdisciplinares são de grande importância para a sociedade, contribuindo com a ampliação da visão científica sobre as múltiplas dimensões do conhecimento, ofertando assim uma nova identidade ao pesquisador, tornando-o capaz de compreender e agir numa perspectiva multidisciplinar.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.