Artigo Anais III CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIA NÃO CONVENCIONAL PARA A CONSTRUÇÃO CIVIL: TIJOLO DE SOLO-CIMENTO COM RESÍDUO DA BAUXITA INDUSTRIAL

Palavra-chaves: SOLO-CIMENTO, RESÍDUO DA BAUXITA INDUSTRIAL, TIJOLOS ECOLÓGICOS, ALVENARIA Comunicação Oral (CO) AT 18 - Engenharias – Engenharia Civil, Engenharia Sanitária, Engenharia Química, Engenharia Mecânica, Engenharia de Produção, Engenharia Aeroespacial, Engenharia Elétrica Publicado em 17 de julho de 2018

Resumo

Diante dos avanços no campo da construção civil, as tecnologias de âmbito sustentável, como o tijolo de solo-cimento, emergem na atualidade como alternativa para reduzir custos com mão de obra especializada e alto consumo de energia, ratificando uma atuação ecologicamente correta no emprego de bens de consumo dentre os materiais de construção disponíveis no mercado. Este trabalho possui o enfoque de explanar sobre a realização de testes laboratoriais, mensurando o desempenho de tijolos de solo-cimento incorporando em sua composição o resíduo da bauxita frete à resistência à compressão axial e porosidade do material para uso em alvenaria. Para fabricação dos modelos para os testes, envolveu-se o cimento, solo com propriedades areno argilosas, resíduo e água de amassamento proveniente do abastecimento público da cidade de Niquelândia-GO. Foram determinadas 11 formulações, com 1 de referência e o restante com resíduo aplicado em frações de 10% em cada traço, até atingir 100% de agregado miúdo substituído. Após a homogeneização a seco em sacos plásticos, e a úmido de modo manual, conformou-se os tijolos manualmente em fôrmas duplas de madeira. Após 24 horas, os mesmos foram desformados e passaram por um período de cura úmida durante os 7 primeiros dias com molhagem diária, e após completarem 28 dias, realizou-se dos testes físico-mecânicos. Com relação ao teor poroso, o traço T-09 evidenciou o menor e melhor resultado com 16,89% de poros, e a resistência do traço T-11 com 100% de resíduo foi superior ao traço de referência T-01 em 67,5%, efetivando total aplicação do resíduo.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.