Artigo Anais I CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

PERFIL DOS INDIVÍDUOS INDICIADOS POR PORTE DE DROGAS BRUTAS NA ÁREA DO 3º NÚCLEO DE POLÍCIA CIENTÍFICA DA PARAÍBA

Palavra-chaves: SAÚDE PÚBLICA, DEPENDÊNCIA QUÍMICA, SUBSTÂNCIAS PROSCRITAS Pôster (PO) AT-07: SAÚDE COLETIVA Publicado em 15 de junho de 2016

Resumo

O uso de substâncias psicoativas é bastante disseminado pela população de forma lícita e ilícita. O uso dessas substâncias desencadeia dependência química, patologias, complicações clínicas e desdobramentos sociais negativos como alteração de habilidade física, agravos de doenças degenerativas, intoxicação aguda e crônica, promoção de acidentes e aumento da criminalidade. Observando que o conhecimento das características socioeconômicas dos indivíduos usuários e/ou traficantes de drogas de abuso são fatores importantes nas políticas de prevenção ao uso de drogas e na saúde pública, este trabalho teve como objetivo traçar o perfil dos indivíduos indiciados por porte de drogas brutas na área do 3º Núcleo de Polícia Científica da Paraíba (IPC-PB). Tratou-se de um estudo quantitativo, descritivo e retrospectivo, realizado a partir dos documentos/registros do Núcleo de Laboratório Forense de Campina Grande (NULF-CG), do IPC-PB. As características de maior frequência dos indiciados foram: faixa etária entre 16 a 24 anos, solteiros, desempregados, moradores da periferia da cidade, baixo nível de instrução e sexo masculino. Também foi verificado que a droga de maior apreensão foi maconha. Desse modo, observa-se a necessidade de políticas públicas educativas a fim conscientizar a população mais jovem sobre os perigos das drogas, consequentemente redução do gastos em saúde pública com prevenção, tratamento e reabilitação de complicações causadas pelo uso de substâncias proscritas.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.