Artigo Anais IV SINALGE

ANAIS de Evento

ISSN: 2527-0028

FORMAÇÃO DOCENTE NA CONTEMPORANEIDADE: RELAÇÃO ENTRE TEORIA E PRÁTICA EM CONTEXTO ESCOLAR

Palavra-chaves: PARADIGMAS EDUCACIONAIS, TEORIA E PRÁTICA, FORMAÇÃO DOCENTE Comunicação Oral (CO) GT01-FORMAÇÃO DOCENTE E CONTEMPORANEIDADE
"2017-04-27 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 27358
    "edicao_id" => 57
    "trabalho_id" => 285
    "inscrito_id" => 290
    "titulo" => "FORMAÇÃO DOCENTE NA CONTEMPORANEIDADE: RELAÇÃO ENTRE TEORIA E PRÁTICA EM CONTEXTO ESCOLAR"
    "resumo" => "No Brasil, as discussões referentes à conjuntura educacional não são recentes. Na área de ensino de línguas, estas discussões referem-se, em especial, ao ensino meramente gramatical, o qual está alicerçado em concepções tradicionais, sendo alvo de discussões consideráveis desde 1980 (BAZARIM e APARÍCIO, 2008). Neste ensino, põem-se de lado os atos reflexivos do aluno, assim como a atuação reflexiva do professor, tornando a prática pedagógica um ato mecânico encalcado em concepções paradigmáticas tradicionais. Diante disto, o presente artigo objetiva apresentar e discutir a caracterização do profissional atual da área do magistério, a partir de observações de práticas educativas realizadas em contexto de sala de aula, comparando-as com as teorias estudadas que fomentam a formação docente no Curso de Letras-Língua Portuguesa (UFCG), as quais se referem às teorias educacionais do paradigma tradicional e do paradigma emergente. Metodologicamente, esta pesquisa caracteriza-se como qualitativa de natureza interpretativa e descritiva, tornando, assim, improvável uma postura neutra dos pesquisadores (ANDRÉ, 1995). Teoricamente, subsidiamo-nos, como aporte teórico, nos seguintes estudiosos: Kuhn (1992); Perrenoud (2002); Flach e Behrens (2008); Maia (2009); Geraldi (2010). Através da relação entre teoria e prática realizada, constata-se que, na atualidade, o perfil do profissional de docência caracteriza-se por manter-se tanto enraizado em concepções paradigmáticas tradicionais como emergentes, a fim de manter-se flexível, mas detentor de uma base em suas práticas educativas, a qual propicie-lhe um norte. Nesse sentido, a construção identitária do profissional do oficio de magistério encontra-se nesta constante entre o agir tradicional e o agir inovador, possibilitando, assim, atitudes reflexivas em sua atuação."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT01-FORMAÇÃO DOCENTE E CONTEMPORANEIDADE"
    "palavra_chave" => "PARADIGMAS EDUCACIONAIS, TEORIA E PRÁTICA, FORMAÇÃO DOCENTE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV066_MD1_SA1_ID290_15032017000757.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:13"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:56:12"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "PAULO RICARDO FERREIRA PEREIRA"
    "autor_nome_curto" => "PAULO RICARDO"
    "autor_email" => "paulobtw@live.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-sinalge"
    "edicao_nome" => "Anais IV SINALGE"
    "edicao_evento" => "IV Simpósio Nacional de Linguagens e Gêneros Textuais"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/sinalge/2017"
    "edicao_logo" => "5e4d8586dda3e_19022020155918.png"
    "edicao_capa" => "5f1880a141ece_22072020150833.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-04-27 00:00:00"
    "publicacao_id" => 35
    "publicacao_nome" => "Anais SINALGE"
    "publicacao_codigo" => "2527-0028"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 27358
    "edicao_id" => 57
    "trabalho_id" => 285
    "inscrito_id" => 290
    "titulo" => "FORMAÇÃO DOCENTE NA CONTEMPORANEIDADE: RELAÇÃO ENTRE TEORIA E PRÁTICA EM CONTEXTO ESCOLAR"
    "resumo" => "No Brasil, as discussões referentes à conjuntura educacional não são recentes. Na área de ensino de línguas, estas discussões referem-se, em especial, ao ensino meramente gramatical, o qual está alicerçado em concepções tradicionais, sendo alvo de discussões consideráveis desde 1980 (BAZARIM e APARÍCIO, 2008). Neste ensino, põem-se de lado os atos reflexivos do aluno, assim como a atuação reflexiva do professor, tornando a prática pedagógica um ato mecânico encalcado em concepções paradigmáticas tradicionais. Diante disto, o presente artigo objetiva apresentar e discutir a caracterização do profissional atual da área do magistério, a partir de observações de práticas educativas realizadas em contexto de sala de aula, comparando-as com as teorias estudadas que fomentam a formação docente no Curso de Letras-Língua Portuguesa (UFCG), as quais se referem às teorias educacionais do paradigma tradicional e do paradigma emergente. Metodologicamente, esta pesquisa caracteriza-se como qualitativa de natureza interpretativa e descritiva, tornando, assim, improvável uma postura neutra dos pesquisadores (ANDRÉ, 1995). Teoricamente, subsidiamo-nos, como aporte teórico, nos seguintes estudiosos: Kuhn (1992); Perrenoud (2002); Flach e Behrens (2008); Maia (2009); Geraldi (2010). Através da relação entre teoria e prática realizada, constata-se que, na atualidade, o perfil do profissional de docência caracteriza-se por manter-se tanto enraizado em concepções paradigmáticas tradicionais como emergentes, a fim de manter-se flexível, mas detentor de uma base em suas práticas educativas, a qual propicie-lhe um norte. Nesse sentido, a construção identitária do profissional do oficio de magistério encontra-se nesta constante entre o agir tradicional e o agir inovador, possibilitando, assim, atitudes reflexivas em sua atuação."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT01-FORMAÇÃO DOCENTE E CONTEMPORANEIDADE"
    "palavra_chave" => "PARADIGMAS EDUCACIONAIS, TEORIA E PRÁTICA, FORMAÇÃO DOCENTE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV066_MD1_SA1_ID290_15032017000757.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:13"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:56:12"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "PAULO RICARDO FERREIRA PEREIRA"
    "autor_nome_curto" => "PAULO RICARDO"
    "autor_email" => "paulobtw@live.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-sinalge"
    "edicao_nome" => "Anais IV SINALGE"
    "edicao_evento" => "IV Simpósio Nacional de Linguagens e Gêneros Textuais"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/sinalge/2017"
    "edicao_logo" => "5e4d8586dda3e_19022020155918.png"
    "edicao_capa" => "5f1880a141ece_22072020150833.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-04-27 00:00:00"
    "publicacao_id" => 35
    "publicacao_nome" => "Anais SINALGE"
    "publicacao_codigo" => "2527-0028"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 27 de abril de 2017

