Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

A REPRODUÇÃO DA ORDEM SEXUAL E AS MANIFESTAÇÕES HOMOFÓBICAS ENTRE ALUNOS DOS CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO DO CAMPUS JOÃO PESSOA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA

Palavra-chaves: HOMOFOBIA, GÊNERO, ORIENTAÇÃO SEXUAL Pôster (PO) / Poster Submission Gênero, Sexualidades e Educação
"2015-06-03 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 10495
    "edicao_id" => 31
    "trabalho_id" => 442
    "inscrito_id" => 510
    "titulo" => "A REPRODUÇÃO DA ORDEM SEXUAL E AS MANIFESTAÇÕES HOMOFÓBICAS ENTRE ALUNOS DOS CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO DO CAMPUS JOÃO PESSOA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA"
    "resumo" => "Este trabalho apresenta os resultados da pesquisa desenvolvida no âmbito do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, intitulada “A Violência nossa de cada dia: manifestações homofóbicas entre alunos dos cursos técnicos integrados ao ensino médio do campus João Pessoa do IFPB”. Como pressuposto desse estudo, entendemos que o processo social e histórico de construção da sexualidade impõe uma lógica demarcadora baseada na superioridade do status heterossexual, restringindo no ambiente institucional educacional a orientação homossexual, criando assim barreiras que sempre se organizam a partir de uma naturalização da heterossexualidade. Com vistas a compreensão do processo de conservação e reprodução dos valores heterossexistas,  procuramos identificar  a percepção do  público pesquisado  acerca das manifestações de homofobia explícitas ou veladas, e os fatores culturais que contribuem para a reprodução e legitimação dessas práticas e para a transmissão da lógica de inferiorização, subordinação e exclusão de indivíduos e grupos sociais, contrariando o princípio de respeito à diversidade e pluralidade dos valores sociais que devem pautar o ambiente escolar. A metodologia utilizada baseou-se primordialmente em fontes bibliográficas e documentais e na aplicação de um questionário realizado entre os alunos dos primeiros e quartos anos do ensino técnico integrado. Através da análise de dados, evidenciamos a incidência de preconceitos relativos a gênero e orientação sexual no cotidiano do Instituto Federal de Educação da Paraíba, ressaltando-se ainda o processo de “naturalização” das manifestações homofóbicas e a tolerância em relação a várias formas de expressão da discriminação como a piada e as brincadeiras, que visam isolar, inferiorizar, silenciar e invisibilizar a condição homossexual."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "Gênero, Sexualidades e Educação"
    "palavra_chave" => "HOMOFOBIA, GÊNERO, ORIENTAÇÃO SEXUAL"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV046_MD4_SA2_ID510_04052015230348.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:57"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:14:40"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARCOS SUEUDY SANTOS DO NASCIMENTO"
    "autor_nome_curto" => "MARCOS SUEUDY"
    "autor_email" => "marcossun_jampa@hotmail.c"
    "autor_ies" => "UFPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-xi-conages"
    "edicao_nome" => "Anais XI CONAGES"
    "edicao_evento" => "XI Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conages/2015"
    "edicao_logo" => "5e4d926732858_19022020165415.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1840e819853_22072020103640.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-06-03 00:00:00"
    "publicacao_id" => 16
    "publicacao_nome" => "Revista CONAGES"
    "publicacao_codigo" => "2177-4781"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 10495
    "edicao_id" => 31
    "trabalho_id" => 442
    "inscrito_id" => 510
    "titulo" => "A REPRODUÇÃO DA ORDEM SEXUAL E AS MANIFESTAÇÕES HOMOFÓBICAS ENTRE ALUNOS DOS CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO DO CAMPUS JOÃO PESSOA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA"
    "resumo" => "Este trabalho apresenta os resultados da pesquisa desenvolvida no âmbito do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, intitulada “A Violência nossa de cada dia: manifestações homofóbicas entre alunos dos cursos técnicos integrados ao ensino médio do campus João Pessoa do IFPB”. Como pressuposto desse estudo, entendemos que o processo social e histórico de construção da sexualidade impõe uma lógica demarcadora baseada na superioridade do status heterossexual, restringindo no ambiente institucional educacional a orientação homossexual, criando assim barreiras que sempre se organizam a partir de uma naturalização da heterossexualidade. Com vistas a compreensão do processo de conservação e reprodução dos valores heterossexistas,  procuramos identificar  a percepção do  público pesquisado  acerca das manifestações de homofobia explícitas ou veladas, e os fatores culturais que contribuem para a reprodução e legitimação dessas práticas e para a transmissão da lógica de inferiorização, subordinação e exclusão de indivíduos e grupos sociais, contrariando o princípio de respeito à diversidade e pluralidade dos valores sociais que devem pautar o ambiente escolar. A metodologia utilizada baseou-se primordialmente em fontes bibliográficas e documentais e na aplicação de um questionário realizado entre os alunos dos primeiros e quartos anos do ensino técnico integrado. Através da análise de dados, evidenciamos a incidência de preconceitos relativos a gênero e orientação sexual no cotidiano do Instituto Federal de Educação da Paraíba, ressaltando-se ainda o processo de “naturalização” das manifestações homofóbicas e a tolerância em relação a várias formas de expressão da discriminação como a piada e as brincadeiras, que visam isolar, inferiorizar, silenciar e invisibilizar a condição homossexual."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "Gênero, Sexualidades e Educação"
    "palavra_chave" => "HOMOFOBIA, GÊNERO, ORIENTAÇÃO SEXUAL"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV046_MD4_SA2_ID510_04052015230348.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:57"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:14:40"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARCOS SUEUDY SANTOS DO NASCIMENTO"
    "autor_nome_curto" => "MARCOS SUEUDY"
    "autor_email" => "marcossun_jampa@hotmail.c"
    "autor_ies" => "UFPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-xi-conages"
    "edicao_nome" => "Anais XI CONAGES"
    "edicao_evento" => "XI Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conages/2015"
    "edicao_logo" => "5e4d926732858_19022020165415.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1840e819853_22072020103640.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-06-03 00:00:00"
    "publicacao_id" => 16
    "publicacao_nome" => "Revista CONAGES"
    "publicacao_codigo" => "2177-4781"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

