Artigo Anais XII CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 225
“QUE MUTANTE VOCÊ SERIA?”: A UTILIZAÇÃO DOS X-MEN COMO IDENTIDADE GAY NO LIVRO NO PRESENTE, DE MÁRCIO EL-JAICK

Palavra-chaves: NO PRESENTE, HOMOEROTISMO, GÊNERO, IDENTIDADE, IDENTIDADE Comunicação Oral (CO) Estudos literários, Gênero e Sexualidades

Resumo

O romance No presente, de Márcio El-Jaick, oferece ao leitor o olhar ingênuo e sincero do protagonista e narrador André sobre sua descoberta sexual como desejo homoerótico. Depois de ser chamado de “boiola” e “bichinha”, André se envereda numa busca de entendimento sobre sua identidade sexual. Espelhando-se no que está à sua volta, ele refere-se, em diferentes momentos quando procura entender a problemática sexual que o envolve, aos personagens X-Men, criados pelo desenhista Stan Lee. Diante do exposto, nosso trabalho busca analisar a recorrência dos X-Men dentro da narrativa No presente, baseando-nos em leituras sobre essas criações de Stan Lee (cf. EARNEST, 2007) e com base nos Estudos de Gênero (cf. SILVA, 2008). Desse modo, interpretamos a utilização desses personagens dentro do romance de Márcio El-Jack, procurando entender o porquê de o personagem-narrador se interessar tanto por esses heróis da Marvel e qual a possível significação dessas figuras para o processo de autoconhecimento pelo qual passa o protagonista do romance. Nossa leitura mostrará que André assume uma identificação com X-Men masculinos e femininos, numa tentativa de construir sua identidade gay. Evidenciamos também que o escritor do referido romance leu as criações de Stan Lee da mesma forma como desenhista a concebeu – como uma construção contra a intolerância.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.