Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

SEXUALIDADE NA GESTAÇÃO: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Palavra-chaves: SEXUALIDADE, GRAVIDEZ, REVISÃO Pôster (PO) / Poster Submission Gênero, Sexualidades e Produção do conhecimento
"2015-06-03 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 10859
    "edicao_id" => 31
    "trabalho_id" => 209
    "inscrito_id" => 630
    "titulo" => "SEXUALIDADE NA GESTAÇÃO: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA"
    "resumo" => "A sexualidade pode ser compreendida como uma busca de prazer, carinho, sensação e bem estar. Não se resume apenas ao ato sexual, mas é um processo de aproximação, compreendida como produto de diferentes fatores e não apenas como derivada do funcionamento bio psíquico dos sujeitos. A adaptação da sexualidade durante o período gestacional depende de crenças, valores, maturidade bem como sentimentos a respeito da gravidez. A gestação afeta a família e principalmente a mulher, pois essa fase é caracterizada por mudanças e adaptações significativas. Sendo assim, é de fundamental importância o conhecimento dos principais fatores que interferem na sexualidade da gestante e o seu comportamento sexual. Diante do exposto, este estudo tem como objetivo caracterizar a produção científica a cerca da sexualidade no período gestacional, disseminada em periódicos online no âmbito da saúde no período de 2008 a 2015. O estudo proposto trata-se de uma revisão sistemática da literatura que tem como finalidade gerar um panorama das construções científicas acerca de uma temática específica. Como pergunta de pesquisa, questionou-se: Quais as características das produções científicas voltadas para o tema da sexualidade na gestação? Para responder a tal interrogativa, realizou-se um levantamento online na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), utilizando os descritores sexualidade e gestação, durante o mês de fevereiro de 2015. Foi estabelecido como critérios de inclusão: artigo completo ou editorial disponibilizado gratuitamente no banco de dados mencionado, no período de 2008 a 2015, publicados em português. A busca resultou em 82 artigos, dos quais 2 não eram trabalhos na íntegra, 54 não tinham a ver com a temática e 16 eram trabalhos repetidos, o que totalizou 72 artigos excluídos do presente estudo. Houve uma leitura criteriosa dos estudos selecionados para análise final, destacando-se em um instrumento de coleta de dados o ano de publicação dos artigos, o título dos trabalhos e a sumarização dos principais resultados. O estudo foi constituído por 10 publicações, sendo 1 editorial e 9 artigos originais, com maior número de trabalhos no ano de 2012, com 4 artigos. O estudo evidenciou que a sexualidade é um dos aspectos que valoriza o processo de gestar, mas tudo isso irá depender de como a mulher se percebe nessa etapa da vida. A sexualidade na gestação ainda é um tema difícil de ser abordado, pois a resposta sexual feminina é influenciada não apenas pelas mudanças corporais, mas também pelos aspectos socioculturais, pela falta de orientação adequada e ansiedade quanto ao parto e maternidade. Um profissional seguro e bem preparado pode atuar como um importante agente educativo e terapêutico no atendimento a casais com queixas sexuais. Sendo assim, é indispensável que a atuação do profissional de saúde seja voltada para a identificação dos fatores que interferem na vivência da sexualidade no período gestacional, com o objetivo de promover a saúde e o bem estar da gestante, minimizando a ansiedade e orientando-a da melhor forma, sanando dúvidas e desmistificando tabus, para que essa mulher possa usufruir todos os tipos de sensações e prazeres disponíveis nesse momento da sua vida."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "Gênero, Sexualidades e Produção do conhecimento"
    "palavra_chave" => "SEXUALIDADE, GRAVIDEZ, REVISÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV046_MD4_SA7_ID630_24042015111136.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:57"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:14:41"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JOSEANE BARBOSA FREIRE DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "JOSEANE B.FREIRE"
    "autor_email" => "joseanebfreire@hotmail.co"
    "autor_ies" => "FACULDADE DE ENFERMAGEM NOVA ESPERANÇA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-xi-conages"
    "edicao_nome" => "Anais XI CONAGES"
    "edicao_evento" => "XI Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conages/2015"
    "edicao_logo" => "5e4d926732858_19022020165415.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1840e819853_22072020103640.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-06-03 00:00:00"
    "publicacao_id" => 16
    "publicacao_nome" => "Revista CONAGES"
    "publicacao_codigo" => "2177-4781"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 10859
    "edicao_id" => 31
    "trabalho_id" => 209
    "inscrito_id" => 630
    "titulo" => "SEXUALIDADE NA GESTAÇÃO: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA"
    "resumo" => "A sexualidade pode ser compreendida como uma busca de prazer, carinho, sensação e bem estar. Não se resume apenas ao ato sexual, mas é um processo de aproximação, compreendida como produto de diferentes fatores e não apenas como derivada do funcionamento bio psíquico dos sujeitos. A adaptação da sexualidade durante o período gestacional depende de crenças, valores, maturidade bem como sentimentos a respeito da gravidez. A gestação afeta a família e principalmente a mulher, pois essa fase é caracterizada por mudanças e adaptações significativas. Sendo assim, é de fundamental importância o conhecimento dos principais fatores que interferem na sexualidade da gestante e o seu comportamento sexual. Diante do exposto, este estudo tem como objetivo caracterizar a produção científica a cerca da sexualidade no período gestacional, disseminada em periódicos online no âmbito da saúde no período de 2008 a 2015. O estudo proposto trata-se de uma revisão sistemática da literatura que tem como finalidade gerar um panorama das construções científicas acerca de uma temática específica. Como pergunta de pesquisa, questionou-se: Quais as características das produções científicas voltadas para o tema da sexualidade na gestação? Para responder a tal interrogativa, realizou-se um levantamento