Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 270
BEM ESTAR SUBJETIVO E INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA: UM ESTUDO CORRELACIONAL COM MULHERES CASADAS

Palavra-chaves: MULHERES, BEM-ESTAR SUBJETIVO, INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Direitos Humanos, Feminismo e Políticas Públicas de Gênero Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

Os movimentos feministas no mundo inteiro, vem alcançando destaque na mídia internacional visando à igualdade de direitos da mulher. Este estudo tem sua importância legitimada à medida que se observa a evolução profissional da mulher que procura cada vez mais uma situação em que possa se considerar independente e segura financeiramente. Este estudo teve como objetivo investigar o contraste existente entre o nível de Bem-estar subjetivo de mulheres casadas que se consideram independentes e as que se consideram dependentes financeiramente do marido. Para tanto, foi realizada uma pesquisa de campo, tipo descritiva e de natureza quantitativa, da qual participarão 120 mulheres, alunas do Centro Universitário de João Pessoa, que estivessem em uma relação estável há pelo menos 02 anos. Foi utilizado um questionário sóciodemográfico e uma escala de Bem estar subjetivo. A análise dos dados foi executada no pacote estatístico SPSS, em sua versão 19.0, fazendo uso da estatística descritiva correlacional. A coleta foi realizada na própria instituição. Os dados obtidos mostram que a dependência financeira afeta negativamente o índice de Bem-estar subjetivo dessas mulheres, enquanto que a independência financeira e o trabalho proporcionam-lhes maior índice de afetos positivos e satisfação com a vida. Observam-se ainda muitas barreiras a serem vencidas, como a luta por salários iguais e o aumento do número de mulheres em situação de independência total do marido e da família de origem, através da educação direcionada para a autonomia, em detrimento da educação doméstica, onde as mulheres eram criadas para serem boas esposas e mães.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.