Artigo Anais VII FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

Visualizações: 328
A LITERATURA POTIGUAR NA SALA DE AULA: PRESERVANDO A IDENTIDADE CULTURAL E LITERÁRIA

Palavra-chaves: ENSINO, LITERATURA, LITERATURA POTIGUAR, PIBID Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Ensino de Língua Portuguesa Publicado em 11 de novembro de 2015

Resumo

É sabido que as produções literárias de uma região caracterizam a cultura de um povo e mostram-se salutares para a construção de uma identidade enquanto sujeitos intelectuais. Além do mais, as leituras de produções regionais respaldam o patriotismo comunitário em que o retrato literário mostra-se através de demasiadas manifestações. Sendo assim, o trabalho com essas produções em sala de aula torna-se imprescindível para a construção do conhecimento, expansão e incentivo dos acervos sociocultural e literário. Neste viés, diante das atividades de produção textual, pesquisa, amostra e sarau realizadas através do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID/CAMEAM/UERN), este trabalho discute o ensino da Literatura Potiguar na vivência escolar, tendo em vista sua importância e as limitadas ações pedagógicas desenvolvidas nesta perspectiva. Para tanto, buscamos subsídios nos autores Gurgel (2001 e 2003) e Cascudo (1975) pesquisadores de relevantes trabalhos sobre a Literatura Potiguar, Candido (2014) que disserta acerca das relações entre literatura e sociedade, as orientações dos PCN+ (2002) no que versa sobre o ensino de literatura, buscamos também aporte nas ideias de Amaral (2010) direcionadas ao trabalho docente nas ramificações da Língua Portuguesa. Diante disso, esperamos que o presente estudo possa contribuir de forma significativa para o ensino e aprendizagem da Literatura Potiguar, tendo como resultado o incentivo da leitura, a propagação dos autores norte-rio-grandenses e, ao mesmo tempo, o resgate da identidade cultural e literária do Rio Grande do Norte e sua devida importância para a formação literária e cultural.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.