Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

OS INGREDIENTES DA CURA GAY: UMA ANÁLISE DISCURSIVA DA CONCEPÇÃO DESSE ENUNCIADO

Palavra-chaves: CURA GAY, ANÁLISE DO DISCURSO, HOMOAFETIVIDADE, RELIGIÃO Pôster (PO) / Poster Submission Gênero, Sexualidades e Produção do conhecimento Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

A polêmica "Cura Gay" faz trabalhar um acirrado debate discursivo em que a memória discursiva da condição homossexual como uma doença é mobilizada. Diante das orientações de Pêcheux, Foucault, Guilhaumou e Maldidier, então buscamos aplicar seus conceitos para compreender de que forma o enunciado da “Cura Gay” se configurou na memória histórica e como se reconfigurou com o passar dos tempo Este trabalho busca expor aspectos de alguns princípios teóricos da Análise do Discurso (AD) de linha francesa, quais sejam: “Discurso” “Enunciado” e “Trajeto temático”, advindos, respectivamente, de Pêcheux (1997; 2008) e Foucault (1997). Este estudo tem como objetivos analisar a “Cura Gay” como acontecimento discursivo, trabalhando com a memória das concepções de sexualidade trazidas na obra de Foucault; analisar quais são os processos de continuidade e descontinuidade no emaranhado dessa rede de enunciados e analisar o trajeto temático da aparição do enunciado "Cura Gay" tentando revolver todos os sentidos trazidos para os dias de hoje. Metodologicamente esse trabalho se insere no campo da Analise do Discurso de linha francesa, sobretudo na vertente que faz trabalhar com as contribuições do filósofo Michael Foucault. Buscaremos seguir o trajeto temático dessa memória de concepção de doença ou perversão pecaminosa que carrega a homoafetividade através dos tempos, abordando os discursos que perpassam a medicina, o direito e a religião

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.