Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 497
MULHERES NEGRAS DO BAIRRO “CABELO SECO” (MARABÁ-PA): ENTRE O SILENCIAMENTO E A AFIRMAÇÃO DE UMA IDENTIDADE NEGRA

Palavra-chaves: IDENTIDADE, "CABELO SECO", CONSCIÊNCIA NEGRA Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Gênero, Sexualidades e Modos de Subjetivação Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

O presente artigo busca discutir a construção da identidade das mulheres negras no bairro Francisco Coelho, conhecido popularmente como bairro do “Cabelo Seco”, na cidade de Marabá, localizada na região Sudeste do Pará. A escolha do tema deve-se ao nome popular dado ao bairro pelos moradores, que faz referência aos cabelos ditos “pixaim” de suas primeiras moradoras. Essa origem, retratada por alguns dos moradores, nos leva pensar nas mulheres como figuras importantes na constituição do bairro. Através da história oral buscamos informações junto aos moradores mais antigos do bairro, dando preferência às mulheres lavadeiras, parteiras e rezadeiras, já que, junto à atividade da pesca, foram as primeiras atividades desenvolvidas no bairro. Acreditamos que este trabalho representa uma importante colaboração para os estudos étnico-raciais, tendo em vista que tem por natureza abordar não somente a comunidade que deu origem uma cidade, mas também versa sobre o estudo de uma das personagens principais da história dessa formação, que é a mulher negra. Nesse sentido, pudemos observar durante as etapas iniciais do estudo que embora no bairro o processo de afirmação da identidade da mulher negra se encontre em reconstrução, com a presença de agentes, a exemplo de ativistas do movimento negro, provedores de ações que buscam apresentar a importância da constituição de uma consciência negra e de uma maior visibilidade da importância das mulheres negras, ainda são fortes, sobretudo nas gerações mais velhas, os silêncios e reticências sobre a história das mulheres no/do bairro.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.