Artigo Anais I CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

DEPENDÊNCIA QUÍMICA DE BENZODIAZEPINICOS: GENERALIZAÇÃO DA DEMANDA SOFRIMENTO

Palavra-chaves: BENZODIAZEPÍNICOS, TRANSTORNOS, SOFRIMENTO Comunicação Oral (CO) AT-03: FARMÁCIA Publicado em 15 de junho de 2016

Resumo

Este trabalho tem como base uma pesquisa que visa abordar a dependência química a partir dos benzodiazepínicos, o mesmo foi introduzido no Brasil na década de 60, com a finalidade de substituir os barbitúricos, levando este nome devido à estrutura central que é resultante da união entre o benzeno com ¼ de deazepina. Sendo indicados para casos de ansiedade, transtornos de pânico e transtornos ocasionados por estresse pós-traumático dentre outros. A facilidade de ser adquirido seja ela por disponibilidade no Sistema Único de Saúde - SUS ou em consultórios quando o paciente relatando algum sinal de insônia ou transtorno de ansiedade o mesmo será receitado pelo médico, resultando assim no uso exacerbado ou até a dependência. Na busca de minimizar o sofrimento tendo como objetivo de provocar o sono, eliminar a angustia e o sofrimento, o senso comum entende que os rótulos dos benzodiazepínicos sugerem ou traduzem a eliminação de suas demandas, sendo assim fugindo de sua real finalidade farmacológica.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.