Artigo Anais XII CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 185
SENTIMENTOS DE MULHERES QUE SOFRERAM VIOLÊNCIA SEXUAL

Palavra-chaves: VIOLÊNCIA SEXUAL, MULHER, SENTIMENTOS, SAÚDE Comunicação Oral (CO) Gênero, Sexualidades e Modos de Subjetivação

Resumo

A violência sexual contra a mulher deixa marcas profundas e difíceis de serem sanadas, é ultrajante, pois fere seus princípios, valores e a liberdade individual das vítimas. Crime que na atualidade perpassa todas as camadas sociais, todas as faixas etárias, independe: cultura, etnias ou crenças religiosas. Mostrar experiências e conseqüências da violência sexual perpetrada dentro de uma relação estável ou em um contexto familiar, ocorridas na cidade de Campina Grande - PB. Pesquisa de campo, exploratória, descritiva de abordagem qualitativa desenvolvida no mês de agosto de 2011 na delegacia especializada de atendimento à mulher vítima de violência com 08 mulheres que denunciaram a violência sofrida. Utilizou-se a oficina para produzir os dados por meio de entrevista semiestruturada além de anotações em diário de campo. As entrevistas foram gravadas e transcritas na íntegra para serem analisados de acordo com a análise categorial temática. Somente após anuência do comitê de ética e pesquisa esta pesquisa foi operacionalizada. Uma categoria foi selecionada para análise: sentimentos de impotência diante da violência sexual. A análise dos resultados aponta que mulheres são vulneráveis à violência por uma questão de gênero em que a sociedade constrói e legitima as iniquidades entre homens e mulheres, sendo a mulher inferior ao gênero masculino devendo a ele obedecer. Consideramos de grande relevância estudos que possam enfocar esse grave problema de saúde pública atentando para repercussões que esse problema pode causar na vida e na saúde de quem a sofre, impactando também as relações sociais e familiares, de maneira geral.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.