Artigo Anais IV SINALGE

ANAIS de Evento

ISSN: 2527-0028

DISCURSO E REFERENCIAÇÃO NO TEXTO MIDIÁTICO: A CONSTRUÇÃO DO OBJETO DE DISCURSO “MST” NUMA PUBLICAÇÃO DA REVISTA VEJA

Palavra-chaves: DISCURSO, PODER, MÍDIA, REFERENCIAÇÃO Comunicação Oral (CO) GT06-AS PRÁTICAS DISCURSIVAS DO COTIDIANO: ENTRE O PODER E A RESISTÊNCIA
"2017-04-27 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 27311
    "edicao_id" => 57
    "trabalho_id" => 78
    "inscrito_id" => 575
    "titulo" => "DISCURSO E REFERENCIAÇÃO NO TEXTO MIDIÁTICO: A CONSTRUÇÃO DO OBJETO DE DISCURSO “MST” NUMA PUBLICAÇÃO DA REVISTA VEJA"
    "resumo" => "Enquanto prática de nomeação em eventos discursivos, a referenciação constitui-se num importante aspecto de análise linguística na medida em que pode nos revelar  crenças, filiações instituicionais e/ou políticas, bem como intenções e propósitos por parte do sujeito enunciador de um discurso. Trata-se, portanto, de um elemento fundamental na construção de nossas visões mundo. Por isso que, à luz das teorias que investigam o papel da mídia na produção e disseminação de práticas simbólicas e da Análise Crítica do Discurso, este trabalho busca investigar o funcionamento da referenciação enquanto atividade linguística por meio da qual os objetos de discurso são construídos e reproduzidos nas práticas discursivas. Para tanto, buscamos examinar na construção do objeto de discurso “MST” pela Revista Veja, marcas discursivas reveladoras das intenções do sujeito enunciador e os possíveis efeitos de sua escolhas lexicais.  Assim, se estamos trabalhando com um discurso midiático não poderemos nos furtar de uma reflexão sobre a maneira como as produções discursivas podem ser reguladas pelas instituições ou pessoas detentoras de poder. O objetivo maior é observar como as escolhas lexicais podem transformar um objeto de mundo num determinado objeto de discurso que atenda aos propósitos do enunciador, mas também sem deixar de pensar criticamente as implicações de tais escolhas no estabelecimento da comunicação."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT06-AS PRÁTICAS DISCURSIVAS DO COTIDIANO: ENTRE O PODER E A RESISTÊNCIA"
    "palavra_chave" => "DISCURSO, PODER, MÍDIA, REFERENCIAÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV066_MD1_SA6_ID575_15022017122256.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:13"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:56:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JOSIMERE MARIA DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "JOSI MARIA"
    "autor_email" => "josimaria.ll@gmail.com"
    "autor_ies" => "IFAL/UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-sinalge"
    "edicao_nome" => "Anais IV SINALGE"
    "edicao_evento" => "IV Simpósio Nacional de Linguagens e Gêneros Textuais"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/sinalge/2017"
    "edicao_logo" => "5e4d8586dda3e_19022020155918.png"
    "edicao_capa" => "5f1880a141ece_22072020150833.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-04-27 00:00:00"
    "publicacao_id" => 35
    "publicacao_nome" => "Anais SINALGE"
    "publicacao_codigo" => "2527-0028"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 27311
    "edicao_id" => 57
    "trabalho_id" => 78
    "inscrito_id" => 575
    "titulo" => "DISCURSO E REFERENCIAÇÃO NO TEXTO MIDIÁTICO: A CONSTRUÇÃO DO OBJETO DE DISCURSO “MST” NUMA PUBLICAÇÃO DA REVISTA VEJA"
    "resumo" => "Enquanto prática de nomeação em eventos discursivos, a referenciação constitui-se num importante aspecto de análise linguística na medida em que pode nos revelar  crenças, filiações instituicionais e/ou políticas, bem como intenções e propósitos por parte do sujeito enunciador de um discurso. Trata-se, portanto, de um elemento fundamental na construção de nossas visões mundo. Por isso que, à luz das teorias que investigam o papel da mídia na produção e disseminação de práticas simbólicas e da Análise Crítica do Discurso, este trabalho busca investigar o funcionamento da referenciação enquanto atividade linguística por meio da qual os objetos de discurso são construídos e reproduzidos nas práticas discursivas. Para tanto, buscamos examinar na construção do objeto de discurso “MST” pela Revista Veja, marcas discursivas reveladoras das intenções do sujeito enunciador e os possíveis efeitos de sua escolhas lexicais.  Assim, se estamos trabalhando com um discurso midiático não poderemos nos furtar de uma reflexão sobre a maneira como as produções discursivas podem ser reguladas pelas instituições ou pessoas detentoras de poder. O objetivo maior é observar como as escolhas lexicais podem transformar um objeto de mundo num determinado objeto de discurso que atenda aos propósitos do enunciador, mas também sem deixar de pensar criticamente as implicações de tais escolhas no estabelecimento da comunicação."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT06-AS PRÁTICAS DISCURSIVAS DO COTIDIANO: ENTRE O PODER E A RESISTÊNCIA"
    "palavra_chave" => "DISCURSO, PODER, MÍDIA, REFERENCIAÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV066_MD1_SA6_ID575_15022017122256.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:13"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:56:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JOSIMERE MARIA DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "JOSI MARIA"
    "autor_email" => "josimaria.ll@gmail.com"
    "autor_ies" => "IFAL/UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-sinalge"
    "edicao_nome" => "Anais IV SINALGE"
    "edicao_evento" => "IV Simpósio Nacional de Linguagens e Gêneros Textuais"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/sinalge/2017"
    "edicao_logo" => "5e4d8586dda3e_19022020155918.png"
    "edicao_capa" => "5f1880a141ece_22072020150833.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-04-27 00:00:00"
    "publicacao_id" => 35
    "publicacao_nome" => "Anais SINALGE"
    "publicacao_codigo" => "2527-0028"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 27 de abril de 2017

Resumo

Enquanto prática de nomeação em eventos discursivos, a referenciação constitui-se num importante aspecto de análise linguística na medida em que pode nos revelar crenças, filiações instituicionais e/ou políticas, bem como intenções e propósitos por parte do sujeito enunciador de um discurso. Trata-se, portanto, de um elemento fundamental na construção de nossas visões mundo. Por isso que, à luz das teorias que investigam o papel da mídia na produção e disseminação de práticas simbólicas e da Análise Crítica do Discurso, este trabalho busca investigar o funcionamento da referenciação enquanto atividade linguística por meio da qual os objetos de discurso são construídos e reproduzidos nas práticas discursivas. Para tanto, buscamos examinar na construção do objeto de discurso “MST” pela Revista Veja, marcas discursivas reveladoras das intenções do sujeito enunciador e os possíveis efeitos de sua escolhas lexicais. Assim, se estamos trabalhando com um discurso midiático não poderemos nos furtar de uma reflexão sobre a maneira como as produções discursivas podem ser reguladas pelas instituições ou pessoas detentoras de poder. O objetivo maior é observar como as escolhas lexicais podem transformar um objeto de mundo num determinado objeto de discurso que atenda aos propósitos do enunciador, mas também sem deixar de pensar criticamente as implicações de tais escolhas no estabelecimento da comunicação.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.