Artigo Anais XII CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 188
NOME SOCIAL E O CUIDADO À SAÚDE DA POPULAÇÃO LGBT

Palavra-chaves: SAÚDE, PRECONCEITO, TRAVESTI, HUMANIZAÇÃO Comunicação Oral (CO) Gênero, Sexualidades e Produção audiovisual

Resumo

Os movimentos sociais que defendiam a liberdade sexual no final da década de 70 teve grande contribuição para a introdução de um “olhar” para a saúde LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transgêneros) na atualidade. Dentre várias conquistas, o direito ao nome social trouxe uma nova etapa importante na luta contra a discriminação e o preconceito, refletindo também no campo da saúde. Com a intenção de alavancar a qualificação profissional, o governo federal criou a Universidade Aberta do SUS (UnA-SUS) em 2010 para promover uma educação continuada para os profissionais atuantes no Sistema Único de Saúde. Diante disso, este estudo teve como objetivo realizar uma análise de conteúdo da obra audiovisual veiculada pela UNA-SUSsobre a Política Nacional de Saúde Integral LGBT. Trata-se de um estudo exploratório de natureza qualitativa, com a utilização de uma técnica de análise de conteúdo, a partir da transcrição da fala dos personagens contidos no material audiovisual. Os resultados geraram três categorias temáticas intituladas: Desrespeito à diversidade sexual; Humanização do atendimento e Tentativa de mudança das práticas de saúde. Concluiu-se que o material audiovisual traz em seu roteiro a discriminação presente e rotineira nos serviços de saúde, influenciando diretamente e negativamente na saúde dessa população. Todavia, o vídeo também incentiva o atendimento em saúde pautado no acolhimento, empatia e alteridade. O mesmo nos mostra de forma evidente a crescente necessidade de investimentos em atualização e qualificação nos profissionais que compõem os serviços de saúde, afim de que essa realidade discriminatória venha ser extinta da nossa sociedade, principalmente dos serviços de saúde do nosso país.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.