Artigo Anais XII CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 145
O RELATO PESSOAL E A CONSTRUÇÃO DE SUBJETIVIDADES: UMA ANÁLISE DOS DISCURSOS DE MULHERES DO PROGRAMA MULHERES MIL, DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA, CAMPUS MOSSORÓ – RN

Palavra-chaves: RELATO PESSOAL, DISCURSO, CONSTRUÇÃO DE SUBJETIVIDADES, MULHERES Comunicação Oral (CO) Gênero, Sexualidades e Modos de Subjetivação

Resumo

Resumo: O Programa Nacional Mulheres Mil – Educação, Cidadania e Desenvolvimento Sustentável – foi instituído pela Portaria nº 1.015, de 21 de julho e está inserido no Plano Brasil sem Miséria, que faz parte de um conjunto de ações governamentais de inclusão educacional, social e produtiva de mulheres em situação de vulnerabilidade. O presente trabalho pretende analisar a subjetividade das histórias de vida de mulheres que participaram do Programa Mulheres Mil do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, Campus Mossoró – RN, no ano de 2014 com a primeira turma ofertada no Campus. As narrativas foram analisadas à luz da teoria da subjetividade do discurso de Michel Foucault. O instrumento de pesquisa utilizado foi a história de vida ou relato pessoal que permitiu a coleta de informações da vida das colaboradoras. Assim, o corpus se constitui de cinco relatos pessoais produzidos pelas mulheres em uma das aulas de Língua Portuguesa. A partir da análise das narrativas, pôde-se perceber a importância da escrita sobre si mesmo na construção da subjetividade dessas mulheres que utilizam o relato para narrar os fatos de suas vidas, suas vitórias, crises, seus sonhos, desejos e perspectivas de vida. Desse modo, as memórias são recordadas e contadas como uma forma de essas mulheres construírem uma autoimagem, afirmar sua identidade perante seu grupo local, sua comunidade e sociedade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.