Artigo Anais II CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

Visualizações: 237
A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PARA A PESSOA IDOSA NUMA PERSPECTIVA DE INCLUSÃO DIGITAL.

Palavra-chaves: EAD, VELHICE, INCLUSÃO DIGITAL. Comunicação Oral (CO) AT 12: Universidades Abertas à Terceira Idade

Resumo

Nas últimas décadas, a educação à distância começou a estar mais presente nos interesses pedagógicos e, consequentemente, a fazer parte das intenções de possibilitar formas a de ensino mais abrangentes. Nesse contexto, os idosos, população que cresce a cada ano, aguçam a percepção para seu potencial de continuar e/ou recomeçar a vida acadêmica, tanto para aqueles que tenham como crença as possibilidades de ascensão quanto para os que, em algum momento, interromperam os estudos, seja em nível de graduação ou pós-graduação. Este trabalho objetiva Conhecer o contexto da Educação a distância no cenário de Educação Especial e Inclusiva para a pessoa idosa, além de apontar algumas abordagens sobre educação a distância e as peculiaridades dessa forma de ensino. Ademais, visa mostrar a Educação a Distância como metodologia de inclusão. Esse tipo de ensino vem trazendo novos rumos para aqueles que não tiveram a oportunidade de frequentar os cursos pretendidos, por falta de estrutura, oferta local, entre outros fatores que podem estar relacionados. Por isso, o olhar para o segmento idoso deve estar focado nas especificidades que possibilitem de fato a inclusão e a participação nessa modalidade de ensino. Como metodologia, usou-se a pesquisa bibliográfica e documental, apoiando-se em artigos e bases de dados. Na perspectiva do aluno idoso, são apresentadas algumas dificuldades, percebidas por eles como barreiras. Embora seja comum o uso da tecnologia no cotidiano das pessoas, para esse segmento da população, não é uma realidade muito frequente. O medo vem pelo desconhecido, pelo que surge como método diferente

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.