Artigo Anais VI CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

PREVALÊNCIA DA AIDS EM IDOSOS DO BRASIL: UMA AVALIAÇÃO DE DADOS DO SISTEMA DATASUS

Palavra-chaves: SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA, TERCEIRA IDADE, DATASUS Comunicação Oral (CO) AT 05: Resiliência, Sexualidade e Questões de Gênero no envelhecimento
"2019-06-26 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 54020
    "edicao_id" => 109
    "trabalho_id" => 1409
    "inscrito_id" => 953
    "titulo" => "PREVALÊNCIA DA AIDS EM IDOSOS DO BRASIL: UMA AVALIAÇÃO DE DADOS DO SISTEMA DATASUS"
    "resumo" => "A AIDS (SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA) É UMA DOENÇA QUE, AINDA HOJE É BASTANTE COMPLEXA E QUANDO RELACIONADA A PACIENTES IDOSOS É UMA QUESTÃO AINDA MAIS COMPLICADA DEVIDO A FRAGILIDADE DO ORGANISMO EM QUESTÃO.  DIANTE DISSO O PRESENTE ESTUDO TEVE COMO OBJETIVO ANALISAR OS DADOS FORNECIDOS PELO DATASUS (DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE DO BRASIL) QUE MOSTRASSE A PREVALÊNCIA DA AIDS EM IDOSOS. TRATOU-SE DE UM ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DESCRITIVO, CUJOS DADOS FORAM OBTIDOS POR MEIO DE CONSULTA ÀS SEGUINTES BASES DE DADOS: SINAN (SISTEMA DE INFORMAÇÕES DE AGRAVOS DE NOTIFICAÇÃO), SISCEL (SISTEMA DE CONTROLE DE EXAMES LABORATORIAIS DA REDE NACIONAL DE CONTAGEM DE LINFÓCITOS CD4+/CD8 E CARGA VIRAL) E SIM (SISTEMA DE INFORMAÇÕES DE MORTALIDADE), DISPONIBILIZADOS PELO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (DATASUS). A POPULAÇÃO ANALISADA PARA ESTUDO CONCENTROU-SE NOS CASOS DE AIDS EM IDOSOS (IDADE MAIOR QUE 60 ANOS), COM DIAGNÓSTICO REGISTRADO ENTRE OS ANOS DE 2013 E 2017. FOI POSSÍVEL OBSERVAR O PREDOMÍNIO DOS CASOS NAS REGIÕES MAIS DESENVOLVIDAS, COMO A REGIÃO SUDESTE QUE APRESENTOU 2.233 CASOS (24%). PODE-SE OBSERVAR A PREVALÊNCIA DO GÊNERO MASCULINO NOS CASOS DE TODAS AS REGIÕES DO BRASIL. QUANTO AO GRAU DE ESCOLARIDADE CONSTITUI-SE COMO UM BOM INDICADOR DO NÍVEL SOCIOECONÔMICO DOS INDIVÍDUOS E DO SEU IMPACTO SOBRE A SAÚDE. A ESCOLARIDADE MOSTRA-SE, PORTANTO, COM UM INDICADOR MAIS INSTÁVEL AO LONGO DA VIDA DO INDIVÍDUO. SENDO ASSIM, OBSERVA-SE A NECESSIDADE DE INVESTIMENTO EM EDUCAÇÃO EM SAÚDE, NO ATENDIMENTO PRIMÁRIO E EM GRUPOS DE SAÚDE, PRINCIPALMENTE EM REGIÕES VULNERÁVEIS, JÁ QUE DE ACORDO COM OS RESULTADOS, A MAIOR PREVALÊNCIA DE PORTADORES DE AIDS SÃO EM IDOSOS QUE NÃO POSSUEM O CONHECIMENTO A RESPEITO DA FORMA DE INFECÇÃO PELO VÍRUS HIV."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT 05: Resiliência, Sexualidade e Questões de Gênero no envelhecimento"
    "palavra_chave" => "SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA, TERCEIRA IDADE, DATASUS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV125_MD1_SA5_ID953_10062019230933.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:53:30"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MONALISA FERREIRA DE LUCENA"
