Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 252
A REPRESENTAÇÃO DO FEMININO EM O IDIOTA, DE DOSTOIÉVSKI

Palavra-chaves: MULHERES., PERSONAGEM., REPRESENTAÇÃO. Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Estudos literários, Gênero e Sexualidades Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

Esta proposta de trabalho tem como objetivo analisar como o feminino é representado na obra O Idiota (1869), do escritor russo Fiódor Dostoiévski (1821 – 1881). Nesse romance, enquanto algumas personagens femininas são construídas de maneira a afrontar os princípios patriarcais outras representam mulheres que são subjugadas pela opressão do patriarcalismo ainda vigente na sociedade russa da segunda metade do século XIX. Sejam moralmente honradas ou desonradas, as mulheres de O Idiota são personagens que representam uma consciência feminina em processo de mudança social. Assim sendo, a análise deste artigo, que tem como respaldo teórico as ideias de Bakhtin (2010), Frank (2003), Pessanha (1981) e Beauvoir (1967, 1970), está direcionada para o núcleo honrado composto pelas mulheres da família Iepántchin em contraste com as moças desonradas e sem família representadas por Nastácia Filíppovna e Marie. Deste modo, por meio da autoconsciência dessas personagens e da visão do outro sobre elas é possível compreender o cenário no qual o feminino desse romance é construído.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.