Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS NO ENSINO DE CIÊNCIAS PARA O CURSO DE PEDAGOGIA

Palavra-chaves: INOVAÇÕES METODOLÓGICAS, ENSINO-APRENDIZAGEM, ESPAÇOS NÃO-FORMAIS Pôster (PO) GT 16 – Ensino de Ciências Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Sabe-se que essa relação é essencial para o equilíbrio e preservação dos indivíduos, onde diretamente se associa a realidade da inclusão social e respeito do ser humano ao seu habitat que se está inserido no meio ambiente. A disciplina de ciências favorece a compreensão de conteúdos, noções e conceitos de fatos e fenômenos relacionados à vida, diversidade cultural, social e da produção científica. Para o ensino de ciências, é necessário possibilitar atividades que estimulem a formação cognitiva e prazerosa ao aluno. Os espaços não formais são exemplos de espaços que favorecem a transmissão diferenciada aos educandos no ensino, acrescentando assim a qualidade da prática educativa que pode ser utilizada. O zoológico é um desses espaços institucionalizados que contém coleções e espécies de animais em cativeiro, um ambiente capaz de promover a exposição e a pesquisa. Diante dessa perspectiva, o objetivo do trabalho se deu sobre a importância de inovações metodológicas para o ensino de ciências de uma aula de campo visual sensitiva, bem como a utilização de espaços não formais. O local para realização de estudo foi o Parque Zoobotânico Arruda Câmara, e essa atividade foi realizada com estudantes do curso de pedagogia da Universidade Federal da Paraíba. Em decorrência de sua riqueza estrutural e diversidade botânica, foram escolhidos três lugares específicos no parque para a realização de três atividades: estação do solo, estação das aves e estação da água. A cada estacão, era feito uma pausa para a explicação do conteúdo e dos modelos didáticos associados aos temas abordados. A maioria dos participantes inicialmente apresentaram dificuldades para definir os termos, porém, após as atividades realizadas em cada estação resultaram em debates e discussões relacionados aos conteúdos abordados como participação efetiva e satisfatória da atividade. A importância de como o professor possa realizar as atividades, ainda em sua formação inicial, é essencial para a construção de uma consciência e concepções do saber científico relacionado à natureza. Com a utilização do ambiente não formal para a realização das atividades, foi possível identificar que, quando há um planejamento e metas a serem traçadas, afirma-se que os objetivos propostos serão realizados. É possível realizar atividades lúdicas extraclasse de forma eficaz, que contribuam com os conteúdos escolares dos estudantes.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.