Artigo Anais XII CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

PODER PATRIARCAL, MACHISMO E HOMOFOBIA: A ATUAÇÃO DA CÂMARA DE VEREADORES DE CARUARU/PERNAMBUCO NA APROVAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO.

Palavra-chaves: IDENTIDADE DE GÊNERO, POLÍTICAS EDUCACIONAIS, DIVERSIDADE SEXUAL Comunicação Oral (CO) Gênero, Sexualidades e Educação Publicado em 08 de junho de 2016

Resumo

O debate sobre as ações e metas relacionadas a diversidade sexual e identidade de gênero nos planos de educação (nacional, estaduais e municipais) envolveu ativistas, educadores/as, religiosos/as, trabalhadores/as da educação, acadêmicos/ase, além de outros setores sociais, nos anos de 2014 e 2015. Este trabalho tem por objetivo fazer uma análise do processo de tramitação e aprovação do Plano Municipal de Educação (PME) de Caruaru/Pernambuco, decênio 2014-2024, na Câmara Municipal de Vereadores de Caruaru/Pernambuco. Para sua realização foi utilizada a abordagem qualitativa e pesquisa explicativa. Como técnicas de coletas de dados foram utilizadas a observação participante e a pesquisa documental na Lei Municipal nº 6.927/2015 que institui o PME. Para a análise dos dados optou-se pela técnica de análise de conteúdo. Os resultados apontam que a Câmara Municipal de Caruaru retirou do PME as duas únicas estratégias que tratavam sobre ações direcionadas as questões de gênero e diversidade sexual, revelando a força do poder patriarcal no poder legislativo municipal.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.