Artigo Anais SEMLICA

ANAIS de Evento

ISSN: 2317-9333

Visualizações: 143
INFLUÊNCIA DO BIOFERTILIZANTE E DISPONIBILIDADE HÍDRICA EM DOIS SOLOS SOB A PRODUÇÃO E CONSUMO DE ÁGUA DO GIRASSOL

Resumo

Objetivou-se neste trabalho avaliar o teor de óleo, consumo e eficiência no uso da água pelo girassol BRS Hélio 253, em resposta à fertilização orgânica e a disponibilidade de água em dois solos. Os tratamentos foram distribuídos em delineamento experimental inteiramente casualizado usando o fatorial 2 x 2 x 5, referente aos solos: Neossolo e Luvissolo, dois níveis de água correspondentes a 100% e 50% da água disponível de cada solo e cinco doses de biofertilizante bovino, (0,0; 2,5; 5; 7,5 e 10 % do volume) com nove repetições, totalizando 180 unidades experimentais. O fornecimento diário de água as plantas foi feito com base em leituras de umidade determinadas nos vasos usando um medidor de umidade em tempo real (Sonda TDR segmentada). A eficiência do consumo de água pelo girassol foi determinada pela relação entre a fitomassa seca total e o volume efetivamente consumido de água em cada unidade experimental. As plantas desenvolvidas no Neossolo tiveram maiores no número de sementes por planta e maior consumo de água. A redução de 100 para 50% de água disponível no solo prejudicou o número de sementes por planta, em ambos os solos, exceto o teor de óleo. As plantas adubadas na ausência do biofertilizante proporcionaram maior eficiência do uso água para o Luvissolo.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.