Artigo Anais V CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

MOTIVAÇÃO PARA A PRÁTICA ESPORTIVA COMPETITIVA – UM ESTUDO DE CASO

Palavra-chaves: IDOSO, ENVELHECIMENTO, ESPORTE Pôster (PO) AT-07: Atividade física, estilo de vida e longevidade
"2017-12-19 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 34562
    "edicao_id" => 76
    "trabalho_id" => 22
    "inscrito_id" => 1595
    "titulo" => "MOTIVAÇÃO PARA A PRÁTICA ESPORTIVA COMPETITIVA – UM ESTUDO DE CASO"
    "resumo" => """
      INTRODUÇÃO: O envelhecimento tem sido descrito, de um modo geral, como uma fase da vida marcada por transformações bio-psico-sócio-culturais. A população passou a ter diferentes preocupações frente aos fatores que podem influenciar, de maneira positiva ou negativa, esta nova etapa da vida. Diante disso, é cada vez mais frequente a procura por estilos de vida saudáveis que possam influenciar no processo de envelhecimento e a busca por práticas esportivas tem sido uma das opções desejadas. Nesse sentido, diante da relação que o esporte pode exercer com o envelhecimento e da pequena quantidade de estudos com idosos acima de 70 anos que estão inseridos na prática esportiva competitiva, surge a necessidade de ampliar o entendimento sobre o mesmo, e consequententemente, encorajar outros idosos à prática. Sendo assim, o objetivo do presente estudo foi, através de um estudo de caso, compreender as motivações que levaram um idoso de 72 anos a estar inserido na prática esportiva competitiva. MÉTODOS: O presente estudo apresenta características qualitativas, descritivas e transversais.O projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa em Seres Humanos da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), seguindo a Resolução nº 466/12.A amostra consistiu de apenas um indivíduo, homem de 72 anos e praticante de futebol competitivo, da cidade de Santos Dumont - MG. Como instrumento para coleta de dados foi utilizada uma entrevista semiestruturada.\r\n
      RESULTADOS E DISCUSSÃO: Após fazer a análise da entrevista, a primeira motivação que o entrevistado relata para ter começado a praticar o futebol competitivo foi por ter recebido convite de amigos para ir a uma “pelada”. De acordo com Massarella, o motivo que levou os idosos a se engajarem na prática de corrida foi a influência de alguém com quem existia um vínculo afetivo; Como outro fator motivador, o entrevistado citou o fato de estar e permanecer saudável nessa idade. Rosenberg verificou que idosos se engajaram em esportes para melhoria da saúde e mudança de alguns hábitos; Como terceiro e último fator motivador, foi destacado pelo entrevistado o fato de melhorar a autoestima. De acordo com Ferrand, a maior parte dos idosos foi motivado por se sentirem bem-sucedidos com a prática e com os benefícios que o esporte proporcionou.\r\n
      CONCLUSÃO: Este estudo de caso proporcionou compreender um pouco sobre as motivações que cercam a vida de uma pessoa idosa para iniciar uma prática esportiva competitiva. Foi possível perceber que a família, os amigos, o aumento da autoestima e a melhora da saúde são essências para que o esporte comece a fazer parte da vida de idosos, bem como para que eles permaneçam e também participem de forma competitiva.\r\n
      Entretanto, maiores estudos devem ser realizados a fim de corroborar a este, bem como saber se existem outros motivos para que a prática esportiva competitiva seja almejada. Além disso é importante outras pesquisas para que esse hábito da prática esportiva seja estimulado em idosos, com o intuito de que sejam beneficiados em sua saúde, alcançando assim cada vez mais a longevidade.
      """
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-07: Atividade física, estilo de vida e longevidade"
    "palavra_chave" => "IDOSO, ENVELHECIMENTO, ESPORTE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV075_MD4_SA7_ID1595_29082017161856.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:19"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:49:34"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARCELLA FERNANDES PATICCIÉ NACIF"
    "autor_nome_curto" => "MARCELLA NACIF"
    "autor_email" => "marcella_paticcie@hotmail"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA (UFJF)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais V CIEH"
    "edicao_evento" => "V Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2017"
    "edicao_logo" => "5e49e719ef6ea_16022020220633.jpg"
    "edicao_capa" => "5f182cfe0d414_22072020091142.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 34562
    "edicao_id" => 76
    "trabalho_id" => 22
    "inscrito_id" => 1595
    "titulo" => "MOTIVAÇÃO PARA A PRÁTICA ESPORTIVA COMPETITIVA – UM ESTUDO DE CASO"
    "resumo" => """
      INTRODUÇÃO: O envelhecimento tem sido descrito, de um modo geral, como uma fase da vida marcada por transformações bio-psico-sócio-culturais. A população passou a ter diferentes preocupações frente aos fatores que podem influenciar, de maneira positiva ou negativa, esta nova etapa da vida. Diante disso, é cada vez mais frequente a procura por estilos de vida saudáveis que possam influenciar no processo de envelhecimento e a busca por práticas esportivas tem sido uma das opções desejadas. Nesse sentido, diante da relação que o esporte pode exercer com o envelhecimento e da pequena quantidade de estudos com idosos acima de 70 anos que estão inseridos na prática esportiva competitiva, surge a necessidade de ampliar o entendimento sobre o mesmo, e consequententemente, encorajar outros idosos à prática. Sendo assim, o objetivo do presente estudo foi, através de um estudo de caso, compreender as motivações que levaram um idoso de 72 anos a estar inserido na prática esportiva competitiva. MÉTODOS: O presente estudo apresenta características qualitativas, descritivas e transversais.O projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa em Seres Humanos da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), seguindo a Resolução nº 466/12.A amostra consistiu de apenas um indivíduo, homem de 72 anos e praticante de futebol competitivo, da cidade de Santos Dumont - MG. Como instrumento para coleta de dados foi utilizada uma entrevista semiestruturada.\r\n
      RESULTADOS E DISCUSSÃO: Após fazer a análise da entrevista, a primeira motivação que o entrevistado relata para ter começado a praticar o futebol competitivo foi por ter recebido convite de amigos para ir a uma “pelada”. De acordo com Massarella, o motivo que levou os idosos a se engajarem na prática de corrida foi a influência de alguém com quem existia um vínculo afetivo; Como outro fator motivador, o entrevistado citou o fato de estar e permanecer saudável nessa idade. Rosenberg verificou que idosos se engajaram em esportes para melhoria da saúde e mudança de alguns hábitos; Como terceiro e último fator motivador, foi destacado pelo entrevistado o fato de melhorar a autoestima. De acordo com Ferrand, a maior parte dos idosos foi motivado por se sentirem bem-sucedidos com a prática e com os benefícios que o esporte proporcionou.\r\n
      CONCLUSÃO: Este estudo de caso proporcionou compreender um pouco sobre as motivações que cercam a vida de uma pessoa idosa para iniciar uma prática esportiva competitiva. Foi possível perceber que a família, os amigos, o aumento da autoestima e a melhora da saúde são essências para que o esporte comece a fazer parte da vida de idosos, bem como para que eles permaneçam e também participem de forma competitiva.\r\n
      Entretanto, maiores estudos devem ser realizados a fim de corroborar a este, bem como saber se existem outros motivos para que a prática esportiva competitiva seja almejada. Além disso é importante outras pesquisas para que esse hábito da prática esportiva seja estimulado em idosos, com o intuito de que sejam beneficiados em sua saúde, alcançando assim cada vez mais a longevidade.
      """
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT-07: Atividade física, estilo de vida e longevidade"
    "palavra_chave" => "IDOSO, ENVELHECIMENTO, ESPORTE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV075_MD4_SA7_ID1595_29082017161856.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:19"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:49:34"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARCELLA FERNANDES PATICCIÉ NACIF"
    "autor_nome_curto" => "MARCELLA NACIF"
    "autor_email" => "marcella_paticcie@hotmail"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA (UFJF)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais V CIEH"
    "edicao_evento" => "V Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2017"
    "edicao_logo" => "5e49e719ef6ea_16022020220633.jpg"
    "edicao_capa" => "5f182cfe0d414_22072020091142.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 19 de dezembro de 2017