    "autor_nome_curto" => "MONALISA LUCENA"
    "autor_email" => "monalisa.lucena16@gmail.c"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vi-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais VI CIEH"
    "edicao_evento" => "VI Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2019"
    "edicao_logo" => "5e49e780eec9b_16022020220816.png"
    "edicao_capa" => "5ee370c6dba9e_12062020091046.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-06-26 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 54020
    "edicao_id" => 109
    "trabalho_id" => 1409
    "inscrito_id" => 953
    "titulo" => "PREVALÊNCIA DA AIDS EM IDOSOS DO BRASIL: UMA AVALIAÇÃO DE DADOS DO SISTEMA DATASUS"
    "resumo" => "A AIDS (SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA) É UMA DOENÇA QUE, AINDA HOJE É BASTANTE COMPLEXA E QUANDO RELACIONADA A PACIENTES IDOSOS É UMA QUESTÃO AINDA MAIS COMPLICADA DEVIDO A FRAGILIDADE DO ORGANISMO EM QUESTÃO.  DIANTE DISSO O PRESENTE ESTUDO TEVE COMO OBJETIVO ANALISAR OS DADOS FORNECIDOS PELO DATASUS (DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE DO BRASIL) QUE MOSTRASSE A PREVALÊNCIA DA AIDS EM IDOSOS. TRATOU-SE DE UM ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DESCRITIVO, CUJOS DADOS FORAM OBTIDOS POR MEIO DE CONSULTA ÀS SEGUINTES BASES DE DADOS: SINAN (SISTEMA DE INFORMAÇÕES DE AGRAVOS DE NOTIFICAÇÃO), SISCEL (SISTEMA DE CONTROLE DE EXAMES LABORATORIAIS DA REDE NACIONAL DE CONTAGEM DE LINFÓCITOS CD4+/CD8 E CARGA VIRAL) E SIM (SISTEMA DE INFORMAÇÕES DE MORTALIDADE), DISPONIBILIZADOS PELO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (DATASUS). A POPULAÇÃO ANALISADA PARA ESTUDO CONCENTROU-SE NOS CASOS DE AIDS EM IDOSOS (IDADE MAIOR QUE 60 ANOS), COM DIAGNÓSTICO REGISTRADO ENTRE OS ANOS DE 2013 E 2017. FOI POSSÍVEL OBSERVAR O PREDOMÍNIO DOS CASOS NAS REGIÕES MAIS DESENVOLVIDAS, COMO A REGIÃO SUDESTE QUE APRESENTOU 2.233 CASOS (24%). PODE-SE OBSERVAR A PREVALÊNCIA DO GÊNERO MASCULINO NOS CASOS DE TODAS AS REGIÕES DO BRASIL. QUANTO AO GRAU DE ESCOLARIDADE CONSTITUI-SE COMO UM BOM INDICADOR DO NÍVEL SOCIOECONÔMICO DOS INDIVÍDUOS E DO SEU IMPACTO SOBRE A SAÚDE. A ESCOLARIDADE MOSTRA-SE, PORTANTO, COM UM INDICADOR MAIS INSTÁVEL AO LONGO DA VIDA DO INDIVÍDUO. SENDO ASSIM, OBSERVA-SE A NECESSIDADE DE INVESTIMENTO EM EDUCAÇÃO EM SAÚDE, NO ATENDIMENTO PRIMÁRIO E EM GRUPOS DE SAÚDE, PRINCIPALMENTE EM REGIÕES VULNERÁVEIS, JÁ QUE DE ACORDO COM OS RESULTADOS, A MAIOR PREVALÊNCIA DE PORTADORES DE AIDS SÃO EM IDOSOS QUE NÃO POSSUEM O CONHECIMENTO A RESPEITO DA FORMA DE INFECÇÃO PELO VÍRUS HIV."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT 05: Resiliência, Sexualidade e Questões de Gênero no envelhecimento"
