Artigo Anais VI CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

O ESTÁGIO SUPERVISIONADO E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A FORMAÇÃO DOCENTE NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO EM IMPERATRIZ/MA

Palavra-chaves: ESTÁGIO, FORMAÇÃO DOCENTE, APRENDIZAGEM Comunicação Oral (CO) GT 01 - Formação de Professores
"2019-10-24 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1638
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 61406
    "edicao_id" => 112
    "trabalho_id" => 1776
    "inscrito_id" => 10782
    "titulo" => """
      O ESTÁGIO SUPERVISIONADO E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A\r\n
      FORMAÇÃO DOCENTE NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO\r\n
      MARANHÃO EM IMPERATRIZ/MA
      """
    "resumo" => """
      NO CONTEXTO DA FORMAÇÃO DOCENTE EXISTEM DIVERSAS INTERPRETAÇÕES SOBRE A FUNCIONALIDADE E\r\n
      ORGANIZAÇÃO DO PROCESSO DE ESTÁGIO, UMA DELAS CONFIGURA O ESTÁGIO SOMENTE COMO UM LUGAR DE OFÍCIO\r\n
      PARA APRENDER A PRÁTICA DO MESMO E EXERCER UMA PROFISSÃO. E OUTRA PERCEPÇÃO EVIDENCIA O ESTÁGIO\r\n
      COMO UMA SÍNTESE DE TUDO QUE SE APRENDE NAS DISCIPLINAS, NAS TEORIAS DE APRENDIZAGEM, COMO TAMBÉM\r\n
      NAS EXPERIÊNCIAS DE VIDA. DEVIDO A ESSA VARIEDADE DE CONCEPÇÕES SOBRE O ESTÁGIO, AS EXPERIÊNCIAS DOS\r\n
      (AS) GRADUANDOS (AS) VÃO SE MODIFICAR CONFORME O MODELO DE ESTÁGIO ADOTADO PELAS INSTITUIÇÕES DE\r\n
      ENSINO. A PARTIR DESSA REFLEXÃO ESTE TRABALHO TEM COMO OBJETIVO COMPREENDER A CATEGORIA ESTÁGIO\r\n
      ATRAVÉS DAS MINHAS EXPERIÊNCIAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA ESCOLA MUNICIPAL RENATO CORTEZ\r\n
      MOREIRA LOCALIZADO NA CIDADE DE IMPERATRIZ/MA. ATRAVÉS DESSAS EXPERIÊNCIAS E PELAS LEITURAS\r\n
      BIBLIOGRÁFICAS DE FONSECA (1997) E PIMENTA (1991 E 2005), É POSSÍVEL AFIRMAR QUE O MOMENTO DE\r\n
      ESTÁGIO NÃO PODE SE RESUMIR A UMA APLICAÇÃO DE MODELOS ESCOLARES, MAS SIM, COMO MAIS UMA\r\n
      ETAPA DE APRENDIZAGEM.
      """
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 01 - Formação de Professores"
    "palavra_chave" => "ESTÁGIO, FORMAÇÃO DOCENTE, APRENDIZAGEM"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV127_MD1_SA1_ID10782_14082019233251.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:57"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:34:41"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JULIANA FERREIRA DE SOUSA"
    "autor_nome_curto" => "JULIANA FERREIRA"
    "autor_email" => "ferreira.juliana.sd@gmail"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vi-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais VI CONEDU"
    "edicao_evento" => "VI Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2019"
    "edicao_logo" => "5e4a032588ba0_17022020000613.png"
    "edicao_capa" => "5f184577153da_22072020105607.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-10-24 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 61406
    "edicao_id" => 112
    "trabalho_id" => 1776
    "inscrito_id" => 10782
    "titulo" => """
      O ESTÁGIO SUPERVISIONADO E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A\r\n
      FORMAÇÃO DOCENTE NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO\r\n
      MARANHÃO EM IMPERATRIZ/MA
      """
    "resumo" => """
      NO CONTEXTO DA FORMAÇÃO DOCENTE EXISTEM DIVERSAS INTERPRETAÇÕES SOBRE A FUNCIONALIDADE E\r\n
      ORGANIZAÇÃO DO PROCESSO DE ESTÁGIO, UMA DELAS CONFIGURA O ESTÁGIO SOMENTE COMO UM LUGAR DE OFÍCIO\r\n
      PARA APRENDER A PRÁTICA DO MESMO E EXERCER UMA PROFISSÃO. E OUTRA PERCEPÇÃO EVIDENCIA O ESTÁGIO\r\n
      COMO UMA SÍNTESE DE TUDO QUE SE APRENDE NAS DISCIPLINAS, NAS TEORIAS DE APRENDIZAGEM, COMO TAMBÉM\r\n
      NAS EXPERIÊNCIAS DE VIDA. DEVIDO A ESSA VARIEDADE DE CONCEPÇÕES SOBRE O ESTÁGIO, AS EXPERIÊNCIAS DOS\r\n
      (AS) GRADUANDOS (AS) VÃO SE MODIFICAR CONFORME O MODELO DE ESTÁGIO ADOTADO PELAS INSTITUIÇÕES DE\r\n
      ENSINO. A PARTIR DESSA REFLEXÃO ESTE TRABALHO TEM COMO OBJETIVO COMPREENDER A CATEGORIA ESTÁGIO\r\n
      ATRAVÉS DAS MINHAS EXPERIÊNCIAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA ESCOLA MUNICIPAL RENATO CORTEZ\r\n
      MOREIRA LOCALIZADO NA CIDADE DE IMPERATRIZ/MA. ATRAVÉS DESSAS EXPERIÊNCIAS E PELAS LEITURAS\r\n
      BIBLIOGRÁFICAS DE FONSECA (1997) E PIMENTA (1991 E 2005), É POSSÍVEL AFIRMAR QUE O MOMENTO DE\r\n
      ESTÁGIO NÃO PODE SE RESUMIR A UMA APLICAÇÃO DE MODELOS ESCOLARES, MAS SIM, COMO MAIS UMA\r\n
      ETAPA DE APRENDIZAGEM.
      """
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 01 - Formação de Professores"
    "palavra_chave" => "ESTÁGIO, FORMAÇÃO DOCENTE, APRENDIZAGEM"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV127_MD1_SA1_ID10782_14082019233251.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:57"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:34:41"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JULIANA FERREIRA DE SOUSA"
    "autor_nome_curto" => "JULIANA FERREIRA"
    "autor_email" => "ferreira.juliana.sd@gmail"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vi-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais VI CONEDU"
    "edicao_evento" => "VI Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2019"
    "edicao_logo" => "5e4a032588ba0_17022020000613.png"
    "edicao_capa" => "5f184577153da_22072020105607.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-10-24 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 24 de outubro de 2019

