Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES ACERCA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA NA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS CAMPUS ANÁPOLIS DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS - HENRIQUE SANTILLO

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO INCLUSIVA, FORMAÇÃO DE PROFESSORES, MATRIZ CURRICULAR Comunicação Oral (CO) GT 01 - Formação de Professores Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Uma importante transformação da realidade social foi a perspectiva da educação inclusiva, tal mudança gerou uma nova demanda para a formação de professores, as quais estão previstas em lei. Durante a formação inicial do futuro professor é de fundamental importância que lhe seja propiciado o maior número de experiências possíveis, dentre elas como se dá a educação inclusiva. Sendo assim este trabalho tem como objetivo geral analisar as matrizes curriculares dos cursos de licenciaturas da Universidade Estadual de Goiás Campus Anápolis de Ciências Exatas e Tecnológicas - Henrique Santillo verificando a existência de disciplinas que tratam da educação inclusiva e que podem oferecer suporte ao futuro professor em sua prática pedagógica. Os objetivos específicos são tais como analisar as matrizes curriculares relacionando as disciplinas que tratam da educação inclusiva nos cursos de licenciatura do Campus CCET, comparar as ementas das disciplinas de caráter inclusivo, listando os períodos em que aparecem ao longo do curso e qual ganho na formação inicial dos futuros professores e compreender qual a contribuição formação pedagógica que está sendo oferecida na UEG/CCET que vá de encontro com a educação inclusiva. Para a execução deste trabalho foi adotada a metodologia qualitativa, em que foi analisado o que está previsto em lei. A elaboração do presente estudo teve início durante a realização de uma atividade avaliativa na disciplina Educação para Diversidade, no 4º (quarto) Período do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas, no segundo semestre de 2016. De acordo com o tema solicitou-se autorização do diretor do Campus para que o estudo pudesse ser realizado no Campus CCET. Logo após as matrizes curriculares e as ementas das licenciaturas em Ciências Biológicas, Física, Matemática e Química da UEG/CCET foram solicitadas as suas distintas coordenações e assim que disponibilizadas foram utilizadas como instrumento de pesquisa, sendo analisadas e comparadas. Verificando a existência, ou não, de disciplinas voltadas para a educação inclusiva. Já que a educação para inclusão passa a ser tarefa essencial nessa nova era da educação, o professor tem papel essencial na inserção desse aluno em sala de aula, assim a formação de tal profissional tem papel fundamental na aprendizagem e facilitação da inclusão do aluno especial no contexto escolar.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.