Este trabalho apresenta os resultados da pesquisa desenvolvida no âmbito do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, intitulada “A Violência nossa de cada dia: manifestações homofóbicas entre alunos dos cursos técnicos integrados ao ensino médio do campus João Pessoa do IFPB”. Como pressuposto desse estudo, entendemos que o processo social e histórico de construção da sexualidade impõe uma lógica demarcadora baseada na superioridade do status heterossexual, restringindo no ambiente institucional educacional a orientação homossexual, criando assim barreiras que sempre se organizam a partir de uma naturalização da heterossexualidade. Com vistas a compreensão do processo de conservação e reprodução dos valores heterossexistas, procuramos identificar a percepção do público pesquisado acerca das manifestações de homofobia explícitas ou veladas, e os fatores culturais que contribuem para a reprodução e legitimação dessas práticas e para a transmissão da lógica de inferiorização, subordinação e exclusão de indivíduos e grupos sociais, contrariando o princípio de respeito à diversidade e pluralidade dos valores sociais que devem pautar o ambiente escolar. A metodologia utilizada baseou-se primordialmente em fontes bibliográficas e documentais e na aplicação de um questionário realizado entre os alunos dos primeiros e quartos anos do ensino técnico integrado. Através da análise de dados, evidenciamos a incidência de preconceitos relativos a gênero e orientação sexual no cotidiano do Instituto Federal de Educação da Paraíba, ressaltando-se ainda o processo de “naturalização” das manifestações homofóbicas e a tolerância em relação a várias formas de expressão da discriminação como a piada e as brincadeiras, que visam isolar, inferiorizar, silenciar e invisibilizar a condição homossexual.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.