online na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), utilizando os descritores sexualidade e gestação, durante o mês de fevereiro de 2015. Foi estabelecido como critérios de inclusão: artigo completo ou editorial disponibilizado gratuitamente no banco de dados mencionado, no período de 2008 a 2015, publicados em português. A busca resultou em 82 artigos, dos quais 2 não eram trabalhos na íntegra, 54 não tinham a ver com a temática e 16 eram trabalhos repetidos, o que totalizou 72 artigos excluídos do presente estudo. Houve uma leitura criteriosa dos estudos selecionados para análise final, destacando-se em um instrumento de coleta de dados o ano de publicação dos artigos, o título dos trabalhos e a sumarização dos principais resultados. O estudo foi constituído por 10 publicações, sendo 1 editorial e 9 artigos originais, com maior número de trabalhos no ano de 2012, com 4 artigos. O estudo evidenciou que a sexualidade é um dos aspectos que valoriza o processo de gestar, mas tudo isso irá depender de como a mulher se percebe nessa etapa da vida. A sexualidade na gestação ainda é um tema difícil de ser abordado, pois a resposta sexual feminina é influenciada não apenas pelas mudanças corporais, mas também pelos aspectos socioculturais, pela falta de orientação adequada e ansiedade quanto ao parto e maternidade. Um profissional seguro e bem preparado pode atuar como um importante agente educativo e terapêutico no atendimento a casais com queixas sexuais. Sendo assim, é indispensável que a atuação do profissional de saúde seja voltada para a identificação dos fatores que interferem na vivência da sexualidade no período gestacional, com o objetivo de promover a saúde e o bem estar da gestante, minimizando a ansiedade e orientando-a da melhor forma, sanando dúvidas e desmistificando tabus, para que essa mulher possa usufruir todos os tipos de sensações e prazeres disponíveis nesse momento da sua vida."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "Gênero, Sexualidades e Produção do conhecimento"
    "palavra_chave" => "SEXUALIDADE, GRAVIDEZ, REVISÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV046_MD4_SA7_ID630_24042015111136.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:57"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:14:41"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JOSEANE BARBOSA FREIRE DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "JOSEANE B.FREIRE"
    "autor_email" => "joseanebfreire@hotmail.co"
    "autor_ies" => "FACULDADE DE ENFERMAGEM NOVA ESPERANÇA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-xi-conages"
    "edicao_nome" => "Anais XI CONAGES"
    "edicao_evento" => "XI Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conages/2015"
    "edicao_logo" => "5e4d926732858_19022020165415.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1840e819853_22072020103640.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-06-03 00:00:00"
    "publicacao_id" => 16
    "publicacao_nome" => "Revista CONAGES"
    "publicacao_codigo" => "2177-4781"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

A sexualidade pode ser compreendida como uma busca de prazer, carinho, sensação e bem estar. Não se resume apenas ao ato sexual, mas é um processo de aproximação, compreendida como produto de diferentes fatores e não apenas como derivada do funcionamento bio psíquico dos sujeitos. A adaptação da sexualidade durante o período gestacional depende de crenças, valores, maturidade bem como sentimentos a respeito da gravidez. A gestação afeta a família e principalmente a mulher, pois essa fase é caracterizada por mudanças e adaptações significativas. Sendo assim, é de fundamental importância o conhecimento dos principais fatores que interferem na sexualidade da gestante e o seu comportamento sexual. Diante do exposto, este estudo tem como objetivo caracterizar a produção científica a cerca da sexualidade no período gestacional, disseminada em periódicos online no âmbito da saúde no período de 2008 a 2015. O estudo proposto trata-se de uma revisão sistemática da literatura que tem como finalidade gerar um panorama das construções científicas acerca de uma temática específica. Como pergunta de pesquisa, questionou-se: Quais as características das produções científicas voltadas para o tema da sexualidade na gestação? Para responder a tal interrogativa, realizou-se um levantamento online na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), utilizando os descritores sexualidade e gestação, durante o mês de fevereiro de 2015. Foi estabelecido como critérios de inclusão: artigo completo ou editorial disponibilizado gratuitamente no banco de dados mencionado, no período de 2008 a 2015, publicados em português. A busca resultou em 82 artigos, dos quais 2 não eram trabalhos na íntegra, 54 não tinham a ver com a temática e 16 eram trabalhos repetidos, o que totalizou 72 artigos excluídos do presente estudo. Houve uma leitura criteriosa dos estudos selecionados para análise final, destacando-se em um instrumento de coleta de dados o ano de publicação dos artigos, o título dos trabalhos e a sumarização dos principais resultados. O estudo foi constituído por 10 publicações, sendo 1 editorial e 9 artigos originais, com maior número de trabalhos no ano de 2012, com 4 artigos. O estudo evidenciou que a sexualidade é um dos aspectos que valoriza o processo de gestar, mas tudo isso irá depender de como a mulher se percebe nessa etapa da vida. A sexualidade na gestação ainda é um tema difícil de ser abordado, pois a resposta sexual feminina é influenciada não apenas pelas mudanças corporais, mas também pelos aspectos socioculturais, pela falta de orientação adequada e ansiedade quanto ao parto e maternidade. Um profissional seguro e bem preparado pode atuar como um importante agente educativo e terapêutico no atendimento a casais com queixas sexuais. Sendo assim, é indispensável que a atuação do profissional de saúde seja voltada para a identificação dos fatores que interferem na vivência da sexualidade no período gestacional, com o objetivo de promover a saúde e o bem estar da gestante, minimizando a ansiedade e orientando-a da melhor forma, sanando dúvidas e desmistificando tabus, para que essa mulher possa usufruir todos os tipos de sensações e prazeres disponíveis nesse momento da sua vida.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.