Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 185
DZI CROQUETTES E A ARTE DO DESLOCAMENTO

Palavra-chaves: DZI CROQUETTES, TEORIA QUEER, TÉCNICAS DE SI Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Teorias e estudos gays, lésbicos e queers

Resumo

O objetivo desse artigo consiste em problematizar e entender as múltiplas resistências dos sujeitos (as) não heteronormatizados por meio da análise de performance corporal do grupo teatral Dzi Croquettes. Esse grupo teatral se organizou em 1972, no Brasil, tendo como formação original treze homens que atuavam e dançavam. Esse grupo, compostos por sujeitos peludos, musculosos, que vestiam sunga fio dental, muita maquiagem e purpurina, usava da transgressão das normativas de identidade de gênero de forma lúdica e satírica, contrapondo as relações de força, poder e masculinidade que eram predominantes na sociedade do século XX, em pleno regime ditatorial. Para esse estudo, focalizamos as históricas possibilidades de ser, de se forjar e de se constituir de modo não heteronormatizador por meio do olhar da Teoria Queer. A metodologia utilizada foi a pesquisa documental e bibliográfica em que analisamos performances dos Dzi Croquettes por meio do documentário “Dzi Croquettes” (2010), e depoimentos dos integrantes da trupe no livro-catálogo “Dzi Croquettes”. Este trabalho tem, portanto, a finalidade de analisar o questionamento de identidades polarizadas e fixas, defendendo a dinâmica polifacetada dos sujeitos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.