Artigo Anais VIII FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

HISTÓRIA E MEMÓRIA DA EDUCAÇÃO MARANHENSE: CONCEPÇÕES PEDAGÓGICAS IDENTIFICADAS NA OBRA LITERÁRIA CAZUZA, DE VIRIATO CORRÊA

Palavra-chaves: HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, LITERATURA, CONCEPÇÕES PEDAGÓGICAS Comunicação Oral (CO) GT 39 – HISTÓRIA E MEMÓRIA DA EDUCAÇÃO MARANHENSE Publicado em 09 de novembro de 2016

Resumo

A presente comunicação tem por objetivo analisar os três tipos de escolas citadas por Viriato Corrêa em sua obra literária Cazuza, produzida em 1938. Através das orientações historiográficas de Lopes (2012) e Lopes e Galvão (2010), compreendemos que a literatura pode ser utilizada como fonte, pois representa para a história acontecimentos sobre o cotidiano e estado da humanidade diante das transformações históricas. Peter Burke (1992), apresenta a reflexão sobre a possibilidade de novas fontes trazidas pela História Cultural a partir de 1970, devido à presença de representações sociais muitas vezes ignoradas pelos documentos oficiais. A partir desse contexto, compreendeu-se que a literatura pode ser utilizada como fonte alternativa nos estudos da História da Educação. Desta maneira, utilizaremos Cazuza como obra literária que captura a memória de um passado escolar no Maranhão apresentando características das concepções pedagógicas, representadas nos modelos de escolas presentes na obra.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.