    "palavra_chave" => "SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA, TERCEIRA IDADE, DATASUS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV125_MD1_SA5_ID953_10062019230933.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:53:30"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MONALISA FERREIRA DE LUCENA"
    "autor_nome_curto" => "MONALISA LUCENA"
    "autor_email" => "monalisa.lucena16@gmail.c"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vi-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais VI CIEH"
    "edicao_evento" => "VI Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2019"
    "edicao_logo" => "5e49e780eec9b_16022020220816.png"
    "edicao_capa" => "5ee370c6dba9e_12062020091046.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-06-26 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 26 de junho de 2019

Resumo

A AIDS (SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA) É UMA DOENÇA QUE, AINDA HOJE É BASTANTE COMPLEXA E QUANDO RELACIONADA A PACIENTES IDOSOS É UMA QUESTÃO AINDA MAIS COMPLICADA DEVIDO A FRAGILIDADE DO ORGANISMO EM QUESTÃO. DIANTE DISSO O PRESENTE ESTUDO TEVE COMO OBJETIVO ANALISAR OS DADOS FORNECIDOS PELO DATASUS (DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE DO BRASIL) QUE MOSTRASSE A PREVALÊNCIA DA AIDS EM IDOSOS. TRATOU-SE DE UM ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO DESCRITIVO, CUJOS DADOS FORAM OBTIDOS POR MEIO DE CONSULTA ÀS SEGUINTES BASES DE DADOS: SINAN (SISTEMA DE INFORMAÇÕES DE AGRAVOS DE NOTIFICAÇÃO), SISCEL (SISTEMA DE CONTROLE DE EXAMES LABORATORIAIS DA REDE NACIONAL DE CONTAGEM DE LINFÓCITOS CD4+/CD8 E CARGA VIRAL) E SIM (SISTEMA DE INFORMAÇÕES DE MORTALIDADE), DISPONIBILIZADOS PELO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (DATASUS). A POPULAÇÃO ANALISADA PARA ESTUDO CONCENTROU-SE NOS CASOS DE AIDS EM IDOSOS (IDADE MAIOR QUE 60 ANOS), COM DIAGNÓSTICO REGISTRADO ENTRE OS ANOS DE 2013 E 2017. FOI POSSÍVEL OBSERVAR O PREDOMÍNIO DOS CASOS NAS REGIÕES MAIS DESENVOLVIDAS, COMO A REGIÃO SUDESTE QUE APRESENTOU 2.233 CASOS (24%). PODE-SE OBSERVAR A PREVALÊNCIA DO GÊNERO MASCULINO NOS CASOS DE TODAS AS REGIÕES DO BRASIL. QUANTO AO GRAU DE ESCOLARIDADE CONSTITUI-SE COMO UM BOM INDICADOR DO NÍVEL SOCIOECONÔMICO DOS INDIVÍDUOS E DO SEU IMPACTO SOBRE A SAÚDE. A ESCOLARIDADE MOSTRA-SE, PORTANTO, COM UM INDICADOR MAIS INSTÁVEL AO LONGO DA VIDA DO INDIVÍDUO. SENDO ASSIM, OBSERVA-SE A NECESSIDADE DE INVESTIMENTO EM EDUCAÇÃO EM SAÚDE, NO ATENDIMENTO PRIMÁRIO E EM GRUPOS DE SAÚDE, PRINCIPALMENTE EM REGIÕES VULNERÁVEIS, JÁ QUE DE ACORDO COM OS RESULTADOS, A MAIOR PREVALÊNCIA DE PORTADORES DE AIDS SÃO EM IDOSOS QUE NÃO POSSUEM O CONHECIMENTO A RESPEITO DA FORMA DE INFECÇÃO PELO VÍRUS HIV.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.