Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

AS VIVÊNCIAS DE PROFISSIONAIS DO SEXO EM UM CONTEXTO AMAZÔNICO

Palavra-chaves: PROSTITUIÇÃO, VIOLÊNCIA, DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Direitos Humanos, Feminismo e Políticas Públicas de Gênero
"2015-06-03 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 10535
    "edicao_id" => 31
    "trabalho_id" => 83
    "inscrito_id" => 1002
    "titulo" => "AS VIVÊNCIAS DE PROFISSIONAIS DO SEXO EM UM CONTEXTO AMAZÔNICO"
    "resumo" => "Essa pesquisa teve como objetivo verificar a dinâmica e as relações grupais presentes nas prostitutas da cidade de Manaus, identificando as políticas públicas disponibilizadas pelo governo e pela Associação de Prostitutas do Amazonas (APAM). Na qual foram verificadas as relações de afetividade entre as prostitutas e seus parceiros e as motivações que levam a prostituição. Foi realizada uma entrevista com a presidente da associação e aplicado um questionário a 20 profissionais do sexo, em Novembro de 2010. Sendo uma pesquisa do tipo exploratória, que observou, descreveu e documentou os aspectos situacionais da prostituição. Utilizou como método de investigação o procedimento qualitativo, seguindo um delineamento qualitativo-descritivo, a técnica de análise foi temática ou categorial. Foi dividas em 3 (três) categorias: a violência, os clientes e a incidência de drogas e DST’s. Muitas prostitutas sofrem com a violência de seus clientes, mas a busca pelas leis que as resguarde (Lei Maria da Penha) esta se tornando uma constante. O consumo de drogas faz parte da vida de muitas meninas, que as utilizam para enfrentar a rotina profissional. Outro fato agravante trata-se das políticas públicas direcionadas para a prevenção das DST’s e AIDS, pois são insuficientes frente às complexidades dessa atividade, tendo em vista que para enfrentarem os preconceitos, as violências da profissão o único apoio psicológico é na rede de amizades construídas entre as mesmas."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "Direitos Humanos, Feminismo e Políticas Públicas de Gênero"
    "palavra_chave" => "PROSTITUIÇÃO, VIOLÊNCIA, DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV046_MD1_SA8_ID1002_20042015102950.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:57"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:14:40"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "WASHINGTHON NAPOLEÃO EUFRÁZIO"
    "autor_nome_curto" => "WASHINGTHON"
    "autor_email" => "w.napoleao@yahoo.com.br"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-xi-conages"
    "edicao_nome" => "Anais XI CONAGES"
    "edicao_evento" => "XI Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conages/2015"
    "edicao_logo" => "5e4d926732858_19022020165415.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1840e819853_22072020103640.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-06-03 00:00:00"
    "publicacao_id" => 16
    "publicacao_nome" => "Revista CONAGES"
    "publicacao_codigo" => "2177-4781"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 10535
    "edicao_id" => 31
    "trabalho_id" => 83
    "inscrito_id" => 1002
    "titulo" => "AS VIVÊNCIAS DE PROFISSIONAIS DO SEXO EM UM CONTEXTO AMAZÔNICO"
    "resumo" => "Essa pesquisa teve como objetivo verificar a dinâmica e as relações grupais presentes nas prostitutas da cidade de Manaus, identificando as políticas públicas disponibilizadas pelo governo e pela Associação de Prostitutas do Amazonas (APAM). Na qual foram verificadas as relações de afetividade entre as prostitutas e seus parceiros e as motivações que levam a prostituição. Foi realizada uma entrevista com a presidente da associação e aplicado um questionário a 20 profissionais do sexo, em Novembro de 2010. Sendo uma pesquisa do tipo exploratória, que observou, descreveu e documentou os aspectos situacionais da prostituição. Utilizou como método de investigação o procedimento qualitativo, seguindo um delineamento qualitativo-descritivo, a técnica de análise foi temática ou categorial. Foi dividas em 3 (três) categorias: a violência, os clientes e a incidência de drogas e DST’s. Muitas prostitutas sofrem com a violência de seus clientes, mas a busca pelas leis que as resguarde (Lei Maria da Penha) esta se tornando uma constante. O consumo de drogas faz parte da vida de muitas meninas, que as utilizam para enfrentar a rotina profissional. Outro fato agravante trata-se das políticas públicas direcionadas para a prevenção das DST’s e AIDS, pois são insuficientes frente às complexidades dessa atividade, tendo em vista que para enfrentarem os preconceitos, as violências da profissão o único apoio psicológico é na rede de amizades construídas entre as mesmas."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "Direitos Humanos, Feminismo e Políticas Públicas de Gênero"
    "palavra_chave" => "PROSTITUIÇÃO, VIOLÊNCIA, DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV046_MD1_SA8_ID1002_20042015102950.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:57"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:14:40"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "WASHINGTHON NAPOLEÃO EUFRÁZIO"
    "autor_nome_curto" => "WASHINGTHON"
    "autor_email" => "w.napoleao@yahoo.com.br"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-xi-conages"
    "edicao_nome" => "Anais XI CONAGES"
    "edicao_evento" => "XI Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conages/2015"
    "edicao_logo" => "5e4d926732858_19022020165415.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1840e819853_22072020103640.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-06-03 00:00:00"
    "publicacao_id" => 16
    "publicacao_nome" => "Revista CONAGES"
    "publicacao_codigo" => "2177-4781"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

Essa pesquisa teve como objetivo verificar a dinâmica e as relações grupais presentes nas prostitutas da cidade de Manaus, identificando as políticas públicas disponibilizadas pelo governo e pela Associação de Prostitutas do Amazonas (APAM). Na qual foram verificadas as relações de afetividade entre as prostitutas e seus parceiros e as motivações que levam a prostituição. Foi realizada uma entrevista com a presidente da associação e aplicado um questionário a 20 profissionais do sexo, em Novembro de 2010. Sendo uma pesquisa do tipo exploratória, que observou, descreveu e documentou os aspectos situacionais da prostituição. Utilizou como método de investigação o procedimento qualitativo, seguindo um delineamento qualitativo-descritivo, a técnica de análise foi temática ou categorial. Foi dividas em 3 (três) categorias: a violência, os clientes e a incidência de drogas e DST’s. Muitas prostitutas sofrem com a violência de seus clientes, mas a busca pelas leis que as resguarde (Lei Maria da Penha) esta se tornando uma constante. O consumo de drogas faz parte da vida de muitas meninas, que as utilizam para enfrentar a rotina profissional. Outro fato agravante trata-se das políticas públicas direcionadas para a prevenção das DST’s e AIDS, pois são insuficientes frente às complexidades dessa atividade, tendo em vista que para enfrentarem os preconceitos, as violências da profissão o único apoio psicológico é na rede de amizades construídas entre as mesmas.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.