Artigo Anais I CONBRACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA NA REABILITAÇÃO DE PACIENTES COM ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO (AVE): ESTUDO DE CASO

Palavra-chaves: ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO (AVE), FISIOTERAPIA, REABILITAÇÃO Pôster (PO) AT-09: FISIOTERAPIA
"2016-06-15 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 18765
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 304
    "inscrito_id" => 2117
    "titulo" => "INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA NA REABILITAÇÃO DE PACIENTES COM ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO (AVE): ESTUDO DE CASO"
    "resumo" => "Introdução: O acidente vascular encefálico (AVE) é uma interrupção súbita do fluxo sanguíneo do encéfalo, causado tanto por obstrução de uma artéria caracterizando o AVE isquêmico, quanto por ruptura caracterizando o AVE hemorrágico. A prevalência do AVE é alta e atualmente 90% dos sobreviventes desenvolvem algum tipo de deficiência, sendo considerada uma das principais causas de incapacidades em adultos. Dentre as manifestações clínicas, podemos citar os prejuízos das funções sensitivas, motoras, de equilíbrio e de marcha, além do déficit cognitivo e de linguagem. Objetivo: Elaborar um programa de tratamento fisioterapêutico para fortalecimento muscular, reabilitação da marcha e retorno das AVDs, após um AVE. Metodologia: Este estudo foi realizado na clínica escola integrada da Faculdade Santa Maria – FSM, com a paciente M. G. G. S, do sexo feminino, 66 anos de idade, aposentada, com diagnóstico clínico de AVE isquêmico direito, com fraqueza muscular homolateral a lesão e dificuldade de deambular. Foi atendida no período de outubro a dezembro de 2015, somando de 10 sessões. O tratamento proposto foi baseado: uso da crioterapia e TENS para alivio do quadro álgico, alongamentos das cadeias musculares de MMSS e MMII para ganho de ADM, exercícios para fortalecimento vencendo a força da gravidade, evoluindo para força manual, depois utilização de theraband e caneleiras e realização de exercícios na bicicleta ergométrica, sendo que o treinamento de marcha foi realizado inicialmente em barra paralela evoluindo para subir e descer escadas e rampa com e sem auxilio."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-09: FISIOTERAPIA"
    "palavra_chave" => "ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO (AVE), FISIOTERAPIA, REABILITAÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD4_SA9_ID2117_02052016194012.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:04"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:09"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "RAFAELA MILENE GONZAGA"
    "autor_nome_curto" => "RAFAELA GONZAGA"
    "autor_email" => "rafaelagonzagamilene@hotm"
    "autor_ies" => "FACULDADE SANTA MARIA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 18765
    "edicao_id" => 43
    "trabalho_id" => 304
    "inscrito_id" => 2117
    "titulo" => "INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA NA REABILITAÇÃO DE PACIENTES COM ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO (AVE): ESTUDO DE CASO"
    "resumo" => "Introdução: O acidente vascular encefálico (AVE) é uma interrupção súbita do fluxo sanguíneo do encéfalo, causado tanto por obstrução de uma artéria caracterizando o AVE isquêmico, quanto por ruptura caracterizando o AVE hemorrágico. A prevalência do AVE é alta e atualmente 90% dos sobreviventes desenvolvem algum tipo de deficiência, sendo considerada uma das principais causas de incapacidades em adultos. Dentre as manifestações clínicas, podemos citar os prejuízos das funções sensitivas, motoras, de equilíbrio e de marcha, além do déficit cognitivo e de linguagem. Objetivo: Elaborar um programa de tratamento fisioterapêutico para fortalecimento muscular, reabilitação da marcha e retorno das AVDs, após um AVE. Metodologia: Este estudo foi realizado na clínica escola integrada da Faculdade Santa Maria – FSM, com a paciente M. G. G. S, do sexo feminino, 66 anos de idade, aposentada, com diagnóstico clínico de AVE isquêmico direito, com fraqueza muscular homolateral a lesão e dificuldade de deambular. Foi atendida no período de outubro a dezembro de 2015, somando de 10 sessões. O tratamento proposto foi baseado: uso da crioterapia e TENS para alivio do quadro álgico, alongamentos das cadeias musculares de MMSS e MMII para ganho de ADM, exercícios para fortalecimento vencendo a força da gravidade, evoluindo para força manual, depois utilização de theraband e caneleiras e realização de exercícios na bicicleta ergométrica, sendo que o treinamento de marcha foi realizado inicialmente em barra paralela evoluindo para subir e descer escadas e rampa com e sem auxilio."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-09: FISIOTERAPIA"
    "palavra_chave" => "ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO (AVE), FISIOTERAPIA, REABILITAÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV055_MD4_SA9_ID2117_02052016194012.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:04"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:28:09"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "RAFAELA MILENE GONZAGA"
    "autor_nome_curto" => "RAFAELA GONZAGA"
    "autor_email" => "rafaelagonzagamilene@hotm"
    "autor_ies" => "FACULDADE SANTA MARIA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conbracis"
    "edicao_nome" => "Anais I CONBRACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conbracis/2016"
    "edicao_logo" => "5e4a005a0a41f_16022020235418.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1844e6a6a1a_22072020105342.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-15 00:00:00"
    "publicacao_id" => 29
    "publicacao_nome" => "Anais Conbracis"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 15 de junho de 2016

Resumo

Introdução: O acidente vascular encefálico (AVE) é uma interrupção súbita do fluxo sanguíneo do encéfalo, causado tanto por obstrução de uma artéria caracterizando o AVE isquêmico, quanto por ruptura caracterizando o AVE hemorrágico. A prevalência do AVE é alta e atualmente 90% dos sobreviventes desenvolvem algum tipo de deficiência, sendo considerada uma das principais causas de incapacidades em adultos. Dentre as manifestações clínicas, podemos citar os prejuízos das funções sensitivas, motoras, de equilíbrio e de marcha, além do déficit cognitivo e de linguagem. Objetivo: Elaborar um programa de tratamento fisioterapêutico para fortalecimento muscular, reabilitação da marcha e retorno das AVDs, após um AVE. Metodologia: Este estudo foi realizado na clínica escola integrada da Faculdade Santa Maria – FSM, com a paciente M. G. G. S, do sexo feminino, 66 anos de idade, aposentada, com diagnóstico clínico de AVE isquêmico direito, com fraqueza muscular homolateral a lesão e dificuldade de deambular. Foi atendida no período de outubro a dezembro de 2015, somando de 10 sessões. O tratamento proposto foi baseado: uso da crioterapia e TENS para alivio do quadro álgico, alongamentos das cadeias musculares de MMSS e MMII para ganho de ADM, exercícios para fortalecimento vencendo a força da gravidade, evoluindo para força manual, depois utilização de theraband e caneleiras e realização de exercícios na bicicleta ergométrica, sendo que o treinamento de marcha foi realizado inicialmente em barra paralela evoluindo para subir e descer escadas e rampa com e sem auxilio.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.