Resumo

INTRODUÇÃO: O envelhecimento tem sido descrito, de um modo geral, como uma fase da vida marcada por transformações bio-psico-sócio-culturais. A população passou a ter diferentes preocupações frente aos fatores que podem influenciar, de maneira positiva ou negativa, esta nova etapa da vida. Diante disso, é cada vez mais frequente a procura por estilos de vida saudáveis que possam influenciar no processo de envelhecimento e a busca por práticas esportivas tem sido uma das opções desejadas. Nesse sentido, diante da relação que o esporte pode exercer com o envelhecimento e da pequena quantidade de estudos com idosos acima de 70 anos que estão inseridos na prática esportiva competitiva, surge a necessidade de ampliar o entendimento sobre o mesmo, e consequententemente, encorajar outros idosos à prática. Sendo assim, o objetivo do presente estudo foi, através de um estudo de caso, compreender as motivações que levaram um idoso de 72 anos a estar inserido na prática esportiva competitiva. MÉTODOS: O presente estudo apresenta características qualitativas, descritivas e transversais.O projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa em Seres Humanos da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), seguindo a Resolução nº 466/12.A amostra consistiu de apenas um indivíduo, homem de 72 anos e praticante de futebol competitivo, da cidade de Santos Dumont - MG. Como instrumento para coleta de dados foi utilizada uma entrevista semiestruturada. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Após fazer a análise da entrevista, a primeira motivação que o entrevistado relata para ter começado a praticar o futebol competitivo foi por ter recebido convite de amigos para ir a uma “pelada”. De acordo com Massarella, o motivo que levou os idosos a se engajarem na prática de corrida foi a influência de alguém com quem existia um vínculo afetivo; Como outro fator motivador, o entrevistado citou o fato de estar e permanecer saudável nessa idade. Rosenberg verificou que idosos se engajaram em esportes para melhoria da saúde e mudança de alguns hábitos; Como terceiro e último fator motivador, foi destacado pelo entrevistado o fato de melhorar a autoestima. De acordo com Ferrand, a maior parte dos idosos foi motivado por se sentirem bem-sucedidos com a prática e com os benefícios que o esporte proporcionou. CONCLUSÃO: Este estudo de caso proporcionou compreender um pouco sobre as motivações que cercam a vida de uma pessoa idosa para iniciar uma prática esportiva competitiva. Foi possível perceber que a família, os amigos, o aumento da autoestima e a melhora da saúde são essências para que o esporte comece a fazer parte da vida de idosos, bem como para que eles permaneçam e também participem de forma competitiva. Entretanto, maiores estudos devem ser realizados a fim de corroborar a este, bem como saber se existem outros motivos para que a prática esportiva competitiva seja almejada. Além disso é importante outras pesquisas para que esse hábito da prática esportiva seja estimulado em idosos, com o intuito de que sejam beneficiados em sua saúde, alcançando assim cada vez mais a longevidade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.