Artigo Anais VI CONGREFIP

ANAIS de Evento

ISSN: 2527-0060

A INTENSA ROTINA DE TRABALHO DO ENFERMEIRO E SUAS CONSEQUÊNCIAS

Palavra-chaves: ESGOTAMENTO PROFISSIONAL, SÍNDROME DE BURNOUT, SEGURANÇA Comunicação Oral (CO) Enfermagem Assistencial Publicado em 10 de maio de 2017

Resumo

A INTENSA ROTINA DE TRABALHO DO ENFERMEIRO E SUAS CONSEQUÊNCIAS A carga de trabalho da Enfermagem tem sido evidenciada como fator de risco para a segurança do paciente, devido a pressa para cumprimento de metas, exigindo o máximo de rendimento dos funcionários aliado a resultados positivos a serem alcançados e o dobramento de escalas por ausência de outros funcionários, reduzindo tempo de intervalo para descanso e tarefas decididas a serem realizadas fora do turno de trabalho, tem sido um dos grandes causadores não só de erros de enfermagem como também do adoecimento dos trabalhadores.Diante disso foi relatado as principais causas relacionados a sobrecarga intensiva de trabalho do enfermeiro. A equipe de enfermagem é responsável pelo cuidado ao paciente, pois é ela que atua integralmente no cuidado do indivíduo, geralmente são expostos a diferentes cargas de trabalho, consequentemente ficando exposto ao risco de adoecer emocionalmente ou adquirir estresse ocupacional, podendo ocasionar uma síndrome de Burnout. Sendo assim fica evidente o desenvolvimento e a implementação de planos de gerenciamento de qualidade de vida. Palavras-Chave: Esgotamento profissional, síndrome de Burnout, segurança

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.