Artigo Anais I CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

URGÊNCIA NA ATENÇÃO PRIMÁRIA: CONDUTAS DO ENFERMEIRO

Palavra-chaves: ATENÇÃO PRIMÁRIA, SOCORRO DE URGÊNCIA, ENFERMEIRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA Comunicação Oral (CO) AT-04: ENFERMAGEM
"2016-06-15 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 19544
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 208
    "inscrito_id" => 1770
    "titulo" => "URGÊNCIA NA ATENÇÃO PRIMÁRIA: CONDUTAS DO ENFERMEIRO"
    "resumo" => "A atenção primária deve ser o primeiro contato da população com o sistema de saúde sendo assim importante pelo vínculo direto com comunidade. O enfermeiro neste nível de atenção abrange entre suas responsabilidades, classificar as demandas e realizar o atendimento na unidade de saúde de acordo com os recursos disponibilizados, seja urgência ou não. Objetivou-se identificar as condutas adotadas pelo enfermeiro diante do atendimento de urgência em um município do interior do Ceará. Trata-se de um estudo de caso de caráter descritivo de cunho qualitativo. Os sujeitos da pesquisa foram 08 enfermeiros atuantes na Estratégia de Saúde da Família do município de Várzea Alegre, Ceará, Brasil. O instrumento de coleta de dados foi um questionário semiestruturado, realizado no ano de 2014. Os resultados expõem que as principais condutas adotadas pelos participantes em caso de urgência na atenção primária seriam encaminhar ao profissional médico e transferir o usuário para unidade de referência. Conclui-se que a partir dos recursos disponíveis e quando a prática alia-se a um plano de assistência sistematizada e bem implementada, acerca de conhecimentos técnicos e teóricos de atendimento, as intervenções de enfermagem garantem a qualidade e a efetividade da assistência prestada possibilitando um atendimento urgente/emergencial precoce, o que reflete num melhor prognóstico do paciente. Faz-se necessário o desenvolvimento de capacidades de acolher, responsabilizar, resolver e autonomizar pelos enfermeiros."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-04: ENFERMAGEM"
    "palavra_chave" => "ATENÇÃO PRIMÁRIA, SOCORRO DE URGÊNCIA, ENFERMEIRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD1_SA4_ID1770_02052016103537.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:05"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "AMANDA SOARES"
    "autor_nome_curto" => "AMANDA SOARES"
    "autor_email" => "amandar_soares@hotmail.co"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 19544
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 208
    "inscrito_id" => 1770
    "titulo" => "URGÊNCIA NA ATENÇÃO PRIMÁRIA: CONDUTAS DO ENFERMEIRO"
    "resumo" => "A atenção primária deve ser o primeiro contato da população com o sistema de saúde sendo assim importante pelo vínculo direto com comunidade. O enfermeiro neste nível de atenção abrange entre suas responsabilidades, classificar as demandas e realizar o atendimento na unidade de saúde de acordo com os recursos disponibilizados, seja urgência ou não. Objetivou-se identificar as condutas adotadas pelo enfermeiro diante do atendimento de urgência em um município do interior do Ceará. Trata-se de um estudo de caso de caráter descritivo de cunho qualitativo. Os sujeitos da pesquisa foram 08 enfermeiros atuantes na Estratégia de Saúde da Família do município de Várzea Alegre, Ceará, Brasil. O instrumento de coleta de dados foi um questionário semiestruturado, realizado no ano de 2014. Os resultados expõem que as principais condutas adotadas pelos participantes em caso de urgência na atenção primária seriam encaminhar ao profissional médico e transferir o usuário para unidade de referência. Conclui-se que a partir dos recursos disponíveis e quando a prática alia-se a um plano de assistência sistematizada e bem implementada, acerca de conhecimentos técnicos e teóricos de atendimento, as intervenções de enfermagem garantem a qualidade e a efetividade da assistência prestada possibilitando um atendimento urgente/emergencial precoce, o que reflete num melhor prognóstico do paciente. Faz-se necessário o desenvolvimento de capacidades de acolher, responsabilizar, resolver e autonomizar pelos enfermeiros."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT-04: ENFERMAGEM"
    "palavra_chave" => "ATENÇÃO PRIMÁRIA, SOCORRO DE URGÊNCIA, ENFERMEIRO DE SAÚDE DA FAMÍLIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD1_SA4_ID1770_02052016103537.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:05"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "AMANDA SOARES"
    "autor_nome_curto" => "AMANDA SOARES"
    "autor_email" => "amandar_soares@hotmail.co"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 15 de junho de 2016

Resumo

A atenção primária deve ser o primeiro contato da população com o sistema de saúde sendo assim importante pelo vínculo direto com comunidade. O enfermeiro neste nível de atenção abrange entre suas responsabilidades, classificar as demandas e realizar o atendimento na unidade de saúde de acordo com os recursos disponibilizados, seja urgência ou não. Objetivou-se identificar as condutas adotadas pelo enfermeiro diante do atendimento de urgência em um município do interior do Ceará. Trata-se de um estudo de caso de caráter descritivo de cunho qualitativo. Os sujeitos da pesquisa foram 08 enfermeiros atuantes na Estratégia de Saúde da Família do município de Várzea Alegre, Ceará, Brasil. O instrumento de coleta de dados foi um questionário semiestruturado, realizado no ano de 2014. Os resultados expõem que as principais condutas adotadas pelos participantes em caso de urgência na atenção primária seriam encaminhar ao profissional médico e transferir o usuário para unidade de referência. Conclui-se que a partir dos recursos disponíveis e quando a prática alia-se a um plano de assistência sistematizada e bem implementada, acerca de conhecimentos técnicos e teóricos de atendimento, as intervenções de enfermagem garantem a qualidade e a efetividade da assistência prestada possibilitando um atendimento urgente/emergencial precoce, o que reflete num melhor prognóstico do paciente. Faz-se necessário o desenvolvimento de capacidades de acolher, responsabilizar, resolver e autonomizar pelos enfermeiros.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.