Artigo Anais ABRALIC

ANAIS de Evento

ISSN: 2317-157X

MARCAS DO SAGRADO NA POESIA DE GREGÓRIO DE MATOS

"2012-12-20 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 1817
    "edicao_id" => 7
    "trabalho_id" => 130
    "inscrito_id" => 365
    "titulo" => "MARCAS DO SAGRADO NA POESIA DE GREGÓRIO DE MATOS"
    "resumo" => "Partindo das nossas leituras e discussões a respeito da temática do sagrado e do profano, propomos algumas interpretações e reflexões sobre a mesma na poesia de Gregório de Matos, escritor brasileiro do estilo Barroco. Para tanto, utilizaremos os argumentos de Mircea Eliade (1992), historiador das religiões, cuja obra O sagrado e o profano, explica o sagrado através de sua relação binária com o profano, assim como as contribuições teóricas de autores como Mikhail Bakhtin (2010) em A estética da criação verbal, Segismundo Spina (2004) em Gregório de Matos, dentre outros. Trabalhamos poesias gregorianas e nelas refletimos sobre a interdependência do sagrado com o profano, já que na nossa concepção, eles são indissociáveis, pois a existência de um depende do outro e nesta perspectiva se complementam mesmo sendo opostos. Tentaremos aqui através de um olhar mais reflexivo que analítico – uma vez que acreditamos ser toda obra literária, especialmente a poesia, carregada de ressignificações – perceber como acontece a manifestação do sagrado e consequentemente como se revela o profano em alguns dos poemas gregorianos."
    "modalidade" => null
    "area_tematica" => null
    "palavra_chave" => null
    "idioma" => null
    "arquivo" => "643fdc80f5e32666af7e1e65e6788401_365_130_.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:47"
    "updated_at" => "2020-06-10 13:10:12"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "IZABEL CRISTINA OLIVEIRA MARTINS"
    "autor_nome_curto" => "IZABEL CRISTINA"
    "autor_email" => "cristinaicom@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-abralic"
    "edicao_nome" => "Anais ABRALIC"
    "edicao_evento" => "Encontro da Associação Brasileira de Literatura Comparada"
    "edicao_ano" => 2012
    "edicao_pasta" => "anais/abralic/2012"
    "edicao_logo" => "5e49c718ed7fd_16022020195000.png"
    "edicao_capa" => "5f1733ddf238d_21072020152845.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2012-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 7
    "publicacao_nome" => "Revista ABRALIC"
    "publicacao_codigo" => "2317-157X"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 1817
    "edicao_id" => 7
    "trabalho_id" => 130
    "inscrito_id" => 365
    "titulo" => "MARCAS DO SAGRADO NA POESIA DE GREGÓRIO DE MATOS"
    "resumo" => "Partindo das nossas leituras e discussões a respeito da temática do sagrado e do profano, propomos algumas interpretações e reflexões sobre a mesma na poesia de Gregório de Matos, escritor brasileiro do estilo Barroco. Para tanto, utilizaremos os argumentos de Mircea Eliade (1992), historiador das religiões, cuja obra O sagrado e o profano, explica o sagrado através de sua relação binária com o profano, assim como as contribuições teóricas de autores como Mikhail Bakhtin (2010) em A estética da criação verbal, Segismundo Spina (2004) em Gregório de Matos, dentre outros. Trabalhamos poesias gregorianas e nelas refletimos sobre a interdependência do sagrado com o profano, já que na nossa concepção, eles são indissociáveis, pois a existência de um depende do outro e nesta perspectiva se complementam mesmo sendo opostos. Tentaremos aqui através de um olhar mais reflexivo que analítico – uma vez que acreditamos ser toda obra literária, especialmente a poesia, carregada de ressignificações – perceber como acontece a manifestação do sagrado e consequentemente como se revela o profano em alguns dos poemas gregorianos."
    "modalidade" => null
    "area_tematica" => null
    "palavra_chave" => null
    "idioma" => null
    "arquivo" => "643fdc80f5e32666af7e1e65e6788401_365_130_.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:47"
    "updated_at" => "2020-06-10 13:10:12"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "IZABEL CRISTINA OLIVEIRA MARTINS"
    "autor_nome_curto" => "IZABEL CRISTINA"
    "autor_email" => "cristinaicom@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-abralic"
    "edicao_nome" => "Anais ABRALIC"
    "edicao_evento" => "Encontro da Associação Brasileira de Literatura Comparada"
    "edicao_ano" => 2012
    "edicao_pasta" => "anais/abralic/2012"
    "edicao_logo" => "5e49c718ed7fd_16022020195000.png"
    "edicao_capa" => "5f1733ddf238d_21072020152845.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2012-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 7
    "publicacao_nome" => "Revista ABRALIC"
    "publicacao_codigo" => "2317-157X"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 20 de dezembro de 2012

Resumo

Partindo das nossas leituras e discussões a respeito da temática do sagrado e do profano, propomos algumas interpretações e reflexões sobre a mesma na poesia de Gregório de Matos, escritor brasileiro do estilo Barroco. Para tanto, utilizaremos os argumentos de Mircea Eliade (1992), historiador das religiões, cuja obra O sagrado e o profano, explica o sagrado através de sua relação binária com o profano, assim como as contribuições teóricas de autores como Mikhail Bakhtin (2010) em A estética da criação verbal, Segismundo Spina (2004) em Gregório de Matos, dentre outros. Trabalhamos poesias gregorianas e nelas refletimos sobre a interdependência do sagrado com o profano, já que na nossa concepção, eles são indissociáveis, pois a existência de um depende do outro e nesta perspectiva se complementam mesmo sendo opostos. Tentaremos aqui através de um olhar mais reflexivo que analítico – uma vez que acreditamos ser toda obra literária, especialmente a poesia, carregada de ressignificações – perceber como acontece a manifestação do sagrado e consequentemente como se revela o profano em alguns dos poemas gregorianos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.