Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

Visualizações: 377
SEMINÁRIO INTEGRADOR: UM MODELO PRAGMÁTICO E INTERDISCIPLINAR DE ENSINO-APRENDIZAGEM NO CURSO DE ENFERMAGEM

Palavra-chaves: ENFERMAGEM, FORMAÇÃO, INTEGRAÇÃO Relato de Experiência(RE) Enfermagem Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

O modelo de ensino-aprendizagem, vigente, busca meios integradores que possibilitem maior pragmatismo de modo agregador e facilitador na formação do indivíduo. Partindo da pergunta: É possível no curso de enfermagem a participação ativa e interdisciplinar entre disciplinas que em primeiro momento parecem ser divergentes em seus objetivos e em sua proposta teórico-metodológica? Sim, é possível e comprovada em uma experiência vivenciada no curso de enfermagem da Estácio/FMJ. Quatro disciplinas trabalharam em prol de beneficiar os acadêmicos em seu processo de formação. Buscando assim convergir nos objetivos e entrelaçar as propostas metodológicas respeitando os conteúdos por cada uma trabalhados: Análise Textual, História da Enfermagem, Metodologia Científica e Relacionamento e Comunicação em Enfermagem. Dentro da disciplina de Análise Textual propôs a elaboração de um memorial pessoal, profissional e acadêmico que foi orientado pela Metodologia Científica em sua formação e conceituação. A História da Enfermagem norteou o ser profissional de enfermagem no mundo contemporâneo que foi introduzido em vivências acadêmicas no próprio memorial e Relacionamento e Comunicação em Enfermagem agregou toda a proposta de elaboração e execução promovendo um grande encontro para a apresentação do memorial de maneira a conduzir os estudantes a apresentar escrito e oral seus escritos intensificando assim a reflexão sobre as relações interpessoais vivenciadas em sua autobiografia através do texto. Um cenário foi criado para essa prática. Textos, músicas e apresentações enriqueceram a experiência e a vivência de cada aluno enquanto ser individual e como uma equipe. Simbolicamente foi lido o ritual do fogo, tão importante na História da Enfermagem e realizada a entrega da lamparina para os futuros profissionais da saúde. Um divã serviu de “útero” acolhedor para que os participantes se sentissem tranquilos e muito a vontade para falar sobre a suas histórias de vidas. Foi um momento de grandes alegrias, tristezas e muita emoção. O importante é que de fato é possível promover uma integração entre os alunos focado no respeito, no social, na solidariedade e no incentivo de continuar a jornada acadêmica, objetivando a formação de profissionais cada vez mais sensíveis ao outro e com arcabouço teórico amplo e solidificado diante da matriz curricular do curso de enfermagem. Essa experiência mostra que o processo de ensino-aprendizagem voltado às práticas interdisciplinares são passíveis de créditos e que permitem não apenas aos alunos, mas também aos professores trabalhar cada vez mais voltados para um ensino fortalecido pelas parcerias e estudos dentro de um curso que busca sempre aperfeiçoamento na formação do ser profissional. Dessa maneira, considera-se que o seminário integrador - no curso de enfermagem - alem de permitir a interligação das disciplinas propostas nessa experiência possibilite, também, uma reestruturação das práticas acadêmicas das demais áreas do conhecimento e que comunguem de propostas similares ao relato em destaque.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.