Artigo Anais I CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

A IMPORTÂNCIA DA FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA NA REABILITAÇÃO DO PORTADOR DA DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA: UM RELATO DE CASO

Palavra-chaves: DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA, FISIOTERAPIA, REABILITAÇÃO PULMONAR Pôster (PO) AT-09: FISIOTERAPIA
"2016-06-15 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 18797
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 914
    "inscrito_id" => 3690
    "titulo" => "A IMPORTÂNCIA DA FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA NA REABILITAÇÃO DO PORTADOR DA DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA: UM RELATO DE CASO"
    "resumo" => "A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é uma doença prevenível e tratável com alguns efeitos extrapulmonares, o componente pulmonar da doença é caracterizado pela limitação de fluxo aéreo. OBJETIVO: Avaliar a importância de um programa de fisioterapia respiratória no portador de DPOC. METODOLOGIA: Estudo do tipo longitudinal, descritivo e analítico, realizado através do estágio supervisionado na Clínica Escola de fisioterapia da UEPB seguindo um programa de fisioterapia respiratória. Os critérios de inclusão foi indivíduo com mais de 60 anos, não fazendo uso de álcool e tabagismo, sendo diagnosticado com DPOC. Os instrumentos para coleta de dados foram: avaliação respiratória, cirtometria torácica, testes de força muscular respiratória; teste de caminhada de seis minutos (TC6).  R.V.S, maculino, 67 anos, foi submetido a 19 sessões fisioterapêuticas, sendo cada atendimento com duração de 40 minutos. RESULTADOS: Houve aumento considerável da força muscular inspiratória e expiratória através representados através da manovauometria e do peak flow, porém os resultados para capacidade física foram irrelevantes estatisticamente. CONCLUSÕES: A DPOC é a patologia de maior ímpeto para o desenvolvimento de programas de reabilitação pulmonar. O treinamento da musculatura respiratória e o condicionamento cardiorrespiratório aqui proposto, mostrou-se bastante benéfico, melhorando o desempenho funcional e capacidade física do indivíduo."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-09: FISIOTERAPIA"
    "palavra_chave" => "DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA, FISIOTERAPIA, REABILITAÇÃO PULMONAR"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD4_SA9_ID3690_31052016234759.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:04"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:09"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JAÍZA MARQUES MEDEIROS E SILVA"
    "autor_nome_curto" => "JAÍZA MARQUES"
    "autor_email" => "jaizamarquesms@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 18797
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 914
    "inscrito_id" => 3690
    "titulo" => "A IMPORTÂNCIA DA FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA NA REABILITAÇÃO DO PORTADOR DA DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA: UM RELATO DE CASO"
    "resumo" => "A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é uma doença prevenível e tratável com alguns efeitos extrapulmonares, o componente pulmonar da doença é caracterizado pela limitação de fluxo aéreo. OBJETIVO: Avaliar a importância de um programa de fisioterapia respiratória no portador de DPOC. METODOLOGIA: Estudo do tipo longitudinal, descritivo e analítico, realizado através do estágio supervisionado na Clínica Escola de fisioterapia da UEPB seguindo um programa de fisioterapia respiratória. Os critérios de inclusão foi indivíduo com mais de 60 anos, não fazendo uso de álcool e tabagismo, sendo diagnosticado com DPOC. Os instrumentos para coleta de dados foram: avaliação respiratória, cirtometria torácica, testes de força muscular respiratória; teste de caminhada de seis minutos (TC6).  R.V.S, maculino, 67 anos, foi submetido a 19 sessões fisioterapêuticas, sendo cada atendimento com duração de 40 minutos. RESULTADOS: Houve aumento considerável da força muscular inspiratória e expiratória através representados através da manovauometria e do peak flow, porém os resultados para capacidade física foram irrelevantes estatisticamente. CONCLUSÕES: A DPOC é a patologia de maior ímpeto para o desenvolvimento de programas de reabilitação pulmonar. O treinamento da musculatura respiratória e o condicionamento cardiorrespiratório aqui proposto, mostrou-se bastante benéfico, melhorando o desempenho funcional e capacidade física do indivíduo."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-09: FISIOTERAPIA"
    "palavra_chave" => "DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA, FISIOTERAPIA, REABILITAÇÃO PULMONAR"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD4_SA9_ID3690_31052016234759.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:04"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:09"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JAÍZA MARQUES MEDEIROS E SILVA"
    "autor_nome_curto" => "JAÍZA MARQUES"
    "autor_email" => "jaizamarquesms@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 15 de junho de 2016

Resumo

A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é uma doença prevenível e tratável com alguns efeitos extrapulmonares, o componente pulmonar da doença é caracterizado pela limitação de fluxo aéreo. OBJETIVO: Avaliar a importância de um programa de fisioterapia respiratória no portador de DPOC. METODOLOGIA: Estudo do tipo longitudinal, descritivo e analítico, realizado através do estágio supervisionado na Clínica Escola de fisioterapia da UEPB seguindo um programa de fisioterapia respiratória. Os critérios de inclusão foi indivíduo com mais de 60 anos, não fazendo uso de álcool e tabagismo, sendo diagnosticado com DPOC. Os instrumentos para coleta de dados foram: avaliação respiratória, cirtometria torácica, testes de força muscular respiratória; teste de caminhada de seis minutos (TC6). R.V.S, maculino, 67 anos, foi submetido a 19 sessões fisioterapêuticas, sendo cada atendimento com duração de 40 minutos. RESULTADOS: Houve aumento considerável da força muscular inspiratória e expiratória através representados através da manovauometria e do peak flow, porém os resultados para capacidade física foram irrelevantes estatisticamente. CONCLUSÕES: A DPOC é a patologia de maior ímpeto para o desenvolvimento de programas de reabilitação pulmonar. O treinamento da musculatura respiratória e o condicionamento cardiorrespiratório aqui proposto, mostrou-se bastante benéfico, melhorando o desempenho funcional e capacidade física do indivíduo.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.