Artigo Anais I CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

ANÁLISE DAS INTOXICAÇÕES AGUDAS NO MUNICÍPIO DE CAMPINA GRANDE, PARAÍBA.

Palavra-chaves: MEDICAMENTOS, INTOXICAÇÃO, TENTATIVA DE SUICÍDIO Comunicação Oral (CO) AT-07: SAÚDE COLETIVA Publicado em 15 de junho de 2016

Resumo

Descrever o perfil dos casos de intoxicações atendidos no Centro de Informação e Assistência Toxicológica de Campina Grande (Ceatox-CG). Estudo transversal e retrospectivo dos casos de intoxicação humana atendidos no Ceatox-CG, no ano de 2015. As variáveis analisadas foram: gênero, circunstância, faixa etária, grupo do agente tóxico e evolução. Os dados foram armazenados no programa estatístico SPSS versão 20.0. Os testes realizados foram Qui-Quadrado e Anova, além do Oddis Ratio. Foram registrados 304 casos de intoxicação. Nesses, a predominância foi do gênero feminino, em adolescentes entre 12 a 18 anos e adultos entre 19 e 59 anos. Entre os grupos de agentes tóxicos analisados, os medicamentos ocuparam a primeira posição. Não houve diferenças significativas entre o gênero e a faixa etária nem entre o gênero e o grupo de agentes tóxicos (р =0,044). Analisando as circunstâncias com a faixa etária, duas se destacaram: as tentativas de suicídio e as acidentes com crianças. Foram registrados 04 casos de óbitos, sendo 03 no gênero masculino, por tentativa de suicídio e uso de agrotóxicos. Houve associação forte e significativa entre os óbitos e gênero masculino (р=0,000). O gênero masculino apresentou duas vezes maior chance de obter êxito nas tentativa de suicídio, quando comparado ao gênero feminino (Cálculo do Oddis Ratio). As informações apresentadas nesta pesquisa serviram de subsídios em campanhas educativas, nas quais foi usada metodologia lúdica, como a Literatura de Cordel. Com isso, espera-se ajudar no combate e prevenção das intoxicações por medicamentos e agrotóxicos e os acidentes por domissanitários em Campina Grande.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.