Artigo Anais VIII FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

Visualizações: 145
EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO POLÍTICA: CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DA "SUBJETIVIDADE POLÍTICA" DOS ESTUDANTES

Palavra-chaves: ESCOLARIZAÇÃO, PROCESSOS DE SUBJETIVAÇÃO, SUBJETIVIDADE POLÍTICA, TRABALHO DOCENTE Comunicação Oral (CO) GT3 – PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO

Resumo

O presente trabalho destaca a importância dos fundamentos teórico-práticos sobre a formação da subjetividade no cotidiano das instituições escolares e do trabalho docente, especialmente no contexto da formação política dos estudantes; uma vez que, no discurso pedagógico se prioriza a importância da formação política dos estudantes, no entanto, a prática fica restrita à simples transmissão do conhecimento. Na dinâmica da estruturação da subjetividade ressaltamos a importância da educação escolar e do trabalho dos professores no desenvolvimento das pessoas e na formação das subjetividades dos estudantes, seja desde uma perspectiva particular até a compreensão de uma subjetividade “social” e “política”, pois se considera que os indivíduos não se formam só para si mesmos senão também para atuar como seres políticos, críticos e transformadores da sociedade. Valoriza-se, desta maneira, as contribuições da Psicologia nos processos de escolarização e na formação da subjetividade política tanto de alunos como dos professores.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.