Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 43
A DOCÊNCIA EM FILOSOFIA NO ENSINO MÉDIO A PARTIR DAS ORIENTAÇÕES CURRICULARES NACIONAIS DE FILOSOFIA.

Palavra-chaves: DOCÊNCIA EM FILOSOFIA, ENSINO DE FILOSOFIA, OCN/FILOSOFIA Comunicação Oral (CO) FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Resumo

O presente texto tem como finalidade oferecer uma análise das OCN/Filosofia tendo em vista compreender a docência em filosofia e o papel do professor de filosofia no ensino médio, bem como apresentar uma leitura sobre a ação da filosofia no ensino médio. Ao longo da historia pode-se observar posturas que tendem a desprezar o ensino da filosofia, aqui no Brasil o ensino foi aplicado a partir da Ratio Studiourum aos Parâmetros Curriculares Nacionais, ao mesmo tempo temos na tradição da história da filosofia elementos que apontam para o ensino da filosofia; como autor principal temos a figura de Sócrates. As Orientações Curriculares Nacionais para filosofia apontam que o professor deverá considerar na sua construção de identidade como docente de filosofia uma reflexão em torno do problema filosófico “o que é filosofia?”. Neste sentido como aponta Obiols, a identidade do professor de Filosofia é marcada não só pelo ensino de filosofia, mas, sobretudo pela sua produção filosófica como atividade intrínseca ao ser de professor de Filosofia. Diante disso, este artigo apresenta uma análise em torno da normativa voltada para a docência em filosofia procurando elencar os vários elementos que se fazem necessários para a formação e quais objetivos devem ser alcançados pelo futuro professor de filosofia no ensino médio, considerando ainda que este deverá ser um produtor de filosofia a fim de romper com o dualismo professor/ filosofo. Outrossim, percebemos nestes documentos oficiais a necessidade objetiva de que o professor de filosofia deve construir sua identidade enquanto agente que porta e atua dentro de um saber sistematizado, histórico no qual a filosofia se constitui. Portanto, fica evidente que a identidade da filosofia fica atrelada à própria construção da identidade do professor de filosofia.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.