Resumo

No Brasil, as discussões referentes à conjuntura educacional não são recentes. Na área de ensino de línguas, estas discussões referem-se, em especial, ao ensino meramente gramatical, o qual está alicerçado em concepções tradicionais, sendo alvo de discussões consideráveis desde 1980 (BAZARIM e APARÍCIO, 2008). Neste ensino, põem-se de lado os atos reflexivos do aluno, assim como a atuação reflexiva do professor, tornando a prática pedagógica um ato mecânico encalcado em concepções paradigmáticas tradicionais. Diante disto, o presente artigo objetiva apresentar e discutir a caracterização do profissional atual da área do magistério, a partir de observações de práticas educativas realizadas em contexto de sala de aula, comparando-as com as teorias estudadas que fomentam a formação docente no Curso de Letras-Língua Portuguesa (UFCG), as quais se referem às teorias educacionais do paradigma tradicional e do paradigma emergente. Metodologicamente, esta pesquisa caracteriza-se como qualitativa de natureza interpretativa e descritiva, tornando, assim, improvável uma postura neutra dos pesquisadores (ANDRÉ, 1995). Teoricamente, subsidiamo-nos, como aporte teórico, nos seguintes estudiosos: Kuhn (1992); Perrenoud (2002); Flach e Behrens (2008); Maia (2009); Geraldi (2010). Através da relação entre teoria e prática realizada, constata-se que, na atualidade, o perfil do profissional de docência caracteriza-se por manter-se tanto enraizado em concepções paradigmáticas tradicionais como emergentes, a fim de manter-se flexível, mas detentor de uma base em suas práticas educativas, a qual propicie-lhe um norte. Nesse sentido, a construção identitária do profissional do oficio de magistério encontra-se nesta constante entre o agir tradicional e o agir inovador, possibilitando, assim, atitudes reflexivas em sua atuação.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.