Artigo Anais III CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

A ABORDAGEM DO IDOSO EM ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

Palavra-chaves: IDOSO, ATENÇÃO BÁSICA, ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA Pôster (PO) Atenção integral à saúde: promoção, prevenção, tratamento e reabilitação do idoso Publicado em 15 de junho de 2013

Resumo

A ABORDAGEM DO IDOSO EM ESTRATÉGIAS DE SAÚDE DA FAMÍLIAIntrodução: O processo do envelhecimento populacional é contínuo e requer atenção especial no âmbito da saúde, em seu diagnóstico, cuidado e prevenção. Tendo em vista essa preocupação, no Brasil foi instituída a Politica Nacional de Saúde do Idoso (PNSI); que visa à promoção do envelhecimento saudável, à prevenção de doenças, à recuperação da saúde, à preservação/melhoria/reabilitação da capacidade funcional dos idosos¹. Todas essas ações propostas devem objetivar ao máximo manter essa parcela da população em comunidade, junto a família e de maneira digna e confortável; e nesse sentindo surge o atendimento em Programas de Saúde da Família, de modo a orientar, informar e apoiar esses pacientes. Esse tipo de cuidado deve tomar como base a orientação famíliar e estar disponível em Unidades Básicas de Saúde da Família (UBS), de modo particular em unidades sob a estratégia de saúde da família, vinculando o idoso ao Sistema Único de Saúde (SUS). Objetivos: Compreender a Política Nacional de Saúde do Idoso em meio ao crescente envelhecimento e analisar a abordagem da mesma em Programas de Saúde da Família. Metodologia: Revisão sistemática de literatura a partir de artigos por meio da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), destacando-se a base de dados Scielo (Scientific Eletronic Library Online). Critérios de inclusão: artigos publicados entre 2001 e 2007, que abordaram a temática da saúde do idoso no Programa de Saúde da Família (PSF). Descartaram-se artigos publicados que não propuseram esclarecimento à abordagem de idosos em planos públicos de saúde. Resultados: Dentre as diversos publicações consultadas, consideraram-se por critério de inclusão 6 artigos . Ambos abordam o tema de maneira clara e concisa de modo a apresentar a prevenção e promoção da saúde do idoso na sua vida em comunidade. É papel do profissional de saúde na atenção básica, habilitar o seu trabalho de modo a garantir uma assistência integral e contínua a esse tipo de paciente e proporciona-lo qualidade de vida. A Estratégia de Saúde da Família surge nesse sentido para considerar as mudanças físicas e psicológicas desse idoso, destacando a importância de informar e alertar esses pacientes bem como todos os membros que compõem suas famílias. Conclusão: A Estratégia de Saúde da Família apoia-se sob a PNSI e integra o idoso a sua comunidade, garantindo-lhe qualidade de vida e participação em sociedade. Profissionais que atuam em atenção básica devem voltar- se ao seu cuidado, bem como informações para a prevenção e alerta ao paciente da Terceira Idade, tendo em vista o aumento da expectativa de vida e o crescimento populacional acentuado. A Estratégia de Saúde da Família deve estar sempre atenta à pessoa idosa buscando o seu bem estar e manutenção de uma rotina funcional para o mesmo. Palavras-chave: Idoso, Atenção Básica, Estratégia de Saúde da Família.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.