Resumo

NO CONTEXTO DA FORMAÇÃO DOCENTE EXISTEM DIVERSAS INTERPRETAÇÕES SOBRE A FUNCIONALIDADE E ORGANIZAÇÃO DO PROCESSO DE ESTÁGIO, UMA DELAS CONFIGURA O ESTÁGIO SOMENTE COMO UM LUGAR DE OFÍCIO PARA APRENDER A PRÁTICA DO MESMO E EXERCER UMA PROFISSÃO. E OUTRA PERCEPÇÃO EVIDENCIA O ESTÁGIO COMO UMA SÍNTESE DE TUDO QUE SE APRENDE NAS DISCIPLINAS, NAS TEORIAS DE APRENDIZAGEM, COMO TAMBÉM NAS EXPERIÊNCIAS DE VIDA. DEVIDO A ESSA VARIEDADE DE CONCEPÇÕES SOBRE O ESTÁGIO, AS EXPERIÊNCIAS DOS (AS) GRADUANDOS (AS) VÃO SE MODIFICAR CONFORME O MODELO DE ESTÁGIO ADOTADO PELAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO. A PARTIR DESSA REFLEXÃO ESTE TRABALHO TEM COMO OBJETIVO COMPREENDER A CATEGORIA ESTÁGIO ATRAVÉS DAS MINHAS EXPERIÊNCIAS DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA ESCOLA MUNICIPAL RENATO CORTEZ MOREIRA LOCALIZADO NA CIDADE DE IMPERATRIZ/MA. ATRAVÉS DESSAS EXPERIÊNCIAS E PELAS LEITURAS BIBLIOGRÁFICAS DE FONSECA (1997) E PIMENTA (1991 E 2005), É POSSÍVEL AFIRMAR QUE O MOMENTO DE ESTÁGIO NÃO PODE SE RESUMIR A UMA APLICAÇÃO DE MODELOS ESCOLARES, MAS SIM, COMO MAIS UMA ETAPA DE APRENDIZAGEM.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.