Artigo Anais I CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

PROTEÍNA C-REATIVA ULTRASSENSÍVEL E SUA RELAÇÃO COM O ESTADO NUTRICIONAL DE ADOLESCENTES ESCOLARES

Palavra-chaves: OBESIDADE, PROTEÍNA C-REATIVA, ADOLESCENTE, QUALIDADE DE VIDA Pôster (PO) AT-07: SAÚDE COLETIVA
"2016-06-15 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 19439
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 65
    "inscrito_id" => 548
    "titulo" => "PROTEÍNA C-REATIVA ULTRASSENSÍVEL E SUA RELAÇÃO COM O ESTADO NUTRICIONAL DE ADOLESCENTES ESCOLARES"
    "resumo" => "Objetivo: Avaliar a prevalência de PCR-u alterada e sua relação com o estado nutricional de adolescentes escolares. Métodos: Estudo transversal desenvolvido entre 2012 e 2013 nas escolas públicas de Campina Grande-PB. A amostra foi composta por 540 adolescentes do ensino médio, entre 15 e 20 anos. Foram aplicados questionários, realizada antropometria e coleta sanguínea necessária aos procedimentos do estudo. Os dados foram duplamente digitados e analisados no SPSS 22.0, adotando-se o intervalo de confiança de 95%. Resultados: Entre os estudantes, a média de idade foi de 16 anos. A maioria era do sexo feminino (66,5%), não branco (79,1%), pertencente às classes econômicas C, D e E (69,4%). Destaca-se alta prevalência de sedentarismo (79,1%) e de insuficiência na atividade física (58,9%). Com relação ao estado nutricional, a maioria era eutrófico (78,3%); 12,8% tinham sobrepeso e 4,6% obesidade. Verificou-se uma associação estatisticamente significante entre a PCR-u e o estado nutricional dos adolescentes (p=0,001); de forma que ter sobrepeso ou obesidade aumenta em 4,4 vezes as chances de ter PCR-u alterado. Conclusão: Identificamos que a PCR-u se apresentou alterada em parte dos adolescentes com sobrepeso e obesidade, o que revela uma predisposição para o desenvolvimento futuro de doenças cardiovasculares. Observou-se também, alta taxa de sedentarismo e elevação da pressão arterial, sendo estas alterações encontradas, influenciadas pelo estilo de vida adotado. Dessa forma, os altos percentis encontrados alertam para a necessidade de incentivar a adoção de um estilo de vida saudável, com detecção e intervenção precoce."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-07: SAÚDE COLETIVA"
    "palavra_chave" => "OBESIDADE, PROTEÍNA C-REATIVA, ADOLESCENTE, QUALIDADE DE VIDA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD4_SA7_ID548_27042016153825.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:05"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JÉSSYCA DA SILVA MARTINS"
    "autor_nome_curto" => "JÉSSYCA MARTINS"
    "autor_email" => "jessycapatricia_15@hotmai"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 19439
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 65
    "inscrito_id" => 548
    "titulo" => "PROTEÍNA C-REATIVA ULTRASSENSÍVEL E SUA RELAÇÃO COM O ESTADO NUTRICIONAL DE ADOLESCENTES ESCOLARES"
    "resumo" => "Objetivo: Avaliar a prevalência de PCR-u alterada e sua relação com o estado nutricional de adolescentes escolares. Métodos: Estudo transversal desenvolvido entre 2012 e 2013 nas escolas públicas de Campina Grande-PB. A amostra foi composta por 540 adolescentes do ensino médio, entre 15 e 20 anos. Foram aplicados questionários, realizada antropometria e coleta sanguínea necessária aos procedimentos do estudo. Os dados foram duplamente digitados e analisados no SPSS 22.0, adotando-se o intervalo de confiança de 95%. Resultados: Entre os estudantes, a média de idade foi de 16 anos. A maioria era do sexo feminino (66,5%), não branco (79,1%), pertencente às classes econômicas C, D e E (69,4%). Destaca-se alta prevalência de sedentarismo (79,1%) e de insuficiência na atividade física (58,9%). Com relação ao estado nutricional, a maioria era eutrófico (78,3%); 12,8% tinham sobrepeso e 4,6% obesidade. Verificou-se uma associação estatisticamente significante entre a PCR-u e o estado nutricional dos adolescentes (p=0,001); de forma que ter sobrepeso ou obesidade aumenta em 4,4 vezes as chances de ter PCR-u alterado. Conclusão: Identificamos que a PCR-u se apresentou alterada em parte dos adolescentes com sobrepeso e obesidade, o que revela uma predisposição para o desenvolvimento futuro de doenças cardiovasculares. Observou-se também, alta taxa de sedentarismo e elevação da pressão arterial, sendo estas alterações encontradas, influenciadas pelo estilo de vida adotado. Dessa forma, os altos percentis encontrados alertam para a necessidade de incentivar a adoção de um estilo de vida saudável, com detecção e intervenção precoce."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-07: SAÚDE COLETIVA"
    "palavra_chave" => "OBESIDADE, PROTEÍNA C-REATIVA, ADOLESCENTE, QUALIDADE DE VIDA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD4_SA7_ID548_27042016153825.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:05"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JÉSSYCA DA SILVA MARTINS"
    "autor_nome_curto" => "JÉSSYCA MARTINS"
    "autor_email" => "jessycapatricia_15@hotmai"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 15 de junho de 2016

Resumo

Objetivo: Avaliar a prevalência de PCR-u alterada e sua relação com o estado nutricional de adolescentes escolares. Métodos: Estudo transversal desenvolvido entre 2012 e 2013 nas escolas públicas de Campina Grande-PB. A amostra foi composta por 540 adolescentes do ensino médio, entre 15 e 20 anos. Foram aplicados questionários, realizada antropometria e coleta sanguínea necessária aos procedimentos do estudo. Os dados foram duplamente digitados e analisados no SPSS 22.0, adotando-se o intervalo de confiança de 95%. Resultados: Entre os estudantes, a média de idade foi de 16 anos. A maioria era do sexo feminino (66,5%), não branco (79,1%), pertencente às classes econômicas C, D e E (69,4%). Destaca-se alta prevalência de sedentarismo (79,1%) e de insuficiência na atividade física (58,9%). Com relação ao estado nutricional, a maioria era eutrófico (78,3%); 12,8% tinham sobrepeso e 4,6% obesidade. Verificou-se uma associação estatisticamente significante entre a PCR-u e o estado nutricional dos adolescentes (p=0,001); de forma que ter sobrepeso ou obesidade aumenta em 4,4 vezes as chances de ter PCR-u alterado. Conclusão: Identificamos que a PCR-u se apresentou alterada em parte dos adolescentes com sobrepeso e obesidade, o que revela uma predisposição para o desenvolvimento futuro de doenças cardiovasculares. Observou-se também, alta taxa de sedentarismo e elevação da pressão arterial, sendo estas alterações encontradas, influenciadas pelo estilo de vida adotado. Dessa forma, os altos percentis encontrados alertam para a necessidade de incentivar a adoção de um estilo de vida saudável, com detecção e intervenção precoce.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.