Artigo Anais XII CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

RELAÇÕES FLUÍDAS: ESTERIÓTIPOS, AFETOS E NUDES

Palavra-chaves: CONTEMPORANEIDADE, CORPO, NUDES, SUBJETIVIDADE, SUBJETIVIDADE Pôster (PO) História, sentimentos e afetos.
"2016-06-08 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 18673
    "edicao_id" => 42
    "trabalho_id" => 245
    "inscrito_id" => 1034
    "titulo" => "RELAÇÕES FLUÍDAS: ESTERIÓTIPOS, AFETOS E NUDES"
    "resumo" => "Na contemporaneidade percebem-se mudanças nas esferas sociais, intelectuais e individuais. A fluidez nos vínculos afetivos e sociais perpassa pelo crivo da individualidade bem como das características que preenchem o “eu” interior e o “eu” exterior. O corpo coberto e cheio de segredos não se encontra mais nas relações humanas, existe nesse intermeio, a dissolução de verdades secretas que se expõem através do corpo perfeito e nu. A nudez da alma e dos sentimentos foi deixada de lado e uma concepção visual atrativa se instaurou no corpo físico e escultural do tempo pós-modernos. Uma roupagem ditada pela momentaneidade, liquidez e máxima do espetacular. O corpo é endeusado e suas curvas são uma tentação para a aproximação que se estabelece no encontro passageiro do prazer individual. São nessas construções de prazeres que fenômenos surgem na tentativa de complementar e fornecer necessidades veladas através do encontro com o outro. O sexting e o nudes (fenômeno “atual” que se caracteriza pelo envio de fotos nuas) surgem como uma modalidade pela busca desse desejo e enaltecimento do corpo na tentativa de ser. Nessa perspectiva, de caráter reflexivo, esse trabalho busca discutir as aproximações e distanciamentos da fragilidade nas relações gays que se estendem e se programam na momentaneidade, nobilitação do corpo e a essencialidade dos estereótipos e afetos incutidos nele."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "História, sentimentos e afetos."
    "palavra_chave" => "CONTEMPORANEIDADE, CORPO, NUDES, SUBJETIVIDADE, SUBJETIVIDADE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV053_MD4_SA11_ID1034_02052016150853.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:04"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:15:15"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DIOGO EMMANUEL LUCENA DOS SANTOS"
    "autor_nome_curto" => "EMMANUEL LUCENA"
    "autor_email" => "emmanuel_lucena@hotmail.c"
    "autor_ies" => "UNINASSAU"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-xii-conages"
    "edicao_nome" => "Anais XII CONAGES"
    "edicao_evento" => "XII Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conages/2016"
    "edicao_logo" => "5e4d91ff53faf_19022020165231.png"
    "edicao_capa" => "5f1840b2f13c7_22072020103546.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-08 00:00:00"
    "publicacao_id" => 16
    "publicacao_nome" => "Revista CONAGES"
    "publicacao_codigo" => "2177-4781"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 18673
    "edicao_id" => 42
    "trabalho_id" => 245
    "inscrito_id" => 1034
    "titulo" => "RELAÇÕES FLUÍDAS: ESTERIÓTIPOS, AFETOS E NUDES"
    "resumo" => "Na contemporaneidade percebem-se mudanças nas esferas sociais, intelectuais e individuais. A fluidez nos vínculos afetivos e sociais perpassa pelo crivo da individualidade bem como das características que preenchem o “eu” interior e o “eu” exterior. O corpo coberto e cheio de segredos não se encontra mais nas relações humanas, existe nesse intermeio, a dissolução de verdades secretas que se expõem através do corpo perfeito e nu. A nudez da alma e dos sentimentos foi deixada de lado e uma concepção visual atrativa se instaurou no corpo físico e escultural do tempo pós-modernos. Uma roupagem ditada pela momentaneidade, liquidez e máxima do espetacular. O corpo é endeusado e suas curvas são uma tentação para a aproximação que se estabelece no encontro passageiro do prazer individual. São nessas construções de prazeres que fenômenos surgem na tentativa de complementar e fornecer necessidades veladas através do encontro com o outro. O sexting e o nudes (fenômeno “atual” que se caracteriza pelo envio de fotos nuas) surgem como uma modalidade pela busca desse desejo e enaltecimento do corpo na tentativa de ser. Nessa perspectiva, de caráter reflexivo, esse trabalho busca discutir as aproximações e distanciamentos da fragilidade nas relações gays que se estendem e se programam na momentaneidade, nobilitação do corpo e a essencialidade dos estereótipos e afetos incutidos nele."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "História, sentimentos e afetos."
    "palavra_chave" => "CONTEMPORANEIDADE, CORPO, NUDES, SUBJETIVIDADE, SUBJETIVIDADE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV053_MD4_SA11_ID1034_02052016150853.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:04"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:15:15"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DIOGO EMMANUEL LUCENA DOS SANTOS"
    "autor_nome_curto" => "EMMANUEL LUCENA"
    "autor_email" => "emmanuel_lucena@hotmail.c"
    "autor_ies" => "UNINASSAU"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-xii-conages"
    "edicao_nome" => "Anais XII CONAGES"
    "edicao_evento" => "XII Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conages/2016"
    "edicao_logo" => "5e4d91ff53faf_19022020165231.png"
    "edicao_capa" => "5f1840b2f13c7_22072020103546.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-08 00:00:00"
    "publicacao_id" => 16
    "publicacao_nome" => "Revista CONAGES"
    "publicacao_codigo" => "2177-4781"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 08 de junho de 2016

Resumo

Na contemporaneidade percebem-se mudanças nas esferas sociais, intelectuais e individuais. A fluidez nos vínculos afetivos e sociais perpassa pelo crivo da individualidade bem como das características que preenchem o “eu” interior e o “eu” exterior. O corpo coberto e cheio de segredos não se encontra mais nas relações humanas, existe nesse intermeio, a dissolução de verdades secretas que se expõem através do corpo perfeito e nu. A nudez da alma e dos sentimentos foi deixada de lado e uma concepção visual atrativa se instaurou no corpo físico e escultural do tempo pós-modernos. Uma roupagem ditada pela momentaneidade, liquidez e máxima do espetacular. O corpo é endeusado e suas curvas são uma tentação para a aproximação que se estabelece no encontro passageiro do prazer individual. São nessas construções de prazeres que fenômenos surgem na tentativa de complementar e fornecer necessidades veladas através do encontro com o outro. O sexting e o nudes (fenômeno “atual” que se caracteriza pelo envio de fotos nuas) surgem como uma modalidade pela busca desse desejo e enaltecimento do corpo na tentativa de ser. Nessa perspectiva, de caráter reflexivo, esse trabalho busca discutir as aproximações e distanciamentos da fragilidade nas relações gays que se estendem e se programam na momentaneidade, nobilitação do corpo e a essencialidade dos estereótipos e afetos incutidos nele.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.