Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

Visualizações: 184
AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA EM ESCOLARES DA REDE PÚBLICA E PRIVADA DE ENSINO EM CAJAZEIRAS

Palavra-chaves: ATIVIDADE FÍSICA, OBESIDADE, SEDENTARISMO Pôster (PO) Fisioterapia

Resumo

INTRODUÇÃO: A prática de atividade física é importância para uma vida saudável, ela previne diversas patologias associadas ao sedentarismo, sabe-se que 54% dos adultos não praticam exercícios físicos, segundo pesquisas esse hábito de não pratica de exercício físico está relacionado diretamente com sua infância, e por isso faz se necessário a detecção desse problema precocemente. OBJETIVO: Verificar o nível de atividade física em crianças de uma escola da rede pública e uma privada de ensino. Para levantamento dos dados será feito um questionário para avaliar esses níveis de atividade, juntamente com o IMC das crianças. MATERIAIS E MÉTODOS: Para o desenvolvimento da pesquisa foi utilizado uma população de 29 estudantes entre 7 e 15 anos, eles foram divididos em 2 grupos, um grupo da rede particular e outro da rede pública de ensino. Foi aplicado o questionário de avaliação de atividade física e do sedentarismo em crianças e adolescentes, também foi verificado o IMC dos escolares e os valores de seus dados cruzados. RESULTADO: A média de idade das amostras foi de 10,29, 52% das amostras pertencia à escola pública, no deslocamento para a escola 55% dos entrevistados usavam transporte ativo, referindo-se a atividade física, 3% dos pesquisados foram considerados como inativos, 52% como inadequadamente ativo e 52% ativo, dentre os pesquisados observou-se que as amostras do sexo feminino foram consideradas mais ativas, porem com um período de atividades sedentárias superior, 82% das meninas pesquisadas passam mais de 2h/dia em atividade sedentária, e apenas 42% dos meninos, no cálculo de IMC, levando em relação a sua idade, obtivemos um percentual de 7% das amostras diagnosticadas como obesos, 14% sobrepeso, 48% normal, 31% baixo peso. CONCLUSÃO: Ser do sexo masculino e pertencer a rede pública de ensino foram fatores associados a menor nível de atividade física.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.