Artigo Anais VI CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

PREVENÇÃO DO TABAGISMO PARA UM ENVELHECIMENTO ATIVO

Palavra-chaves: TABAGISMO, IDOSOS, ENVELHECIMENTO, FATORES DE RISCO Pôster (PO) AT 04: Envelhecimento Ativo e Bem Sucedido Publicado em 26 de junho de 2019

Resumo

DIVERSOS FATORES SÃO POTENCIALMENTE RESPONSÁVEIS POR INFLUENCIAR DIRETAMENTE O PROCESSO DE ENVELHECIMENTO, PROPORCIONANDO MAIOR OU MENOR LONGEVIDADE AOS INDIVÍDUOS. ASSIM AS CONDIÇÕES SOCIOECONÔMICAS, HÁBITOS, ESTILO DE VIDA E VÍCIOS COMO O TABAGISMO SÃO EXEMPLOS DE TAL ASSERTIVA O TABAGISMSO É UM AGENTE CAUSADOR DE DOENÇA DE EXTENSÃO PLANETÁRIA QUE COMPREENDE ELEVADAS TAXAS DE MORBIMORTALIDADE. OS DANOS IMPOSTOS PELO CONSUMO DA DROGA NÃO SÓ PARA A SAÚDE INDIVIDUAL, MAS TAMBÉM PARA A SAÚDE FINANCEIRA DA SOCIEDADE. ESSE PROBLEMA MOTIVOU A ELABORAÇÃO DESTA PESQUISA QUE TEVE COMO OBJETIVO GERAL IDENTIFICAR OS FATORES QUE MOTIVARAM OS IDOSOS A CONTINUAR COM ESSE HÁBITO E A PARTIR DESSE CONHECIMENTO ESTIMULAR OS PROFISSIONAIS A INVESTIR EM AÇÕES QUE POSSAM DESESTIMULAR O USO DO TABACO E INVESTIR EM UM ENVELHECIMENTO COM QUALIDADE DE VIDA. TRATA-SE DE UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA, DESCRITIVA E QUALITATIVA REALIZADA A PARTIR DE DADOS SECUNDÁRIOS. PARA SELEÇÃO DOS ARTIGOS FEZ-SE BUSCA DE PUBLICAÇÕES NACIONAIS NAS BASES DE DADOS INDEXADAS À BIBLIOTECA VIRTUAL DE SAÚDE COMO SCIELO E LILACS O RESULTADO DESTA PESQUISA MOSTRA PREDOMINÂNCIA DO SEXO MASCULINO QUANTO AO QUESITO SER TABAGISTA, IDADE MÉDIA NOS ESTUDOS FORAM DE 69 ANOS. A FAIXA ETÁRIA MAIS ALTA ENCONTRADA ENTRE OS IDOSOS FUMANTES FOI DE 80 ANOS AS REFLEXÕES AQUI REALIZADAS REFORÇAM AINDA A NECESSIDADE DA INTRODUÇÃO DA PROBLEMÁTICA DA SAÚDE DO IDOSO NAS ESCOLAS DE ENFERMAGEM, PARA QUE HAJA A ESTIMULAÇÃO DESTES FUTUROS PROFISSIONAIS, E ASSIM ELES INCORPOREM CORRETAMENTE AÇÕES DE PREVENÇÃO À SAÚDE DO IDOSO NO SEU COTIDIANO PROFISSIONAL. PALAVRAS- CHAVE:TABAGISMO;IDOSOS;ENVELHECIMENTO;FATORES DE RISCO.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.