Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 252
O MITO FEMININO EM SÃO BERNARDO: A INSUBMISSA MADALENA

Palavra-chaves: MITO FEMININO, ARQUÉTIPOS, PERSONAGEM FEMININA Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Imaginário e Gênero na Literatura Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar a imagem feminina na obra São Bernardo, de Graciliano Ramos. A personagem a que faremos menção é Madalena e nosso estudo será feito considerando que se trata de uma configuração construída sob a ótica do narrador, Paulo Honório, esposo de Madalena. Apoiados em teorias que discutem sobre mulher, mito e arquétipos, arrazoando sobre a posição feminina na sociedade e no inconsciente coletivo, estudamos a construção da personagem que nos é passada numa narração em primeira pessoa, despontando o ponto de vista do marido com relação à companheira. Constatamos que Madalena, a professora pobre que se casou com o ganancioso de “alma agreste”, Paulo, era uma mulher desejada por ele como um modelo resumido à esposa e mãe. Todavia, a personalidade e os ideais dela foram expostos na narrativa e suas atitudes de insubmissão revelam uma quebra do arquétipo feminino na sociedade, trazendo a configuração de uma socialista que defende seus valores mesmo diante da repressão tradicional, representada pelo esposo.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.